NEGÓCIOS

Classes C,D e E responderam por 56% das compras online no Brasil

Da redação ... 20/04/2012 ... Convergência Digital

Dos 31 milhões de brasileiros que fizeram compras pela internet em 2011, 56% estão nas classes C, D e E. O mercado de comércio eletrônico faturou R$ 18,7 bilhões no ano passado. Quem quer ganhar o público da classe média não deve ficar de fora da rede. A internet, como destacou o sócio-fundador do site Buscapé, Romero Rodrigues, dá aos proprietários de pequenos negócios chances reais de competir com grandes empresas, durante sua participação no Seminário Internacional sobre Pequenos Negócios, do Sebrae, realizado na capital paulista.

“O pequeno varejo consegue construir e manter uma imagem na internet. E tem vantagens como fazer marketing mais barato e contar com vários lugares gratuitos para anunciar, como sites de comparação de preços, páginas amarelas e classificados. Facilitar a interação social traz cada vez mais resultado”, afirmou Rodrigues.

Os próprios emergentes que passaram a compor a classe média podem ser futuros empreendedores. Um estudo feito pelo Data Popular mostra que seis em cada dez pessoas da classe C querem abrir a própria empresa em algum momento da vida. “O emprego formal nos trouxe até aqui, mas é o empreendedorismo que vai nos levar adiante. A carteira assinada e o concurso público deixam de ser vistos como fim. A classe C os vê apenas como trampolim para chegar ao ponto de abrir o próprio negócio”, enfatizou Meireles.

A maior parte, no entanto, não se sente apta para empreender. A pesquisa do Data Popular mostra que apenas um terço se considera preparado para abrir o próprio negócio. “Muitas dessas pessoas querem empreender. O desafio é como dar asas sustentáveis a esse público. É preciso oferecer assessoria mercadológica, capacitação profissional, cooperativismo, microcrédito, entre outros”, finalizou Marcelo Neri, da FGV.

Dados apresentados no evento mostram que a classe C, responsável por movimentar R$ 1 trilhão na economia brasileira em 2011, consome quase metade do que é vendido em alimentos e bebidas no país e possui metade dos cartões de crédito em operação. As pessoas da classe de renda intermediária correspondem a um universo de 105 milhões de consumidores que podem se tornar compradores dos produtos e serviços das micro e pequenas empresas (MPE).

Fonte: Agência Sebrae


Revista Alianza Latinoamericana de Medios TIC . Novembro 2015
Veja a revista Alianza Latinoamericana de Medios TIC Economia Digital: Está na hora da América Latina estimular o desenvolvimento do ecossistema para aproveitar as possibilidades de um planeta hiperconectado.
Clique aqui para ver outras edições
Resiliência e Segurança
Se a TI parar quanto essa falha vai custar para o seu negócio?

Estudo adverte aos gestores de TI: se a resiliência não for integrada na adoção inicial de cloud, as organizações estarão aceitando riscos, quer realizem isso ou não.

Alcatel Lucent Enterprise quer levar modelo da nuvem para as redes locais

O modelo de pagar por utilização pela porta do switche está sendo trabalhado para ser adotado no Brasil, revela Nuno Ribas, vice-presidente de vendas para a América Latina e Caribe da ALE. Marca Alcatel Lucent permanecerá em uso pela companhia pelo menos até o fim de 2018.

Informática e Comunicação derrubam indústria de eletrônicos em 2015

Como demonstra a Abinee, desempenho do setor foi pior do que da indústria em geral. Apenas entre eletrônicos, o tombo acumulado foi de 30%.


Acompanhe a Cobertura Especial do RioInfo 2015

TIC é a ferramenta para o Brasil superar o momento econômico

Rio Info 2015 projeta gerar R$ 16,5 milhões em novos negócios nos próximos 12 meses, muitos a partir de alianças e parcerias nacionais e internacionais, revelam os diretores do TI Rio, Benito Paret, e da RioSoft, Alberto Blois.


Acompanhe a Cobertura Especial do RioInfo 2015

Acompanhe a Cobertura Especial do EMC Forum 2015

EMC Brasil: 2016 será um ano desafiador para o mercado de TI

Presidente da empresa, Carlos Cunha, salienta que o big data obrigou aos fornecedores pensarem diferente. "Treinei minha equipe para negócios. Não quero mais só vendedores". Já os clientes, o momento é de colocar a mão na massa. "Não basta planejar, é preciso iniciar", acrescentou.


Acompanhe a Cobertura Especial do EMC Forum 2015

  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G