TELECOM

Banda larga móvel de até 100 Mbps chega ao Brasil em um ano

Luís Osvaldo Grossmann ... 12/04/2012 ... Convergência Digital

A nova geração das telecomunicações móveis chegará ao Brasil em um ano, pelo menos nas cidades de Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Fortaleza – e provavelmente ainda em Recife e Salvador. São as cidades sede da Copa das Confederações.

Essa nova geração, chamada de 4G ou LTE (do inglês Long Term Evolution) tem como principal chamariz a capacidade de transmitir dados a velocidades muito superiores àquelas alcançadas atualmente no 3G. Em tese, picos de 100 Mbps para operações em bandas de 20 MHz.

Pelo cronograma do edital da faixa de 2,5 GHz – a frequência que será utilizada pelos serviços 4G – até o fim de 2013 essa lista de cidades será ampliada para Cuiabá, Curitiba, Manaus, Natal, Porto Alegre e São Paulo, que juntamente comas seis primeiras completam as sedes e subsedes da Copa do Mundo de 2014.

Apesar da exigência de um ritmo acelerado de implantação do serviço, a meta de cobertura nessas cidades sedes e subsedes será um pouco diferente. Como regra geral, a Anatel considera que uma cidade está atendida quando tem cobertura de 80% de sua área. Nessas, será aceito o percentual de 50%.

Antes do início da Copa, em junho, porém, todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes também deverão contar com ofertas de serviços em LTE. Até o fim de 2015 e 2016 serão incluídos os municípios com até 200 mil e 100 mil habitantes, respectivamente.

No caso das cidades menores – de 30 mil a 100 mil habitantes – as empresas deverão, no mínimo, ampliar suas redes para que possam oferecer os serviços de 3G. Vale lembrar que parte dessa cobertura já estava prevista ainda no leilão da terceira geração, cujo cronograma continua em andamento (vai até 2018).


Matérias relacionadas
Internet Móvel 3G / 4G ... 03/02/2016 ... 16:45
Tráfego de dados móveis aumentará sete vezes no Brasil até 2020
Internet Móvel 3G / 4G ... 29/01/2016 ... 17:02
Acessos 4G 'empatam' com os de banda larga fixa no Brasil
Internet Móvel 3G / 4G ... 27/01/2016 ... 18:40
4G supera a marca de 1 bilhão de linhas ativas no mundo
Internet Móvel 3G / 4G ... 14/01/2016 ... 17:35
4G cresceu 290% em 12 meses no Brasil
Internet Móvel 3G / 4G ... 11/01/2016 ... 18:24
TIM projeta levar 4G a mais de 1000 cidades
Internet Móvel 3G 4G
Economia compartilhada dá gás à massificação do pagamento móvel

O crescimento do consumo compartilhado, de US$ 13 bilhões em 2013 para US$ 335 bilhões em 2025 empurra o uso da tecnologia, como visto a partir de aplicativos como Uber e Airbnb.

Revista do 59º Painel Telebrasil 2015
Veja a revista do 59º Painel Telebrasil 2015 As principais empresas prestadoras de serviços e da indústria de telecomunicações e autoridades governamentais e do Legislativo se dedicaram a discutir o tema escolhido para este ano: A evolução dos modelos de negócio das telecomunicações: Desafios políticos e regulatórios.
Clique aqui para ver outras edições

TIM descarta guerra de preços na disputa pelo usuário do chip único

Para o presidente da tele, Rodrigo Abreu, a disputa pelo assinante de dados se dará na oferta do melhor serviço. Ele também falou sobre Oi e Nextel. Em 2015, a TIM investiu R$ 4,7 bilhões no Brasil.

Anatel ganha mais tempo para decidir TAC da Oi

Primeiro acordo para evitar o pagamento de multas só teve até aqui um voto apresentado - e ele propõe que a operadora invista o que não pagou em redes de fibras óptica ou de rádio de alta velocidade. 

Mais pessoas terão telefone celular do que eletricidade e água encanada em 2020

O vídeo móvel será o grande motor para o impulso do tráfego de dados e vai superar qualquer aplicativo existente.

Desconexões não impedem a Oi de aumentar base de usuários pré-pago

Operadora fechou 2015 com o maior crescimento de market share no serviço no mercado nacional.


Acompanhe a Cobertura Especial ABTA 2015 na seção Telecom

TV paga: Netflix é só um 'cabrito na sala'. Há outros 'bodes' que incomodam mais

"Se a TV paga morrer, os OTTs morrem abraçados". Essa foi a posição defendida por especialistas durante a ABTA. Executivos da TV paga admitem que a Netflix obrigou mudanças no relacionamento com o cliente. Cobrança do sinal da TV aberta incomoda e é pouco comentada.

Veja mais da cobertura especial da ABTA 2015

  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G