TELECOM

São Paulo vai à justiça contra teles móveis

Da redação ... 18/04/2012 ... Convergência Digital

A Telcomp - Associação Brasileira das Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas,por meio de comunicado, faz sérias críticas à prefeitura de São Paulo que quer, por meio de ações judiciais, retirar cerca de 2.000 antenas de telefonia móvel da capital paulista, instaladas pela Vivo, Claro e Oi. A alegação é que as antenas ocupam de forma desordenado o município e são prejudiciais à saúde da população.

"A argumentação é antiga, não tem fundamento legal e já deveria ter sido superada há muito tempo", sustenta a Telcomp no informe. Segundo ainda a entidade, a legislação vigente garante competência exclusiva à União para legislar sobre radiação envolvendo as comunicações sem fio.

De acordo ainda com a Telcomp, "as redes de comunicação sem fio são estruturadas com pontos inter dependentes. A eliminação de alguns pontos (ou antenas) compromete a comunicação numa área bem mais extensa, prejudicando não só quem está próximo à antena, mas, potencialmente, todos os usuários dos serviços. A proximidade de hospitais e escolas, tendo em vista o efeito neutro sobre a saúde, não é argumento válido para obrigar a retirada de antenas".

“Pergunte a um médico como seria sua vida e a de seus pacientes, se não estiver disponível para atender ao telefone móvel quando estiver num hospital. O mesmo para um estudante, ou sua família, se não puder ter acesso à internet pelo seu tablet ou telefone enquanto estiver na escola. É um contra senso”, afirma João Moura, Presidente Executivo da TelComp.

A entidade, ainda no comunicado, diz que "é absolutamente legítimo que a Prefeitura elabore diretrizes urbanísticas para conciliar a necessidade de implantação de redes com o planejamento urbano, pois afinal a população merece viver numa cidade organizada e bonita", mas diz que muitas formas de fazer o planejamento urbano e conciliar as necessidades de comunicação com o planejamento de cidades, com regras claras, consistentes do ponto de vista legal e com processo transparente e ágil.


Internet Móvel 3G 4G
Bancos vão brigar pelo mercado de apps

Estudo da Celent diz que os bancos reconhecem o canal como de baixo custo e querem ir além dos apps tradicionais, usando big data e geolocalização.

Jorge Salomão deixa o comando da Padtec. André Gualda assume

Novo presidente acumulará, inicialmente, as funções de Diretor Administrativo Financeiro. Empresa nacional de comunicações óptivas passa por um momento de reestruturação.

TV paga: Sky vence round na Justiça contra a Ancine

Decisão favorável à empresa foi concedida pela 3ª turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

Ministério da Justiça notifica TIM por oferta do WhatsApp

Operadora terá prazo de até 10 dias para prestar esclarecimentos. Em nota oficial, TIM diz que enviará as informações requisitadas e que adota uma politica transparente de divulgação das suas ofertas.

Teles mantêm cortes na Internet, mas prometem esclarecer usuários

Empresas levaram ao Governo um compromisso de melhorar a comunicação com seus clientes, mas não abrem mão do fim da franquia de dados. Nos próximos 60 dias, por acordo, não haverá novos cortes.


Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G