Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Internet

Acabou o estoque de IPv.4 no Brasil e na América Latina

:: Luís Osvaldo Grossmann*
:: Convergência Digital :: 10/06/2014

A alocação de endereços IPv4 no Brasil entra a partir desta terça-feira, 10/6, em “terminação gradual”, como definiu o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR, ou NIC.br. Trata-se do “fim” dos recursos da versão 4 de endereçamento IP e significa o início de racionamento severo.

O anúncio foi feito pelo NIC.br e pelo LACNIC, a entidade que distribui endereços para América Latina e Caribe. “Perto do esgotamento na região, adotou-se um estoque único. Quando o estoque da região termina, o estoque do Brasil também chega ao fim”, explica o diretor-presidente do NIC.br, Demi Getschko.

O efeito prático desse anúncio conjunto é que a partir de agora organizações no Brasil poderão receber, no máximo, 1024 endereços IP (equivalente a um prefixo /22) a cada seis meses, mesmo que justifiquem a necessidade de blocos maiores.

Descreve o NIC.br que “para esse processo de terminação gradual foi reservado o equivalente a dois milhões de endereços IPv4 através de uma política proposta e aprovada pela própria comunidade Internet”. Acabado este estoque, existirão ainda dois milhões de endereços IPv4 que serão distribuídos somente para novos solicitantes, limitados a uma única alocação por solicitante de, no máximo, 1024 endereços.

O “esgotamento” dos endereços não só era esperado como já se deu na Ásia, há três anos, e na Europa, há dois. O estoque de endereços IP é um recurso finito, limitado a quatro bilhões de endereços na versão 4. “A solução para o contínuo crescimento da rede é o uso do protocolo IP na versão 6 (IPv6)”, lembra o NIC.br.

Essa mudança de um sistema de endereços em 32 bits para 128 bits permite uma infinidade (340 ‘undecilhões’) de combinações que, imagina-se, durará para sempre, ou quase – como um dia se imaginou sobre o IPv4. É preciso a adesão maciça das redes e dos equipamentos para a Internet manter a expansão.

“O esgotamento de endereços nessa versão do protocolo faz parte do crescimento da Internet, e no Brasil seu crescimento é notavelmente grande. Nesse momento, a preocupação principal é estimular a adoção do IPv6”, sustenta Demi Getschko.

De acordo com o NIC.br, 68% das organizações no Brasil que fazem parte da Internet como Sistemas Autônomos já se conscientizaram e alocaram blocos IPv6. “É muito importante intensificar o esforço para a adoção do novo protocolo.”

* Com informações do NIC.br

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 25/07/2014 15:30
Google atendeu metade dos pedidos de “direito ao esquecimento”

:: 24/07/2014 19:21
Para Agência, briga das operadoras é pelo mercado corporativo

:: 24/07/2014 13:06
Direito do Consumidor: Rede social escancara insatisfação do brasileiro

:: 24/07/2014 12:11
Base 3G incorpora 4,47 milhões de celulares em junho

:: 24/07/2014 10:21
Banco de dados têm sido a porta de entrada dos hackers

:: 23/07/2014 17:20
Provedores Internet começam a levar o IPv.6 aos clientes

:: 23/07/2014 12:55
Telecom Italia vai ao governo desmentir venda da TIM Brasil

:: 23/07/2014 12:25
Acordo entre Anatel e Aneel sobre postes ainda esbarra na retroatividade

:: 22/07/2014 16:15
m-Gov: 66% dos órgãos federais e estaduais não usam o celular para serviços

:: 22/07/2014 15:40
e-Gov: Governo adota a Internet, mas falha na oferta de serviços em tempo real




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Internet das Coisas explode a demanda por tráfego IP

PRÓXIMA
Cibersegurança dos EUA prevê uso de empresas privadas



Por sobrevivência, provedores precisam fugir dos serviços comuns

Sair da zona de conforto e se reinventar é imperativo para os ISPs que querem se manter no mercado, sustenta o presidente da Abranet, Eduardo Neger. E para ele só há uma alternativa: apostar na Inovação. O Marco Civil também exige novos modelos de negócios.


 ESPECIAL   GOVERNANÇA DA INTERNET
NetMundial preserva transição da ICANN e faz leve menção à neutralidade

Além de manter o prazo previsto para que as funções IANA sejam desvinculadas do governo dos EUA, a declaração final do evento global sobre a governança da Internet, realizado em São Paulo, também reforçou as críticas à vigilância. Mas cedeu à indústria do copyright.

» Comitê Gestor lança escola sobre governança da Internet
» Painel da ICANN sustenta NetMundial e "globalização" até setembro de 2015
» Governança da Internet: EUA se opõem ao modelo multilateral e conflitam com o Brasil
Clique aqui para ver o especial completo


Google atendeu metade dos pedidos de “direito ao esquecimento”
:: 25/07/2014 :: Internet

Desde maio, quando a Corte de Justiça da Europa decidiu que os europeus podem pedir aos bucasdores que removam resultados de buscas "inadequados ou irrelevantes", a empresa já recebeu mais de 90 mil notificações. Um terço foi negado sumariamente. 


M-commerce: Brasil pula para 5ª posição em ranking mundial
:: 22/07/2014 :: Internet

País representou 61% do mercado latino-americano de m-commerce e com o seu potencial atraiu lojas internacionais.

» Smartphones vencem os tablets nas compras online

Na Copa das 'Selfies', O Maracanã vira a estrela maior
:: 15/07/2014 :: Internet

Nos sete jogos disputados no templo carioca foram enviadas 10,5 milhões de fotos, com tamanho médio de 0,55 MB.


Uso dos postes: Anatel promete 'mudanças importantes' em acordo com Aneel
:: 15/07/2014 :: Internet

Preço de referência, um dos principais pontos de discussão, será “corrigido” e subirá para algo próximo a R$ 3,30 – no lugar dos R$ 2,44 anteriormente “acertado” entre os reguladores.



4G cresce 110% em seis meses. Modems 3G não param de cair

De janeiro a junho, foram desativados 247.526 mil modems 3G na base das operadoras.

» 700 MHz: Teles terão controle sobre dinheiro do ressarcimento às TVs
» Desoneração de smartphone rende 260 apps nacionais
» 3G Brasil: cobertura ainda não existe para 1861 municípios


Marco Civil: Como será daqui pra frente?
:: Por João Moura*

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital


TICs em Foco - Internet das coisas
Oportunidades e desafios

Mais popular que nunca, a internet das coisas — ou IoT, na sigla para Internet of Things, ou ainda IoE de Internet of Everything — representa tanto uma janela de oportunidade para as empresas quanto imprime desafios monstruosos devido à imensa quantidade de máquinas conectadas à internet.


Veja a primeira edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC


A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina. Nessa primeira edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade: a governança da Internet. Boa leitura!

Clique aqui para ver todas as edições




Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!