Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Gestão

IRPF/2014: Declarefácil ajuda contribuinte a fazer declaração

:: Da redação*
:: Convergência Digital :: 25/02/2014

No início de cada ano, uma série de obrigações atormenta a vida de milhões de brasileiros: IPTU, IPVA, material escolar e, mais tarde um pouquinho, a partir de março, a entrega da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF). Esta, sem sombra de dúvidas, é uma das mais difíceis de se cumprir, já que envolve muita dedicação para se analisar por conta própria as recentes mudanças anunciadas pela Receita Federal e sem o auxílio de um especialista as chances de errar aumentam consideravelmente. Apenas no ano passado 1,32 milhão de contribuintes caíram na malha fina, a maior parte por cometer erros básicos. Por isso, muitos ficam inseguros em fazer a própria declaração.

A partir deste ano, a resposta para contribuintes de todas as partes do Brasil que se sentem inseguros ou simplesmente buscam um profissional competente e confiável para fazer a sua declaração de imposto de renda – pelo preço que estão dispostos a pagar pelo serviço – está no portal de e-marketplace DeclareFácil (www.declarefacil.com.br), que acaba de entrar no ar. A proposta do serviço inédito no Brasil é oferecer uma série de profissionais que realizem a tarefa com rapidez, qualidade e muita segurança. “Tudo é feito por meio do próprio portal, desde a escolha do profissional e a negociação do preço a pagar pelo serviço até o fornecimento dos documentos e do recibo de entrega da declaração à Receita Federal”, explica Vicente Sevilha, CEO do portal DeclareFácil.

Como funciona o DeclareFácil

Se o declarante quiser contratar um consultor pelo DeclareFácil, o primeiro passo é descobrir qual o seu perfil de contribuinte, ou seja, o grau de complexidade da declaração dele, por meio de um formulário com questões de múltipla escolha como “Você tem dependentes?” e “Você é proprietário de empresa?”. Em seguida, o portal apresenta a ele uma lista de consultores que podem auxiliá-lo a fazer a sua declaração, daí ele escolhe um deles de acordo com o tipo de declaração, preço, notas que o consultor recebeu de outros clientes etc.

Definido o profissional, o usuário efetua o pagamento dos honorários, que variam conforme o consultor escolhido, por meio do próprio portal, que retém a quantia até que ocorra a liberação dela pelo próprio declarante ao prestador do serviço, assim que a tarefa for concluída. O fornecimento dos documentos, bem como a troca de informações entre o declarante e o consultor para o preenchimento da declaração se dá de forma digital pelo próprio portal. Simples assim, os papéis são escaneados ou fotografados e salvos em arquivos. Feito o upload para o site, eles ficam à disposição do consultor.

Confiança:

Para garantir a qualidade do serviço prestado e reduzir a chance de possíveis falhas, a declaração de cada usuário, antes de ser entregue à Receita Federal, é conferida por um software exclusivo do portal DeclareFácil, para verificar se há discrepâncias ou erros de cálculo. Esse é um dos ‘pulos do gato’ do serviço, verificar se a declaração de imposto de renda está preenchida de forma coerente, além do fato de que o declarante não necessita sair de casa para fornecer os documentos pessoalmente nem sequer acessar o site do Fisco para efetuar a entrega dela.

“Tudo rápido, com qualidade, muita segurança e sem perda de tempo, dispensando de uma vez por todas a dor de cabeça de se buscar um profissional de confiança ou a indicação de um por amigos para realizar a tarefa. O contribuinte tem apenas o trabalho de fornecer as informações e os documentos. Apenas isso”, afirma o CEO do portal Declare Fácil.

Serviços gratuitos

Além de facilitar a vida do contribuinte brasileiro e permitir que profissionais de todo o país tenham uma renda extra, por meio da divulgação e contratação dos seus serviços pelo portal de e-marketplace, o DeclareFácil oferece gratuitamente vídeos explicativos e tutoriais para quem deseja fazer a própria declaração, bem como fóruns, tira-dúvidas e até a possibilidade de realizar a checagem dos dados do documento do ano anterior.

