Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Segurança

Segurança: Usuário brasileiro é imaturo e desconhece riscos

:: Da redação
:: Convergência Digital :: 07/05/2012

O Brasil está entre os países nos quais o mercado de segurança residencial apresenta maior crescimento no mundo. De acordo com estudo da Frost & Sullivan, o segmento de segurança da informação para o usuário final se manterá aquecido nos próximos anos, é esperado uma taxa média de crescimento anual de 12,4% entre 2010 e 2016.

No ano passado, o segmento apresentou um crescimento de 15,1%, resultando em um faturamento total avaliado em R$ 88 milhões. Até 2016, as expectativas permanecem otimistas, prevendo um faturamento de R$ 154 milhões.

As empresas que tiveram maior destaque dentro deste mercado foram McAfee, Symantec, Trend Micro, Panda Security e Kaspersky, sendo que McAfee e Symantec, juntas, somaram pouco mais de 70% das vendas do segmento de segurança para usuários finais em 2011.

"O mercado de usuários finais brasileiro ainda está muito imaturo, principalmente no que diz respeito ao conhecimento das ferramentas de segurança e sobre a necessidade de soluções de proteção mais robustas. O crescente uso de redes sociais e de serviços online tornam os usuários cada vez mais vulneráveis e o campo ainda mais propício para a atuação de malwares num país que já se encontra dentre os líderes mundiais de ataques maliciosos", adverte Izabela Januário, analista de mercado da Frost & Sullivan.

Soluções de segurança gratuitas ficaram em evidência na amostra analisada, representando mais de 50% dos entrevistados. Identificou-se, também, que na escolha de soluções gratuitas o fator decisivo foi a opinião de outros indivíduos. No caso de soluções pagas este fator foi também o mais relevante, todavia em menor escala, já que os serviços oferecidos e a imagem da marca tiveram um papel importante.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 23/04/2014 14:36
Velocidade média da Internet é de 2,7 Mbps no Brasil, 83ª do mundo

:: 23/04/2014 12:42
Presidenta cobra Internet democrática e igualdade entre os países

:: 23/04/2014 12:40
Dilma sanciona Marco Civil, mas mantém polêmica sobre a privacidade

:: 22/04/2014 12:06
Contra “pressão”, Luiz Henrique desiste de relatar o Marco Civil

:: 17/04/2014 16:05
Apps móveis: pelo menos 6 mil seguem impactados pelo Heartbleed

:: 15/04/2014 13:12
Neutralidade não mobiliza debates no NetMundial

:: 14/04/2014 17:20
Depois de pagar, velocidade de acesso ao Netflix aumenta 65% na Comcast

:: 14/04/2014 14:55
FNDE adota BYOD com capacidade para até 4,5 mil acessos simultâneos

:: 14/04/2014 11:29
Depois de quebra do sigilo da urna, TSE evita novos testes

:: 14/04/2014 11:23
Empresas correm para estancar os prejuízos do Heartbleed




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Procuradoria da República mantém veto ao voto impresso

PRÓXIMA
Ataques por malwares crescem 81% e são os vilões da Internet




Depois de quebra do sigilo da urna, TSE evita novos testes
:: 14/04/2014 :: Segurança

No lugar dos testes públicos da urna eletrônica, a Justiça Eleitoral decidiu criar um grupo de trabalho interno para “elaborar um plano nacional de segurança do voto informatizado”. Professor que liderou a bem sucedida equipe da UnB se surpreende: “Isso já não deveria ter sido feito há muito tempo?”


Empresas correm para estancar os prejuízos do Heartbleed
:: 14/04/2014 :: Segurança

Projeções dão conta que mais de 500 mil servidores já foram atingidos pela falha grave de segurança. Os dispositivos móveis não estão imunes.


Wikileaks, CPI e promessas: ações contra espionagem caíram no vazio
:: 09/04/2014 :: Segurança

O que começou com uma declaração indignada na ONU contra a 'xeretice' indiscriminada dos EUA não tem, dez meses depois, nada de concreto como resposta no Brasil. O relator da CPI da Espionagem no Senado, Ricardo Ferraço (PMDB/PE), admitiu: "não vai dar em nada".


Brasil possui 500 mil roteadores com brechas para ataques
:: 03/04/2014 :: Segurança

Globalmente, de acordo com pesquisa ad nominum, há 24 milhões de roteadores domésticos com proxies de DNS abertos.



Espionagem: Será que os EUA estragaram tudo?
:: Por Leonardo Metre*

As tecnologias de monitoramento podem e devem servir a um bom propósito em uma linha tênue entre a aplicação da lei e a violação da mesma, mas o jogo de gato e rato estará sempre presente na adequação dos governos às novas tecnologias.


Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital


Veja as edições da revista digital do Convergência Digital
Revista eletrônica do Convergência Digital
Clique aqui para ver todas as edições




Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!