INTERNET

Google: Facebook e Apple ameaçam futuro da Web

Da redação ... 16/04/2012 ... Convergência Digital

A liberdade universal que permitiu a criação da internet está ameaçada pela ação de "forças muito poderosas" que querem controlá-la, afirmou o cofundador do Google, Sergey Brin, em um entrevista publicada nesta segunda-feira, 16/04, pelo jornal britânico The Guardian. Brin diz que essas "forças" estão se alinhando contra a abertura oferecida pela internet, afirma que está mais asssustado do que nunca e que a situação atual é "assustadora".

Na entrevista, Brin explica que a ameaça à liberdade da internet vem de governos que buscam controlar o acesso e a comunicação dos cidadãos, das tentativas da indústria do entretenimento para reprimir a pirataria e também do Facebook e da Apple, que controlam o software que pode ser usado em suas plataformas. O executivo é considerado a principal força pela retirada parcial, em 2010, do motor de busca da China, por preocupações com a censura no país.

Ele disse que estava mais preocupado com os esforços de países como China, Arábia Saudita e Irã para censurar e restringir o uso da internet, mas advertiu que a ascensão do Facebook e Apple, que têm suas próprias plataformas proprietárias e controlam o acesso aos seus usuários, arrisca sufocar a inovação na web. "Há muito a perder. Por exemplo, todas as informações em aplicativos - cujos dados não são rastreáveis - não podem ser pesquisados", disse.

De acordo com o The Guardian, as críticas de Brin contra o Facebook podem ser controversas, já que a empresa de Mark Zuckerberg está perto de se tornar uma empresa pública. Segundo o executivo, ele e Larry Page, CEO e o outro fundador do Google, não poderiam ter criado o buscador se a internet fosse dominada pelo Facebook, pois "teriam que jogar com as suas regras, que são realmente restritivas".

*Fonte: Agência Reuters


'Tudo sobre todos': bloqueio imposto pela justiça às teles pode virar 'jogo de gato e rato'

O bloqueio do site poderá levar dias para ser aplicado, admitiu o procurador do RN, Kleber Martins. Para o advogado Walter Capanema, a medida é correta técnicamente, mas pode virar um paliativo. Mas para o advogado Paulo Rená, a sentença não reconhece a escala global da Internet.

Google enfrenta Justiça e se recusa a globalizar 'direito de ser esquecido'

Empresa norte-americana adota eliminação seletiva de conteúdo e descumpre, segundo reguladores da França, a setença determinada em setença pelo Tribunal de Justiça Europeu, em maio passado. No Brasil, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/Rio) apresentou um projeto semelhante, mas ele não foi adiante.

Justiça diverge ao tipificar punição ao Facebook por conteúdo indevido

Sentenças no Brasil não têm tido uma mesma diretriz, especialmente, em tipificar possíveis danos morais por parte da rede social.

Governo da Índia indica que vai proibir Internet.org

Relatório ainda parcial do governo diz que “provedores de conteúdo ou aplicações não podem ser autorizados a atuar como ‘porteiros’ mesmo sob ostensivo propósito público”.

Revista Abranet 13 . Junho 2015
Veja edição 13 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet Pesquisa inédita encomendada pela Abranet ao IBPT mostrou a relevância do segmento de Internet, cujas empresas faturaram R$ 144,7 bilhões em 2014. No período de 2012 a 2014, foram gerados 51.180 novos postos de trabalho, um incremento de 17,5%.
Clique aqui para ver outras edições