SEGURANÇA

Conficker segue sendo o grande vilão para as corporações

Da redação ... 27/04/2012 ... Convergência Digital

O worm Conficker – programa malicioso que se replica e espalha para outros computadores – foi detectado cerca de 220 milhões de vezes em todo o mundo nos últimos dois anos e meio, tornando-se uma das maiores ameaças para as empresas. De acordo com relatório divulgado pela Microsoft, as detecções trimestrais do worm aumentaram em mais de 225% desde o início de 2009. Somente no quarto trimestre do ano passado, ele foi detectado em 1,7 milhão de sistemas em todo o mundo.

A pesquisa mostrou ainda que 92% das infecções resultaram de senhas fracas ou roubadas, e 8% exploravam vulnerabilidades. "O Conficker é um dos maiores problemas de segurança que enfrentamos, mas está ao nosso alcance nos defender dele, basta adotar fundamentos básicos de proteção", disse Tim Rains, diretor de computação confiável da Microsoft.

O Brasil tem registrado por muito tempo um índice de detecções superior ao da média em roubo de senhas e ferramentas de monitoramento por causa da prevalência de malwares (ou códigos maliciosos) como Win32/Bancos e Win32/Banker que têm como alvo clientes de bancos. O estudo analisou dados de mais de 600 milhões de sistemas no mundo.


ESPECIAL » ESPIONAGEM DIGITAL
Espionagem: EUA negam pedido de perdão para Edward Snowden

Documento assinado por mais de 167 mil pessoas foi rejeitado pelo governo Obama. Snowden, que denunciou a espionagem a autoridades, entre elas, a presidente Dilma Rousseff, se voltar ao país poderá ser condenado a 30 anos de prisão.


Clique aqui para ver a cobertura completa

Bug no Android: usuários precisam atualizar seus celulares

Mais de 950 milhões de aparelhos no mundo podem ter ficado vulneráveis a uma falha, considerada a 'mais perigosa' já constatada no sistema operacional do Google. E ainda há risco, advertem especialistas.

ESET: Falsos aplicativos roubam 500 mil senhas de acesso ao Facebook

Falsas versões dos jogos utilizavam um trojan (Cavalo de Troia), identificado como "Android/Spy.Feabme". Já foram retirados da loja pelo Google, mas isso não impediu que 500 mil usuários caíssem no golpe.

Mozilla recua e reativa Flash no Firefox

Vulnerabilidades foram corrigidas, de acordo com executivo da Mozilla. Mas trabalho junto aos desenvolvedores para uso maior do HTML5 e do JavaScript prossegue.

Abrir criptografia aos governos é colocar futuro da Internet em jogo

O diretor do FBI, James Comey, quer discutir o uso do recurso nas trocas de mensagens. Especialistas renomados contestam e dizem que falta confiança para abrir dados aos governos.

Interpol mergulha no big data e cria a sua própria ‘dark web’

Policiais da unidade, especializados em crimes cibernéticos, revelam preocupação com o avanço da Internet das Coisas. Redes sociais são alvo de monitoração em tempo real.


Cobertura especial - Segurança - Biometria - Reconhecimento Facial
Bancos brasileiros testam reconhecimento facial

"A informação em tempo real ficou decisiva no combate ao crime", diz  o diretor de Negócios para a área de Governo da NEC Brasil, Massato Takakuwa.

Veja mais desta cobertura especial de segurança

  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G