Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Telecom

Ressarcimento ao MMDS será por livre negociação entre empresas

:: Luís Osvaldo Grossmann
:: Convergência Digital :: 12/04/2012

A oferta da faixa de 2,5 GHz em leilão exigiu uma arquitetura delicada para conciliar o desejo de forte competição com um rearranjo desse naco de espectro que já vem sendo utilizado para oferta de serviços – além de alguma compensação para os atuais “moradores” que, na falta de um adjetivo melhor, serão despejados.

Trata-se das operações de MMDS (micro-ondas), hoje em pouco mais de 200 municípios do país, que em geral se especializaram em oferecer pacotes de TV por assinatura. É um conjunto que reúne pequenas, médias e grandes empresas – entre as últimas, Sky e Telefônica (TVA), por exemplo.

Originalmente essas operações tinham autorizações de uso de 190 MHz, mas a fome de espectro dos serviços móveis levou a Anatel a retirar 155 MHz dessas e reverter a maior parte (140 MHz) para o Serviço Móvel Pessoal, com vistas ao uso pelas tecnologias de quarta geração (4G). Outros 15 MHz são para aplicações públicas.

Uma parte do arranjo, portanto, foi definir alguns parâmetros para a compensação ao MMDS. A Anatel definiu que quem comprar bandas em 2,5 GHz terá que ressarcir os que se vão em até quatro meses após a publicação do termo de autorização – ou 30/3/2013, o que vier primeiro.

Em princípio esse acerto se dará por livre negociação entre as partes, o que pode incluir o financiamento de uma eventual migração das operações para outra faixa (5,8 GHz, por exemplo). Caso não haja acordo, a agência pode intervir e vai usar alguns critérios de precificação, como os seguintes:

1) custos incorridos em serviços técnicos de manutenção, de operação e instalação;
2) os investimentos realizados em equipamentos, não amortizados e não depreciados; e
3) custos de migração dos equipamentos e da base de usuários.

As empresas de MMDS também podem tentar comprar novas faixas, mas as regras do edital exigem, nesse caso, que elas se desfaçam – imediatamente ou em até 18 meses – das fatias que lhes restaram, sendo proibidas de repassarem a empresas do mesmo grupo econômico.

Outro ponto importante é que as atuais autorizações de uso da faixa são regionais – aquelas cerca de 200 cidades. Mas a partir do leilão a maior fatia desse espectro terá licenças nacionais. Com isso, a Anatel induz mesmo as empresas de MMDS que não participarem do leilão a venderem suas fatias.

Além disso, a divisão do 2,5 GHz também prevê pedaços em FDD e em TDD – as tecnologias de divisão do espectro por frequência ou por tempo, sendo a primeira destinada para operações de SMP. Uma mesma empresa não pode atuar em ambas tecnologias na mesma área geográfica.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 10/09/2014 11:50
700 MHz: Anatel esclarece edital para evitar ações na Justiça

:: 09/09/2014 18:00
Apesar de pedirem isenção, um ano depois teles usam pouco as femtocélulas

:: 04/09/2014 16:30
Leilão 4G: Anatel tende a negar os pedidos de impugnação das teles

:: 03/09/2014 11:40
Leilão 4G: AGU monta força-tarefa para evitar ações judiciais

:: 02/09/2014 16:36
Teles pedem impugnação de edital de 700 MHz

:: 02/09/2014 11:09
Rezende: Leilão dos 700 MHz tem estrangeiro interessado

:: 28/08/2014 17:40
Sem GVT, TIM garante “participação incondicional” no leilão dos 700 MHz

:: 28/08/2014 12:00
4G cresce 400 mil novas linhas por mês

:: 25/08/2014 17:15
700 MHz: teles e radiodifusores podem compartilhar torres

:: 25/08/2014 12:11
700 MHz: Governo usa TCU para não ceder aos radiodifusores




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Fixo/móvel: Anatel cassa liminar da Oi no STJ

PRÓXIMA
Teles terão meta para compra de tecnologia nacional até 2022




Veja a segunda edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC . nº 2


Nesta segunda edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade dos gestores de TI: o BIG DATA

A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina.

Clique aqui para ver outras edições

Nextel Brasil diz não fazer parte da reestruturação judicial da NII Holdings
:: 15/09/2014 :: Telecom

Como já era esperado pelo mercado, a NII Holdings fez uma petição voluntária para o Capítulo 11, pedido de proteção contra falência, em uma corte de Nova York. Em comunicado, a Nextel Brasil garante que a reestruturação não irá afetar os negócios no país.


Se faltar dinheiro, teles cobrem transição da TV digital, diz Anatel
:: 15/09/2014 :: Telecom

Ao responder questionamentos das emissoras de televisão, agência não chega a detalhar planilhas de custos estimados, mas deixa expresso que caso os R$ 3,6 bilhões previstos no edital da faixa de 700 MHz se mostrem insuficientes, os “recursos faltantes” deverão ser aportados pelas vencedoras do leilão, as operadoras móveis.


BTG Pactual bateu à porta da América Móvil para negociar compra da TIM
:: 09/09/2014 :: Telecom

O presidente da Claro, Carlos Zenteno, informou que o banco- contratado pela Oi para formalizar uma proposta pela TIM Brasil - sondou a possibilidade de o grupo entrar num possível consórcio.  O presidente da Telefônica Vivo, Antonio Carlos Valente, desconversou. "Nosso foco é a GVT".


Acionistas da PT decidem manter fusão com a Oi
:: 08/09/2014 :: Telecom

Pelos novos termos aprovados, a  Portugal Telecom terá 25,6% da CorpCo e seis anos para tentar recuperar a diferença dos 38% inicialmente previstos. Representantes da Oi estiveram na reunião, mas não votaram.




Hackathon para apps em São Paulo

Maratona de programação quer estimular a produção de aplicativos para facilitar a vida dos paulistanos.

» TIM usa 900 MHz para reforçar 3G em São Paulo


A TV está morrendo!
:: Por Eduardo Prado

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital







Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!