TELECOM

TIM/Intelig aquecem a disputa pelo mercado corporativo

Ana Paula Lobo ... 12/04/2012 ... Convergência Digital

Passado o processo de integração dos negócios e de operações, TIM/Intelig partem para brigar com as rivais - Telefônica/Vivo, Oi e Embratel/Claro/Net - apostando em soluções customizadas. Serviços no modelo de computação na nuvem estão entre as prioridades. Alvo são as médias e grandes empresas.

"Somos entrantes no mercado empresarial e vamos provocar uma mudança no modelo de prestação de serviços", sustenta Rafael Marquez, diretor de Marketing da TIM/Intelig. Em entrevista ao Convergência Digital, o executivo garante que a decisão de manter a marca Intelig - e não incorpora-la ao portfólio da TIM - foi acertada.

"A Intelig tem um nome forte. Tem força no mercado corporativo. A TIM tem a sua força na mobilidade. Integrar TIM/Intelig significa combinar fixo e móvel atendendo a demanda do cliente. Não queremos soluções de prateleira. Ideia é customizar as ofertas e para isso vamos usar a nuvem, redes Wi-Fi e toda a infraestrutura que for necessária", detalha Marquez.

O primeiro produto dessa nova fase foi batizado de "TIM Intelligence". Segundo o diretor de Marketing, a proposta de adotar a marca inteligência está, sim, ligada à oferta customizada nos serviços de dados e telefonia.

O desafio, assume, Marquez, é passar essa integração para o gestor de Tecnologia das corporações. "Estamos mandando um recado para os CIOs. Confiem em nós. Chegamos para ofertar algo diferenciado, customizado e sob demanda", completa o executivo.


Internet Móvel 3G 4G
Modems banda larga não ganham sobrevida com o 4G

Pesquisa na América Latina mostra que, em 2018, 98,3% das conexões 4G serão por meio do smartphone e apenas 1,7% por dispositivos de conexão. O 2G ganha sobrevida com o M2M.

Aumento do ICMS assusta TV paga. Anatel diz que medida seria um 'desserviço'

Brasília, Mato Grosso e Rio Grande do Sul já aumentaram o tributo com a justificativa do momento econômico ruim. Presidente da Agência, João Rezende, descarta a regulação como impeditivo de crescimento.

Anatel diz que a desregulação é a melhor saída para encerrar conflito TV pagas x OTTs

A posição foi defendida pelo superintendente de competição da Agência Reguladora, Carlos Baigorri. Segundo ele, 'as OTTs eliminam barreiras e acabam com a justificativa para a regulação'.

Entidade de Defesa do Consumidor se mobiliza pelo fim do roaming no celular

Adicional cobrado quando se faz ou recebe ligação em deslocamento, fora da área de origem, encarece a conta telefônica, principalmente para o cliente do pré-pago, diz a PROTESTE.

Bens reversíveis: Anatel quer identificar quantos ativos das concessionárias são bens de terceiros

Em processo que trata do pedido da Telefônica para vender a antiga sede na rua Martiniano de Carvalho, em São Paulo, Conselho Diretor decidiu averiguar a proporção de ativos em uso que não são diretamente das concessões.


Veja edição 13 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 13

Em ritmo acelerado


Pesquisa inédita encomendada pela Abranet ao Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação mostrou a relevância do segmento de Internet, cujas empresas faturaram R$ 144,7 bilhões em 2014. No período de 2012 a 2014, foram gerados 51.180 novos postos de trabalho, um incremento de 17,5%.

Clique aqui para ver outras edições

  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G