TELECOM

Deputados cogitam criar CPI da Anatel

Luís Osvaldo Grossmann ... 18/04/2012 ... Convergência Digital

o apresentar à Câmara dos Deputados alguns resultados de fiscalizações relacionadas a telecomunicações, o Tribunal de Contas da União reconheceu avanços da agência – especialmente na questão da transparência – mas manteve ressalvas a um dos pontos fracos do órgão regulador: a ineficiência na cobrança de multas.

“As sanções não são efetivadas, as multas não são pagas. Esse instrumento não tem sido eficaz, mas é o preferido pela Anatel, quando entendemos que talvez outros mecanismos, como a suspensão de serviços, poderiam ser utilizados”, afirmou o secretario de fiscalização e desestatização do TCU, Maurício Wanderley.

Os números apresentados pelo TCU surpreendeu os deputados da Comissão de Ciência e Tecnologia. Segundo o tribunal, a Anatel tem o pior desempenho entre as agências reguladoras, visto que entre 2008 e 2010, apenas 4% das multas aplicadas foram efetivamente pagas.

“A Anatel aplicou 5,8 bilhões em multas nesses três anos, 2008, 2009 e 2010, mas apenas R$ 250,6 milhões entraram no caixa, ou seja, só 4% delas foram pagas. A Anatel é a agência com o pior desempenho”, demonstrou Maurício Wanderley.

“Essa questão das multas é muito séria e digo mais, vale uma CPI nesta Casa. Multas aplicadas, tratadas de forma sigilosa, então não se sabe o que está em recurso, o que foi perdoado. Portanto, fonte de grandes suspeitas”, atacou o deputado Arolde de Oliveira (PSD-RJ).

Para o presidente da Comissão, Eduardo Azeredo (PSDB-MG), “apenas 4,3% de pagamento é um número que espanta”. Os parlamentares decidiram reconvocar o Tribunal de Contas para uma audiência específica sobre os problemas apontados.


Oi expande Projeto Linhão e leva fibra óptica à região Norte

Iniciativa prevê a construção de 2400 kms de fibra em quatro estados. Investimentos, até agora, são de R$ 32 milhões.

TIM fecha PPP com Copel para massificar uso de small cells no Paraná

Tele negocia um megacordo de compra das pequenas antenas com os seus fornecedores -Ericsson, Huawei e Nokia. A transação foi definida, por Marco di Constanzo, diretor da TIM Brasil, como um 'negócio de bilhões de reais'. No Paraná, as primeiras 100 small cells serão instaladas em poucas semanas.

Brasileiro prefere acessar Wi-Fi público sem registro de login e senha

Pesquisa revela que 55% dos 23 mil pesquisados nunca ou só às vezes desligam seus transmissores de Wi-Fi e ainda permitem que se conectem automaticamente nas redes públicas.

Oi dá o último passo para concretizar venda dos ativos da PT à Altice

Acionistas da PT Portugal autorizaram a transferência de uma dívida de 400 milhões de euros para uma subsidiária da operadora brasileira.


Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G