INOVAÇÃO

FINEP lança edital de R$ 640 milhões para Parques Tecnológicos

Da redação ... 05/07/2013 ... Convergência Digital

O ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e a FINEP - Agência Brasileira da Inovação lançam, na próxima semana, edital de R$ 640 milhões voltado a parques tecnológicos em operação e em estágio de implantação. A chamada se destina ainda a empresas residentes nos parques ou em incubadoras. O objetivo do edital é atender ao Programa Nacional de Apoio às Incubadoras e Parques Tecnológicos do Governo Federal, que tem como meta elevar a produtividade e a competitividade da economia brasileira, através da ampliação do patamar de investimentos e de maior apoio para projetos de risco tecnológico.

Os recursos serão concedidos por meio de três instrumentos. O primeiro, de R$ 90 milhões em recursos não reembolsáveis, vai apoiar parques tecnológicos em operação e em processo de implantação, de forma a viabilizar a consolidação do projeto do parque.As propostas deverão ser encaminhadas até o dia 17 de agosto via Formulário de Apresentação de Propostas (FAP´s), que estará disponível no site da FINEP a partir de 29 de julho.

É obrigatório o envio de uma cópia impressa da proposta até o dia 18 de agosto. No caso dos parques em operação, serão apoiados projetos de no mínimo R$ 6 milhões até o limite de R$ 14 milhões. Já para propostas de parques em fase de implantação, o valor mínimo é R$ 2 milhões e o máximo R$ 5 milhões. Esse instrumento prevê, ainda, contrapartida financeira de 20% do valor pleiteado à FINEP.

A defesa oral dos projetos classificados na primeira fase ocorrerá a partir do dia 30 de setembro. O resultado final da chamada pública será divulgado a partir do dia 21 de outubro. Também destinado a parques tecnológicos em operação e em implantação, o segundo instrumento oferecerá  R$ 500 milhões em crédito. Neste caso, a solicitação de recursos ocorrerá respeitando o procedimento atual de análise de propostas adotado pelo programa INOVA Brasil.

Já o terceiro instrumento, de R$ 50 milhões, é destinado a empresas apoiadas por Incubadoras e parques tecnológicos, ou ainda graduadas até dois anos, através de participação no capital e apoio gerencial. Para essas empresas, a FINEP oferece ainda possibilidades de captação de recursos reembolsáveis por meio de seus programas INOVA Brasil e INOVACRED.

Fonte: FINEP


Lares inteligentes: Teles entram na briga por um mercado estimado em US$ 3 bi em 2020

O gerente de Novos Negócios da Oi, Leonardo Gadelha, diz que startups são parceiras nesse novo segmento. "Internet das Coisas é a tecnologia da próxima decáda", sustenta.

SINIAV não sai do papel e Brasil perde chance de liderar megapiloto em Internet das Coisas

Implantação do programa - que prevê colocar chips em toda a frota de carros do Brasil, estimada em 50 milhões de chips ativos - não vai começar em 30 de junho, como determinado pelo governo federal.

Planejamento lança tradutor de conteúdos digitais para surdos

Versão foi elaborada em conjunto com a Universidade Federal da Paraíba.

Certificado digital é a porta para massificar o voto online

Meta da SCYTL é triplicar o uso de chaves especiais no Brasil e alcançar seis milhões de eleitores online.

Em 2020, mais de 1,6 zettabytes armazenados a partir da IoT

Volume imenso de dados determina uma reestruturação dos fornecedores de software e hardware.

Biometria está presente em mais da metade dos ATMs bancários no Brasil

Febraban diz que 60% dos ATM fazem uso de diferentes tipos de identificação biométrica do cliente, um montante 20% superior ao registrado em 2013.

Corporações dão vida à Internet das Coisas

Pesquisa mostra que 60% dos objetos conectados são usados nas empresas.



  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G