Convergência Digital - Home
Network Eventos
Veja mais informações do Fórum TIC Brasil

Com desoneração da folha, empresas de TI são pressionadas a renegociar preços

Convergência Digital - Cobertura Especial Fórum TIC Brasil
Luis Osvaldo Grossmann - 20/03/2013

Por essa o mercado não esperava, mas depois de lutar anos pela desoneração da folha de pagamentos no setor de tecnologia da informação, as empresas que têm contratos com o governo estão se deparando com um efeito colateral do sucesso dessa empreitada: renegociação de preços. 

O tema tem preocupado coletivamente o setor, tanto é que a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) está negociando com o Ministério da Fazenda para evitar maiores perdas. 

O diretor de relações institucionais da Brasscom, Edmundo Oliveira, admitiu durante o Fórum TIC Brasil, organizado pelo portal Convergência Digital e a Network Eventos,  nesta quarta-feira 20/03, em Brasília, que existe a preocupação e a negociação – mas, por conta das conversas em andamento, preferiu não adiantar maiores detalhes.

Já é sabido, porém, que a Petrobras e a Caixa Econômica Federal começaram a pressionar fornecedores para que a desoneração da folha tenha reflexo em contratos já firmados. A Federação Nacional de Informática (Fenainfo) chegou a enviar ofício às duas estatais questionando a prática. 

Na lógica do mercado, não fazia parte dos planos do governo que os ganhos com a desoneração – que substituiu a contribuição de 20% sobre a folha por uma alíquota de 2% sobre o faturamento – fossem apropriados pelo próprio Estado, ainda que na forma das empresas públicas. 

Mas como sustentou o auditor do TCU, Claudio Cruz, o órgão de controle externo é favorável ao esforço das estatais. “Se existe possibilidade de redução de custos nos contratos da administração pública, o administrador está obrigado, não é opcional, a perseguir essa possibilidade”, afirmou. 

O presidente da Unisys no Brasil, Agostinho Rocha, lembrou, no entanto, que embora possa haver espaço para renegociações, alguns princípios precisam ser respeitados. “Os contratos foram feitos antes da desoneração então há, talvez, oportunidade de se perseguir uma otimização. Mas isso não pode perder o equilíbrio do contrato feito, entendendo que o setor privado precisa ter lucro para que o negócio possa crescer. A negociação tem que ser boa para os dois lados.”

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

24/08/2015
Certificações internacionais valerão em compras públicas de Informática

07/08/2015
Órgãos públicos têm até 2017 para incorporar auditoria de TICs

07/08/2015
Defesa vai exigir acesso a código-fonte em contratos

05/08/2015
Governo decide auditar equipamentos de comunicação através do Inmetro

04/08/2015
Software de prateleira será a próxima compra conjunta do governo

04/08/2015
Seal Telecom monta estratégia para entregar ativos de rede ao Governo

11/05/2015
TCU: Baixa qualificação dos gestores públicos de TI é preocupante

11/05/2015
TCU defende índice próprio de TI para reajuste de contratos no governo

07/05/2015
Governo republica edital de videoconferência estimado em R$ 169 milhões

17/04/2015
TCU manda Correios anular pregão de rede IP que passou de R$ 783 milhões

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Convergência Digital e a Network Eventos disponibilizam a 1ª edição da revista eletrônica do Fórum TIC Brasil.

Clique e boa leitura!
Destaques
Destaques

USP contabiliza os ganhos do uso da computação na nuvem

Instituição é a primeira a utilizar de forma intensiva as aplicações baseadas em cloud, contratada junto à Citrix. Para o gerente de infraestrutura de TI da USP, Cyrano Rizzo, que participou do Forum TIC Brasil 2013, um dos pontos-chaves para a adoção de cloud é definir a orquestração.

TV digital: indústria brasileira está 'perdendo o bonde'

Para André Barbosa, um dos responsáveis pela implantação do SBTVD, o padrão nipo-brasileiro de TV Digital e superintendente de Comunicação da EBC, a indústria já perdeu vez para fornecer equipamentos para os países latino-americanos. Mas agora tem a chance de virar o jogo com o uso do padrão na África.

Para a AMD, smartphone conduz o acesso à nuvem

Para o vice presidente corporativo da  AMD, Andrew Feldman, o acesso à nuvem já chegou às mãos de um bilhão de pessoas. “Um processador de 9 dólares no telefone dá acesso ao mundo”, avaliou ele ao participar do Fórum TIC Brasil. 

Olivetti retorna ao Brasil com fabricação de tablets e modems 3G/4G

Empresa italiana retoma seus planos de produção fabril apostando na mobilidade. Os tablets para varejo, manufaturados na Microboard, em Minas Gerais, chegam ao mercado em maio. Os dispositivos corporativos serão lançados no segundo semestre.

Brasil vai ganhar R$ 90 bilhões se virar hub da nuvem na AL

Estimativa é da Brasscom, que destaca o peso do país (58%) no mercado latino-americano de datacenters, mas lamenta a ausência de políticas unificadas e de longo prazo para atrair investimentos no setor. Para entidade, deveriam ser criadas ‘zonas francas’ que favoreçam a instalação dos centros de dados. 

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site