Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Telecom

TV Digital: CPqD amplia leque de aplicativos com Ginga

:: Ana Paula Lobo
:: Convergência Digital :: 16/04/2012

Impulsionar o mercado de aplicativo, com uso do Ginga, o middleware de interatividade para TV digital, é o objetivo do CPqD, ao disponibilizar três novas aplicações, com os respectivos códigos e manuais, para desenvolvedores.

"O mercado de desenvolvimento para TV digital está, de fato, muito confuso. E queremos acelerar o processo com essas soluções", revela José Orfeu, responsável pelo projeto de TV digital no CPqD, em entrevista ao Convergência Digital.

Há um mês, houve a disponibilização da primeira parte do projeto nacional. O CpQD disponibilizou o serviço PrevidênciaFácil (com informações sobre aposentadoria), a biblioteca de componentes de software em Ginga e a ferramenta de autoria.

Juntos, eles tiveram mais de 400 downloads, no período de menos de um mês. "Esse resultado foi bem bom para nós porque sabemos que quem baixou foi porque está interessado em estudar, em aprender a mexer com o Ginga", destaca Orfeu. A partir desta segunda-feira, 13/04, três novas aplicações foram adicionadas, todas com os respectivos códigos e manuais. São eles:

ProcuraEmprego - Facilita a busca de vagas de emprego no país. Por meio de um mapa, o usuário pode navegar pelas várias regiões e estados brasileiros até chegar a uma lista de profissões com vagas disponíveis.
Notícias - Serviço que permite exibir na tela da TV digital interativa as últimas notícias, divididas por assuntos como economia, mundo, música, política, tecnologia, etc.
Clima - Permite oferecer informações sobre o tempo e as temperaturas (máxima e mínima) de uma cidade previamente selecionada.

Além delas, também já está disponível a parte servidor (backoffice) do sistema que gerencia as aplicações interativas. Desenvolvido com base em arquitetura cliente-servidor orientada a serviços, esse sistema permite que uma aplicação seja executada em diferentes plataformas de TV - e, ainda, em diferentes terminais de acesso.

Para baixar as aplicações, os interessados podem entrar nos sites do CPqD (www.cpqd.com.br) ou do Ministério das Comunicações (www.mc.gov.br). Na terceira fase do seu cronograma, programada para 15 de maio, o CPqD tornará disponíveis para download as demais aplicações e serviços para plataforma Ginga desenvolvidos no âmbito do projeto SMTVI.

O mercado brasileiro é o grande alvo - especialmente, a TV pública, como ferramenta de disseminação dos aplicativos interativos da TV digital, mas o mercado latino-americano está na mira. "Precisamos cuidar da harmonização do uso do Ginga. Aqui no Brasil, temos que usar Ginga NcL e Ginga J (java). E queremos levar isso para todos os países que adotaram o ISDB-T como padrão para TV digital", afirma José Orfeu.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 22/01/2015 15:53
App gratuito Me Atende vence desafio de empreendedorismo no Brasil

:: 21/01/2015 17:33
Microsoft apresenta o Windows 10 e substituto para o Internet Explorer

:: 21/01/2015 11:50
Startup brasileira ZeroPaper é vendida para a americana Intuit

:: 21/01/2015 11:10
Crimes em TI: Corporações erram na estratégia de combate aos ataques cibernéticos

:: 20/01/2015 17:11
Facebook: Conectividade injetou US$ 1,3 bilhão na economia brasileira

:: 20/01/2015 12:50
Dilma isenta small cells de pagar Fistel e veta preferência por equipamento nacional nas compras públicas

:: 20/01/2015 11:24
Um em cada três internautas compartilha tablets e smartphones

:: 16/01/2015 11:24
Cabo submarino de US$ 500 milhões vai ligar São Paulo a Nova York

:: 16/01/2015 10:55
Sistemas podem travar sem ajustes para um segundo a mais nos relógios

:: 15/01/2015 16:47
Governo chama sociedade para debater Marco Civil da Internet e proteção de dados pessoais




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Minicom vai incluir telecom e Internet em marco legal sobre comunicações

PRÓXIMA
Fixo/móvel: Anatel cassa liminar da Oi no STJ



VII Seminário TelComp 2014 - Cobertura especial do Convergência Digital
Banco Mundial: Empresas brasileiras estão atrasadas no uso das TICs

Instituição está fazendo um estudo global para avaliar o impacto da economia digital, que será conhecido no 2º semestre de 2015. Mas já dados coletados. Entre eles, um significativo: As mulheres são as grandes beneficiadas pelo maior uso das TICs
CDTV Banda larga: Teles erram e Anatel fala em controle de danos
CDTV TelComp: Precisamos criar uma nova GVT no Brasil
Clique aqui e veja a cobertura completa do evento


TV paga: Acessos via fibra ainda ficam abaixo de 1% no Brasil

Dados da Anatel, relativos ao mês de novembro, informam que há 89.663 acessos de fibras ativos, o que representa apenas 0,45% do mercado nacional. Operadoras discutem com o governo e a Anatel se a fibra é ou não um bem reversível.


TV paga: Embratel, Claro e Net dominam o mercado com 53,01% dos acessos ativos

Operadoras, do grupo mexicano Telmex, chegaram a marca de 10.501.486 milhões de assinantes em novembro. A Sky aparece na segunda posição,mas bem distante da rival. No total, Brasil somou 19,81 milhões de acessos ativos, de acordo com dados a Anatel.


Broadband Forum: Virtualização ainda está no primeiro estágio

O CEO do Brodband Forum, Robin Mersch, diz como será o futuro das redes de telecomunicações: SDN, sigla em inglês para rede definida por software, e NFV, de virtualização de funções de rede.


Oi prevê um EBTIDA de até 7,4 bilhões de reais em 2015

No dia 12 de janeiro, acionistas da Portugal Telecom decidem se aprovam ou não a venda dos ativos da operadora por 7,4 bilhões de euros à francesa Altice. Oi quer usar esse recurso para participar do processo de consolidação do setor.




IDC:4G vai chegar a 11 milhões de assinantes no Brasil

Mercado móvel deve chegar a US$ 104 bilhões em 2015.

» Apps móveis: Empresas perdem dinheiro com apagão de desenvolvedores


A TV está morrendo!
:: Por Eduardo Prado

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital



Veja edição 11 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 11

Na discussão sobre o que vai prevalecer — fibra óptica ou rádio — na construção das infraestruturas, vence quem souber explorar o que cada tecnologia tem de melhor a oferecer.

Veja também: Cidades Digitais: Governo convoca provedores; A transição da IANA foi destaque no ICANN#51; Billing das coisas: quando cobrar certo será o diferencial; e muito mais.

Clique aqui para ver outras edições




Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!