INTERNET

Europa faz consulta pública sobre Internet das Coisas

Da redação ... 13/04/2012 ... Convergência Digital

A Comissão Europeia lançou uma consulta pública sobre a Internet das coisas (IdC), que receberá contribuições até 12 de julho . O objectivo é garantir o respeito dos direitos dos cidadãos. A "Internet das coisas promoverá um futuro no qual objetos de uso cotidiano, como os celulares, os automóveis, os eletrodomésticos, vestuário e, até mesmo os alimentos, possam ser conectados à Internet e partilham dados"

A Comissão Europeia pretende saber qual o quadro necessário para potencializar os potenciais benefícios económicos e sociais da Internet das coisas, assegurando, ao mesmo tempo, um controle adequado dos dispositivos que recolhem, tratam e armazenam informações.

Atualmente, segundo dados, um cidadão comum tem, no mínimo, dois objetos ligados à Internet. Há projeções que , em 2015, esse número suba para sete e que, em todo o mundo, haja 25 mil milhões de dispositivos ligados sem fios. Em 2020, esse número poderá ser o dobro, e chegar a 50 mil milhões.

"Quero promover uma Internet das coisas que ajude a realizar os nossos objetivos económicos e sociais, preservando, ao mesmo tempo, a segurança, a privacidade e o respeito dos valores éticos", ressaltou a vice-presidente da Comissão Europeia e responsável pela Agenda Digital, Neelie Kroes.


'Tudo sobre todos': bloqueio imposto pela justiça às teles pode virar 'jogo de gato e rato'

O bloqueio do site poderá levar dias para ser aplicado, admitiu o procurador do RN, Kleber Martins. Para o advogado Walter Capanema, a medida é correta técnicamente, mas pode virar um paliativo. Mas para o advogado Paulo Rená, a sentença não reconhece a escala global da Internet.

Google enfrenta Justiça e se recusa a globalizar 'direito de ser esquecido'

Empresa norte-americana adota eliminação seletiva de conteúdo e descumpre, segundo reguladores da França, a setença determinada em setença pelo Tribunal de Justiça Europeu, em maio passado. No Brasil, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB/Rio) apresentou um projeto semelhante, mas ele não foi adiante.

Justiça diverge ao tipificar punição ao Facebook por conteúdo indevido

Sentenças no Brasil não têm tido uma mesma diretriz, especialmente, em tipificar possíveis danos morais por parte da rede social.

Governo da Índia indica que vai proibir Internet.org

Relatório ainda parcial do governo diz que “provedores de conteúdo ou aplicações não podem ser autorizados a atuar como ‘porteiros’ mesmo sob ostensivo propósito público”.

Revista Abranet 13 . Junho 2015
Veja edição 13 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet Pesquisa inédita encomendada pela Abranet ao IBPT mostrou a relevância do segmento de Internet, cujas empresas faturaram R$ 144,7 bilhões em 2014. No período de 2012 a 2014, foram gerados 51.180 novos postos de trabalho, um incremento de 17,5%.
Clique aqui para ver outras edições