Ou seja, independentemente de contratar ou não um consultor pelo DeclareFácil, qualquer pessoa pode fornecer uma cópia da declaração de IRPF do exercício 2013, ano-calendário 2012, para que seja analisada a consistência dela pelo software exclusivo do DeclareFácil. Depois, um relatório analítico é enviado para o e-mail do declarante. “Isso pode ajudá-lo a perceber pontos frágeis e a corrigi-los na declaração do exercício 2014, ano-calendário 2013”, revela o CEO do portal DeclareFácil, Vicente Sevilha.

* Fonte: Assessoria de Imprensa do DeclareFácil

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 25/02/2014 16:27
IRPF/2014: Declarefácil ajuda contribuinte a fazer declaração

:: 24/02/2014 10:01
IRPF: Receita exige certificado digital para preenchimento automático




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
STJ lança nova ferramenta de consulta processual

PRÓXIMA
IRPF: Receita exige certificado digital para preenchimento automático




Inventário de ativos de TI vira serviço na Compusoftware

O gerenciamento de ativos de hardware e software é uma ação que vai além de minimizar o uso de ferramentas ilegais. Ele permite a elaboração de uma política de controle e reduz gastos em tempos de crise, afirma Adriano Vieira, COO da companhia.


Linha do BNDES para TICs financiou mais de R$ 79 milhões na região Sul

A iniciativa - BNDES MPME Inovadora, em parceria com a ABES, foi criada em agosto do ano passado e já tem mais de 53 contratos fechados. Por meio de parceiros como o BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), a linha concede financiamento de até R$ 20 milhões para empresas de tecnologia que apresentarem características inovadoras e faturamento inferior a R$ 90 milhões por ano.


Fábrica de software da Globalweb Corp é certificada no MPS-SW da Softex

São atendidas por meio da fábrica de software, clientes como Caixa Econômica Federal e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Grau alcançado foi o C, exigido para atender aos editais de governo e similar ao modelo norte-americano CMMI (Capability Maturity Model Integration).


eSocial: PMEs 'relaxam' com os adiamentos seguidos do Governo

Expectativa do mercado, agora, é que entre o final de janeiro e fevereiro, o governo libere, enfim, a versão final do manual com as instruções e os layouts para que as empresas se adaptem. Início das operações oficiais do eSocial ficaria para 2016.


Cobertura em vídeo do Convergência Digital


Segurança cibernética: cadê os profissionais brasileiros?

Estudo aponta que esse especialista é raro no país.

» Big data: uma carreira próspera em tempos de crise
» Foi demitido? Tente não se desesperar

VII Fórum Executivo de TI 2014 - Cobertura especial do Convergência Digital
Petrobras avança no uso do big data

O gerente-executivo de TI e Telecom, Álvaro Martins, diz que há três projetos em andamento na companhia para a análise de dados em tempo real. Também adverte: "Não dá mais para tratar TIC como antes. Não dá para entregar aplicação rápida, se não garantir o mínimo de gestão".

» Distribuidora Ducsa usa o big data para conhecer melhor o cliente
» Simplificar é segredo do sucesso na área de Inovação em TI
» Cloud computing superou a fase dos projetos pilotos
» Grupo Ação cria unidade para treinar profissionais
» Orçamento de TI deve crescer 5% em 2015 no Brasil

Clique aqui e veja a cobertura completa


Veja edição 11 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 11

Na discussão sobre o que vai prevalecer — fibra óptica ou rádio — na construção das infraestruturas, vence quem souber explorar o que cada tecnologia tem de melhor a oferecer.

Veja também: Cidades Digitais: Governo convoca provedores; A transição da IANA foi destaque no ICANN#51; Billing das coisas: quando cobrar certo será o diferencial; e muito mais.

Clique aqui para ver outras edições





Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!