Home - Convergência Digital

3G: Crescimento da base supera dois dígitos em março no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 17/04/2012

O Brasil fechou março de 2012 com mais de 250,8 milhões de linhas ativas na telefonia móvel e teledensidade de 128 acessos por 100 habitantes. O número absoluto de novas habilitações (3,2 milhões) é o maior registrado em um mês de março nos últimos 13 anos e representa um crescimento de 1,30% em relação a fevereiro, revelaram os dados da Anatel, divulgados nesta terça-feira, 17/04.

O forte impulso também é contabilizado na Terceira Geração. De acordo com a agência reguladora - de fevereiro para março, o crescimento ficou em 10,11%. A base 3G chegou a 52 milhões de acessos - 8.485.743 de dispositivos móveis(modems) e 43.471.644 milhões de celulares 3G, que já representam 17.33% do market share de tecnologia. O GSM ainda lidera absoluto com 78,75% ou 197.520.573 de acessos.

Entre as operadoras, a TIM registrou o maior número de adições líquidas em março entre as operadoras brasileiras de telefonia móvel, com 1,297 milhão de novos assinantes, totalizando 67,217 milhões de usuários, e uma participação de mercado de 26,80%, ante 26,62% em fevereiro. A Vivo, que mantém a primeira posição, adicionou cerca de 860 mil usuários, totalizando 74,78 milhões de assinantes. A operadora registrou ligeira queda na participação de mercado, passando de 29,85 para 29,81%.

A Claro fica cada vez mais na terceira posição e vê a distância para a TIM aumentar. Em março, fechou com 24,56%, quando em fevereiro, contabilizava 24,66%. A operadora foi a que registrou o menor número de adições - 495 mil, fechando o mês com 61,595 milhões. A Oi também não teve um bom desempenho. Adicionou 510 mil usuários, ficando com 18,53% de market share, quando em fevereiro, detinha 18,56%. No total de assinantes, a tele chegou a 46,47 milhões.

*Com dados da Anatel

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/07/2015
Usuários 2G ainda resistem à migração para 3G e 4G na América Latina

01/07/2015
CCJ da Câmara tipifica como crime o bloqueio de celulares

30/06/2015
Sem teles e varejo, chinesa Xiaomi deflagra guerra de preços no 3G e 4G

25/06/2015
Teles dizem que conta do pré-pago vai subir 50% com correção do Fistel

16/06/2015
Governo, Anatel e fabricantes são contra padrão único para carregadores de celular

09/06/2015
Patentes 3G: CADE diz que Ericsson não adotou práticas anticompetitivas

21/05/2015
Anatel prevê disputa em fatia de 1.8GHz em São Paulo

22/04/2015
Smartphones já são 95% dos celulares vendidos

03/03/2015
Apple vende mais que Samsung no quarto trimestre

03/03/2015
Combate ao uso de celulares roubados anda de forma devagar na América Latina

Destaques
Destaques

Claro muda de estratégia e fecha acordo 'zero rating' com OTTs

Tele fechou acordo com WhatsApp, Facebook e Twitter para a não cobrança de dados no pacote Internet Turbinada 4G. Mas os serviços de voz desses aplicativos ficaram fora do acerto.

Vídeo é a grande estrela no consumo de serviços móveis na América Latina

Mas é necessário ampliar as redes 4G na região. Perspectiva é que a média do latino-americano passe de 0,8 GB/mês para 3 GB/mês até 2020. Nos EUA, porém, essa média será de 14GB/mês.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

LTE: Mais do que uma tecnologia ultrarrápida

Enrique Carrier *

As evoluções da tecnologia são ainda mais importantes do que a rápida adoção para propagar a banda larga móvel.


Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site