Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Segurança

Segurança: Usuário brasileiro é imaturo e desconhece riscos

:: Da redação
:: Convergência Digital :: 07/05/2012

O Brasil está entre os países nos quais o mercado de segurança residencial apresenta maior crescimento no mundo. De acordo com estudo da Frost & Sullivan, o segmento de segurança da informação para o usuário final se manterá aquecido nos próximos anos, é esperado uma taxa média de crescimento anual de 12,4% entre 2010 e 2016.

No ano passado, o segmento apresentou um crescimento de 15,1%, resultando em um faturamento total avaliado em R$ 88 milhões. Até 2016, as expectativas permanecem otimistas, prevendo um faturamento de R$ 154 milhões.

As empresas que tiveram maior destaque dentro deste mercado foram McAfee, Symantec, Trend Micro, Panda Security e Kaspersky, sendo que McAfee e Symantec, juntas, somaram pouco mais de 70% das vendas do segmento de segurança para usuários finais em 2011.

"O mercado de usuários finais brasileiro ainda está muito imaturo, principalmente no que diz respeito ao conhecimento das ferramentas de segurança e sobre a necessidade de soluções de proteção mais robustas. O crescente uso de redes sociais e de serviços online tornam os usuários cada vez mais vulneráveis e o campo ainda mais propício para a atuação de malwares num país que já se encontra dentre os líderes mundiais de ataques maliciosos", adverte Izabela Januário, analista de mercado da Frost & Sullivan.

Soluções de segurança gratuitas ficaram em evidência na amostra analisada, representando mais de 50% dos entrevistados. Identificou-se, também, que na escolha de soluções gratuitas o fator decisivo foi a opinião de outros indivíduos. No caso de soluções pagas este fator foi também o mais relevante, todavia em menor escala, já que os serviços oferecidos e a imagem da marca tiveram um papel importante.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 18/12/2014 13:04
Smartphones 'engolem' os PCs e queda nas vendas é de 25%

:: 17/12/2014 18:16
Câmara tira vantagem de produtos com tecnologia nacional em licitações

:: 17/12/2014 11:33
Com 4G à mesa, OMC questiona política industrial do Brasil

:: 17/12/2014 11:00
Com baixa infraestrutura digital, Brasil fica em 34º em ranking global

:: 16/12/2014 10:04
Compras governamentais: parte do Governo briga pela tecnologia nacional

:: 16/12/2014 10:03
2015 será mais um ano difícil para a Segurança da Informação

:: 16/12/2014 10:00
Governo tira estímulo ao software livre de norma sobre Segurança da Informação

:: 15/12/2014 16:20
Maioria dos brasileiros rejeita pagar por aplicativo na Internet

:: 15/12/2014 13:33
eSocial: Governo publica decreto que oficializa novo regime

:: 12/12/2014 15:40
Calendário inviabiliza 4G em 700 MHz para Olimpíadas no Rio de Janeiro




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Procuradoria da República mantém veto ao voto impresso

PRÓXIMA
Ataques por malwares crescem 81% e são os vilões da Internet




2015 será mais um ano difícil para a Segurança da Informação

Especialistas apontam que o comportamento do usuário será o grande diferencial para a redução dos ataques, pois a privacidade continuará sacrificada em nome dos aplicativos. Internet das Coisas e Big Data entram na lista das prioridades.


Governo tira estímulo ao software livre de norma sobre Segurança da Informação

Novo texto cria novos conceitos, como ‘custodiante da informação’ e amplia a exigência de criptografia com algoritmo de Estado.


Shellshock: Depois do Unix, malware mira ambientes Linux

Ataques além da plataforma Windows deverão crescer de forma significativa em 2015, revela previsão do MacAfee Labs. A Internet das Coisas e os dispositivos móveis vão vira alvos 'prediletos' dos cibercriminosos.


Dois trojans brasileiros estão no top três de ameaças ao sistema financeiro

Estudo do Kaspersky Lab revela que mais de 300 mil usuários foram afetados e colocam o país na liderança dos ataques, seguido da Rússia e da Alemanha. Roubo de carteiras biticoin aparecem na segunda posição. Vulnerabilidade no Oracle Java é uma das maneiras mais usadas para ataques.



FBI não gostou do iPhone 6: ele dificulta os serviços de espionagem
:: Por Wilians Geminiano*

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital



Veja a segunda edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC . nº 2


Nesta segunda edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade dos gestores de TI: o BIG DATA

A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina.

Clique aqui para ver outras edições




Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!