TELECOM

Com rede Fon, Oi dispara e fica com 91,5% do mercado Wi-Fi no Brasil

Ana Paula Lobo* ... 02/09/2013 ... Convergência Digital

A Anatel incorporou os hotspots da Fon à rede da Oi que pulou de 18.611 hotspots, no 2º trimestre, para 61.815, em agosto. A parceria com a Fon, provedora mundial de wi-fi compartilhado e que chegou à América Latina por meio dessa aliança comercial, foi firmada em 2011. Na segunda posição do ranking, e bem distante, está a Net, com 3503 hotspots. A TIM foi a tele móvel que mais cresceu no período: passou de 84 para 250 hotspots, mas também fica bem longe da Oi.

Os dados, contabilizados pelo portal Teleco, mostram que o Brasil atingiu a marca de 67.537 hotspots privados em agosto, segundo a contabilidade da Anatel. A operadora privada Linkel, segundo a agência reguladora, está na terceira posição com 1640 hotspots. A Vivo aparece com 175 hotspots, mas não altera a sua presença desde maio. A Sercomtel soma 132 pontos. Em maio, eram 119 hotspots.

Nos hotspots públicos, contabilizados pela JiWare, classificada pelo Teleco como a única fonte pública disponível como fonte de dados, o país chegou a 4221 hotspots públicos. Mas o próprio Teleco diverge dessa métrica, ao constatar que a maioria dos hotspots das Linktel não está contabilizada. Segundo o Teleco, hoje, há cerca de 6 mil hotspots públicos no país.

Os dados servem para mostrar que de 2009 para cá, pouco se fez no Wi-Fi público. São Paulo segue à frente com 2.567 hotspots, mas em 2009, eram 2.446, o que denota um baixo crescimento em cinco anos. Na segunda posição aparece o Rio de Janeiro com 490. Em 2009, eram 460. O Paraná está na terceira posição com 167 hotspots. Eram 150, há cinco anos.

Numa comparação mundial, o Brasil segue muito, muito atrás no ranking mundial com 0,7% dos 826.480 hotspots, contabilizados em mais de 140 países A China, por exemplo, de acordo com o JiWare, tem 104.106 hotspots. A Rússia, 16.829. A Coreia do Sul lidera o mercado com 186.758. O Reino Unido aparece com 182.654 e os Estados Unidos com 143.645.

*Fonte: portal Teleco - www.teleco.com.br


Teles trocam multas por Wi-Fi gratuito no Maranhão

Claro, Vivo e TIM fecharam acordo com o Procon e vão oferecer serviços de Internet nos maiores terminais de ônibus de São Luís. Operadoras somavam R$ 14 milhões em multas por má qualidade de serviço.

Rede de cobre ainda concentra 53% da banda larga no Brasil

Embora Anatel e as teles sustentem que as concessões do STFC perderam atratividade, os grupos econômicos das concessionárias controlam 86,9% dos acessos à internet. Já na telefonia fixa, os resultados ruins se avolumam.

Europa define fim do roaming e faz lei 'flex' para neutralidade de rede

Acordo entre o Conselho da União Europeia e o Parlamento Europeu definiu que o roaming termina no dia 15 de junho de 2017.

Anatel prorroga prazo de indicações ao Conselho de Usuários

Edital prevê sete vagas para pessoas ou órgãos representativos dos consumidores, além de outras duas vagas para operadoras, sendo uma delas para empresas de pequeno porte.


Veja edição 13 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 13

Em ritmo acelerado


Pesquisa inédita encomendada pela Abranet ao Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação mostrou a relevância do segmento de Internet, cujas empresas faturaram R$ 144,7 bilhões em 2014. No período de 2012 a 2014, foram gerados 51.180 novos postos de trabalho, um incremento de 17,5%.

Clique aqui para ver outras edições

  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G