Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital


Home - Gestão

Dataprev mantém demissões e gera crise com sindicatos

:: Luiz Queiroz
:: Convergência Digital :: 17/04/2012

O presidente da Dataprev, Rodrigo Assumpção, afirmou na audiência realizada nesta terça-feira,17/4, no Ministério Público do Trabalho (MPT), que não vai suspender os efeitos das 42 demissões imotivadas que pegaram de surpresa os trabalhadores da empresa, em todo o Brasil.

A Fenadados e os sindicalistas presentes decidiram criar uma comissão de trabalhadores da empresa e foram até à Secretaria-Adjunta do Ministério da Previdência, para protocolar um documento no qual fazem críticas ao processo e contra a decisão da direção da Dataprev.

Durante a audiência os sindicalistas manifestaram revolta contra a postura adotada pela diretoria da empresa.  "A forma como a Dataprev vem conduzindo todo esse processo é um total desrespeito ao trabalhador", afirma o diretor de Relações Sindicais do SINDPD-DF, Eudes Rodrigues da Silva, que juntamente com o diretor Paulo Roberto Ramos, acompanhou a audiência.

A Fenadados demonstrou que ao longo dos últimos cinco anos a Dataprev vem promovendo uma série de demissões imotivadas e, que agora, parece que o processo vai se acentuar. A empresa negou que esteja promovendo demissões em massa e ferindo o Acordo Coletivo do Trabalho (ACT).  A Fenadados insiste que as demissões são em massa e, muitas vezes, motivadas por perseguições políticas e pessoais. A empresa afirma que as demissões foram motivadas pela reestruturação e os planos de ação desenvolvidos desde 2009.

A procuradora do Trabalho, Dinamar Cely Hoffmann, solicitou mais documentos à empresa e vai aguardar a manifestação da Fenadados.  Em conversa informal com os sindicalistas, a procuradora afirmou que o caso é muito difícil. Hofmann solicitou que a federação faça sua manifestação com informações que demonstrem o desrespeito da empresa ao Acordo Coletivo de Trabalho. Também orientou aos sindicatos que promovam ações judiciais em defesa dos trabalhadores.  

Segundo o presidente da Fenadados, Carlos Albereto Valadares - Gandola, todos os sindicatos foram orientados a não homologarem novas demissões que estejam ocorrendo na Dataprev, assim como já vinha sendo feito no caso dos 42 que já foram demitidos. "Até que se resolva o impasse a direção da Dataprev terá de homologar qualquer demissão diretamente nas Delegacias Regionais do Trabalho", informou Gandola.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 25/07/2014 15:30
Google atendeu metade dos pedidos de “direito ao esquecimento”

:: 24/07/2014 19:21
Para Agência, briga das operadoras é pelo mercado corporativo

:: 24/07/2014 13:06
Direito do Consumidor: Rede social escancara insatisfação do brasileiro

:: 24/07/2014 12:11
Base 3G incorpora 4,47 milhões de celulares em junho

:: 24/07/2014 10:21
Banco de dados têm sido a porta de entrada dos hackers

:: 23/07/2014 12:55
Telecom Italia vai ao governo desmentir venda da TIM Brasil

:: 23/07/2014 12:25
Acordo entre Anatel e Aneel sobre postes ainda esbarra na retroatividade

:: 22/07/2014 16:15
m-Gov: 66% dos órgãos federais e estaduais não usam o celular para serviços

:: 22/07/2014 15:40
e-Gov: Governo adota a Internet, mas falha na oferta de serviços em tempo real

:: 22/07/2014 13:51
Certificados digitais são usados para legitimar malware




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
TIM amplia interatividade no serviço de call center

PRÓXIMA
Governo institui Infraestutura Nacional de Dados Abertos




Soluções de TI Simples
Grupo Martins abre espaço para os tablets

Varejista, no entanto, se preocupou em desenhar uma política de segurança para minimizar os riscos e garantir a produtividade.

» CSO: pronto para assumir a culpa nas violações da segurança
» Fui invadido. Minha marca está arranhada. Como reagir?
» Não deixe a TI causar um estrago incalculável



Direito do Consumidor impõe um novo modelo aos Provedores Internet
:: 18/07/2014 :: Gestão

A entrada em vigor do Regulamento Geral de Direitos do Consumidor de Serviços de Telecomunicações (RGC) implicará em mudança de software, reestruturação de processos e treinamento de pessoal.


Governo torna permanente desoneração da folha
:: 10/07/2014 :: Gestão

Benefício é um anunciados após reunião com empresários no Planalto, em junho. Medida Provisória traz este e outros estímulos, como a volta do programa que devolve impostos na exportação de manufaturados.


Justiça publica portaria que institui o Consumidor.gov
:: 02/07/2014 :: Gestão

Site se propõe a funcionar como um ‘Procon virtual’ ao buscar a mediação de conflitos entre consumidores e empresas. Entre as mais reclamadas, as teles - Vivo, TIM, Claro e Oi - aderiram voluntariamente ao portal.


Comércio brasileiro ignora 'morte' e mantém uso do Windows XP
:: 24/06/2014 :: Gestão

Pesquisa constata ainda que 18% das PMEs mantêm o uso do sistema operacional, descontinuado em abril pela Microsoft, apesar dos riscos na área de segurança.



Cobertura em vídeo do Convergência Digital


Você é um bom chefe?

Um bom líder adota ações vitais no dia a dia. Saiba quais são elas.

» Algoritmos do big data chegam aos call centers
» Trabalhar em casa: prazer e obrigação


Veja a primeira edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC


A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina. Nessa primeira edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade: a governança da Internet. Boa leitura!

Clique aqui para ver todas as edições





Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!