Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Inovação

Empresas brasileiras aderem ao BYOD, mas pecam na definição da estratégia

:: Convergência Digital
:: Convergência Digital :: 24/01/2013

Estudo elaborado pela Associação Brasileira de ebusiness (ebusiness Brasil) - com 200 líderes de empresas brasileiras - mostra que 48% das corporações vão permitir que seus funcionários usem dispositivos móveis pessoais no ambiente corporativo nos próximos dois anos. Também mostra que, hoje, 39% das organizações já permitem o BYOD ( Bring your own Device) e, por tabela, já contabilizam os ganhos dessa convergência.

O levantamento apura que os benefícios apontados pelos profissionais são: a mobilidade - com 78% das respostas; a liberdade na decisão do usuário em escolher o dispositivo (44%) e a redução de custos com dispositivos (42%). Dado importante do estudo: 38% admitiram o aumento na produtividade dos funcionários.

Mas nem tudo são flores. A pesquisa apura que 69% ainda acreditam que o uso de dispositivos móveis pessoais traz risco à segurança dos dados corporativos. E nesse ponto, um ponto falho da estrutura de TI: muitas organizações admitem que suas equipes não estão preparadas para atender os requisitos de proteção e de adoção de políticas de segurança da Informação.

A análise da ebusiness Brasil relata ainda que que a decisão de adoção do BYOD sofre pouca influência das áreas jurídicas e de Recursos Humanos (RH). Apenas 30% disseram ter alinhado a iniciativa da prática com estas áreas. Importante também perceber que 49% afirmam que a área de TI não costuma gerenciar a nova tendência. Apenas 34% disseram focar o gerenciamento somente na informação de dados como e-mails, documentos e afins. A pesquisa foi realizada em novembro de 2012 e a maioria dos entrevistados trabalha em empresas de grande porte, com receita acima de R$ 300 milhões, do segmento industrial (57%).

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 01/09/2014 18:57
MP do Rio exige que Google e Apple só vendam apps adequados ao Marco Civil

:: 29/08/2014 10:00
Com GVT, Telefônica escala e acirra briga com Oi e Embratel

:: 29/08/2014 07:58
Compra da GVT pela Telefônica pode levar até três meses

:: 28/08/2014 18:47
Orçamento prevê R$ 1,2 bi para satélite, cabo submarino e rede da Telebras

:: 28/08/2014 16:40
Compra da GVT deve ter análise restrita à competição

:: 28/08/2014 11:16
Preço do trânsito Internet caiu 32% e está abaixo da média na América Latina

:: 28/08/2014 09:41
Leilão pela GVT chega aos R$ 22,35 bilhões

:: 27/08/2014 18:30
Oi, ao mirar a TIM, obriga Telefônica e Telecom Italia a gastar mais com a GVT

:: 27/08/2014 16:30
Acesso gratuito às redes sociais não fere a neutralidade de rede

:: 27/08/2014 16:20
Smartphone permite ao jovem brasileiro a ficar 100% conectado




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
CPqD investe em comunicação IP e firma parceria com a Datacom

PRÓXIMA
Lixo eletrônico: OIT cobra regulamentação na América Latina




Veja a segunda edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC . nº 2


Nesta segunda edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade dos gestore de TI: o BIG DATA

A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina.

Clique aqui para ver outras edições


CPqD desenvolve bateria para projeto de carro elétrico esportivo
:: 26/08/2014 :: Inovação

Veículo da empresa Electric Dreams terá sistema avançado de armazenamento de energia e níveis de aceleração muito altos


Brasileiros assumem vício no uso dos tablets e smartphones
:: 12/08/2014 :: Inovação

O smartphone aparece na terceira posição no item mais importante numa mala de férias.


CPqD, com apoio do BNDES, desenvolve amplificador óptico submarino
:: 11/08/2014 :: Inovação

Projeto tem como base a tecnologia de fotônica integrada e deverá estar concluído em três anos. O novo amplificador óptico submarino irá operar com largura de banda alta, de 80 nanômetros (nm) - capacidade que permite passar mais de 200 canais de 100 Gbps cada um.





A era da Internet de todas as coisas
:: Por Juliana Ferreira*

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Startups podem fugir do 'labirinto legal' brasileiro

Além do suporte especializado para lidar com a burocracia que sufoca negócios iniciantes, Brasil começa a contar com instrumentos que facilitam a vida tributária das startups.
Assista a palestra de Ivandick Rodrigues, da Bessa Advogados
Clique aqui e veja a cobertura completa do U-Start Conference Brasil 2014





Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!