INOVAÇÃO

Empresas brasileiras aderem ao BYOD, mas pecam na definição da estratégia

Convergência Digital ... 24/01/2013 ... Convergência Digital

Estudo elaborado pela Associação Brasileira de ebusiness (ebusiness Brasil) - com 200 líderes de empresas brasileiras - mostra que 48% das corporações vão permitir que seus funcionários usem dispositivos móveis pessoais no ambiente corporativo nos próximos dois anos. Também mostra que, hoje, 39% das organizações já permitem o BYOD ( Bring your own Device) e, por tabela, já contabilizam os ganhos dessa convergência.

O levantamento apura que os benefícios apontados pelos profissionais são: a mobilidade - com 78% das respostas; a liberdade na decisão do usuário em escolher o dispositivo (44%) e a redução de custos com dispositivos (42%). Dado importante do estudo: 38% admitiram o aumento na produtividade dos funcionários.

Mas nem tudo são flores. A pesquisa apura que 69% ainda acreditam que o uso de dispositivos móveis pessoais traz risco à segurança dos dados corporativos. E nesse ponto, um ponto falho da estrutura de TI: muitas organizações admitem que suas equipes não estão preparadas para atender os requisitos de proteção e de adoção de políticas de segurança da Informação.

A análise da ebusiness Brasil relata ainda que que a decisão de adoção do BYOD sofre pouca influência das áreas jurídicas e de Recursos Humanos (RH). Apenas 30% disseram ter alinhado a iniciativa da prática com estas áreas. Importante também perceber que 49% afirmam que a área de TI não costuma gerenciar a nova tendência. Apenas 34% disseram focar o gerenciamento somente na informação de dados como e-mails, documentos e afins. A pesquisa foi realizada em novembro de 2012 e a maioria dos entrevistados trabalha em empresas de grande porte, com receita acima de R$ 300 milhões, do segmento industrial (57%).


Cloud Computing
Cloud salva vendas de fornecedores de TI no 1º trimestre

Em meio à estagnação da economia global, a venda de infraestrutura para computação em nuvem tem forte impulso e respondeu por 30% do orçamento de TI.

Professores buscam financiamento para aulas de código com robôs em escolas

Projeto é inspirado no americano Hora do Código. Tentativa é angaria R$ 100 mil via crowdfunding.

Com serviços caros e ultrapassados, bancos estão fadados ao fracasso

O alerta foi feito por Chris Skinner, uma das personalidades mais influentes no setor financeiro mundial, durante o CIAB 2015, em São Paulo. "O modelo atual não funciona mais. É hora de repensar. As empresas digitais chegaram", sustentou.

BNDES conduz PPP de troca de 620 mil lâmpadas na cidade de São Paulo

Banco priorizará conteúdo local e quer estimular parcerias entre fabricantes de luminárias e empresas de semicondutores.

Utilities se unem para testar smart grid no Paraná

Para a Copel, distribuidora de energia do Estado, as redes móveis não são a melhor opção para a transmissão de dados, uma vez que há problemas de disponibilidade, de latência e queda de links.

Inovação no Brasil agoniza com 'burrocracia' na concessão de patentes

Brasil não consegue avançar na reestruturação da área e um pedido leva, em média, 11 anos para ser concedido. No mundo, esse prazo é de, no máximo, três anos. Maior parte das empresas busca, então, os Estados Unidos.

Hardware será protagonista na Internet das coisas

Diretor de Internet das Coisas da Intel Brasil, Max Leite, diz que país é prioridade, mas precisa ser mais veloz nas ações de fomento para garantir os investimentos.

Lares inteligentes: Teles entram na briga por um mercado estimado em US$ 3 bi em 2020

O gerente de Novos Negócios da Oi, Leonardo Gadelha, diz que startups são parceiras nesse novo segmento. "Internet das Coisas é a tecnologia da próxima decáda", sustenta.



  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G