Home - Convergência Digital

Serviço 3G segue fora do alcance de 28 milhões de brasileiros

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 16/04/2012

O Brasil já pensa no leilão 4G - previsto para junho - mas ainda há muito por fazer na oferta da Terceira Geração. Dados do Teleco comprovam que em apenas 203 dos 5560 municípios do país - não à toa os de maior poder econômico - há a presença das quatro operadoras autorizadas para a oferta 3G. Entre as teles, no 1º trimestre de 2012, a Claro apresentou o maior índice de expansão e cobertura 3G - 32%. A TIM, por sua vez, foi a que menos cresceu - apenas 3%.

Os dados sobre a cobertura 3G foram divulgados nesta segunda-feira, 16/04, pelo portal Teleco. A cobertura 3G está presente em 2883 municípios. Isso significa que 2682 localidades seguem sem o acesso ao serviço. Na prática, cerca de 28 milhões de brasileiros ainda estão sem acesso ao serviço 3G, que oferece Internet com maior velocidade no celular.

Um dado também relevante - num momento que o Brasil começa a pensar de forma mais efetiva na chegada do 4G - é que a competição, com a presença das quatro operadoras móveis - segue acontecendo apenas nos municípios de maior poder econômico - 203 localidades. Em 1973 municípios o serviço é ofertado por apenas uma operadora, que detém o controle do 3G. Em 475 localidades, há a presença de 2 teles, num duopólio de serviços.

Em termos de expansão da cobertura 3G, o primeiro trimestre de 2012 traz dados reveladores. A Claro foi a operadora que mais investiu - cresceu 32%, passando de 650 localidades em dezembro de 2011, para 866 localidades em março deste ano. A Oi também investiu mais em rede e cresceu 23% - passando de 250 para 308 localidades.

A Vivo, dona da maior cobertura, apresentou um crescimento de 8,5% e alcançou, em março, 2727 localidades. Quem não começou 2012 apostando em rede foi a TIM. Se ao longo de 2011, houve um investimento efetivo na rede 3G, nesses três primeiros meses do ano, de acordo com os dados do Teleco, a expansão foi de apenas 3% - 488 municípios em dezembro, 502 localidades, em março.

*Com informações do portal Teleco(www.teleco.com.br)

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/07/2015
Banda larga móvel e nuvem: uma parceria em alta

02/07/2015
Usuários 2G ainda resistem à migração para 3G e 4G na América Latina

30/06/2015
Sem teles e varejo, chinesa Xiaomi deflagra guerra de preços no 3G e 4G

24/06/2015
LTE: Mais do que uma tecnologia ultrarrápida

15/06/2015
Claro muda de estratégia e fecha acordo 'zero rating' com OTTs

09/06/2015
4G cresce 151% no mundo no 1º trimestre

09/06/2015
Patentes 3G: CADE diz que Ericsson não adotou práticas anticompetitivas

29/05/2015
4G fechou abril com 10,4 milhões de acessos no Brasil

27/05/2015
Testes vão medir convivência com TVs para antecipar 4G em 700 MHz

27/05/2015
Sky chega a 150 mil usuários da banda larga fixa 4G/LTE

Destaques
Destaques

Claro muda de estratégia e fecha acordo 'zero rating' com OTTs

Tele fechou acordo com WhatsApp, Facebook e Twitter para a não cobrança de dados no pacote Internet Turbinada 4G. Mas os serviços de voz desses aplicativos ficaram fora do acerto.

Vídeo é a grande estrela no consumo de serviços móveis na América Latina

Mas é necessário ampliar as redes 4G na região. Perspectiva é que a média do latino-americano passe de 0,8 GB/mês para 3 GB/mês até 2020. Nos EUA, porém, essa média será de 14GB/mês.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

LTE: Mais do que uma tecnologia ultrarrápida

Enrique Carrier *

As evoluções da tecnologia são ainda mais importantes do que a rápida adoção para propagar a banda larga móvel.


Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site