Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Negócios

Smartphones e PCs reagem à crise e vendas sobem no 1º trimestre de 2012

:: Ana Paula Lobo*
:: Convergência Digital :: 12/04/2012

A incerteza econômica mundial está sendo vencida na área de PCs e celulares inteligentes, destacam pesquisas do Gartner e do Credit Suisse, divulgadas nesta quinta-feira, 12/04. Expectativa nos terminais inteligentes é que, em 2014, serão vendidas 1.05 bilhão de unidades, com forte impulso da China.

No mercado de Pcs, apesar da 'disputa' com os tablets e smartphones, as vendas foram positivas nos três primeiros do ano, especialmente, na Europa e na África. Mundialmente foram comercializados 89 milhões de PCs. No ranking de fornecedores, prossegue o sobe e desce dos rivais.

"Nós estamos vendo um forte crescimento do mercado de smartphones na China, que será responsável por 22% das vendas globais em 2015", avalia Kulbinder Garcha, do Credit Suisse. Expectativa é que o mercado mundial de smartphones cresça 23% em 2012, especialmente, em função dos novos aplicativos e serviços. Entre os fornecedores, Garcha acredita que a Nokia, com Windows Phone, deverá apresentar uma recuperação ao longo deste ano, apesar da informação - negativa da própria fabricante para o 1º trimestre. O analista também prevê um acirramento da disputa entre Apple e Samsung, mas adverte para o futuro de gigantes como Motorola Mobility, nas mãos do Google, HTC e Research in Motion, dona do Blackberry.

Os fabricantes de PCs comemoram o resultado dos três primeiros do ano. Apesar das expectativas negativas, as vendas surpreenderam e no período foram comercializados 89 milhões de unidades no mundo, revela o Gartner. O impulso não foi dado apenas pelos países emergentes, mas pelo incremento das vendas na Europa - onde há ainda forte abalo econômico - Oriente Médio e África, que registraram um crescimento de 6,7%.

Os números são bem superiores, por exemplo, aos contabilizados na Ásia Pacífico, onde o impulso ficou em 2%. De acordo com a consultoria, esse crescimento abaixo da média está ligado ao fato de o governo da China ter encerrado o subsídio para a compra de PCs de baixo custo destinados à área rural do país.

Também na Índia, o governo adiou a iniciativa de dar gratuitamente laptops para os estudantes - freiando a compra de equipamentos. Quem registrou baixa nas vendas foram os Estados Unidos - 3,5%, chegando a 15 milhões de unidades, mas a expectativa era mais pessimista - 6,1%.

"Fato é que os fabricantes de PCs podem respirar porque não dependem tanto dos países emergentes para manterem suas vendas. Os resultados estão provando isso", sustenta Mikako Kitagawa, analista do Gartner. Na disputa entre os fabricantes de PCs, a HP se manteve na primeira posição, com 17,2% do market share. Mas começa a ser ameaçada pela chinesa Lenovo, que cresceu 28,1% e alcançou 13,1% e a segunda posição no ranking mundial.

Os tablets também seguem brilhando. Tanto que o Gartner prevê que as vendas globais dos dispositivos vão somar 118,9 milhões de unidades em 2012. O número representa um crescimento de 98% sobre a base de 60 milhões de unidades vendidas em 2011. Segundo a consultoria, a categoria vai alcançar um total de vendas de 182,4 milhões de unidades em 2013, e de 369,2 milhões de dispositivos em 2016.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 18/08/2014 16:51
Cobrança da CIDE dos datacenters abre espaço para disputa judicial

:: 18/08/2014 10:53
Minicom aprova mais R$ 217 milhões em projetos do REPNBL

:: 15/08/2014 16:00
Internet ultrapassa barreira de 500 mil redes e sofre pequenas panes

:: 15/08/2014 15:26
Leucotron mira interior do Brasil e abre frente no México

:: 15/08/2014 10:55
Network1 é comprada pela multinacional ScanSource

:: 14/08/2014 17:55
Anatel nega pedido para adiar vigência de regras pró-consumidor

:: 14/08/2014 12:12
Marco Civil não invalida o Direito ao Esquecimento

:: 13/08/2014 18:30
Software ganha linha de financiamento de R$ 300 milhões do BNDES

:: 13/08/2014 17:26
Dois terços dos usuários querem usar celular como carteira

:: 13/08/2014 16:45
Governo sustenta mercado de software open source no Brasil




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Oracle x Google: Justiça define futuro do uso do Java no Android

PRÓXIMA
Guerra do ICMS: Senado diz que unificação de alíquota é legal



Soluções de TI Simples
Governo é o grande alvo dos ataques direcionados

Os hackers buscam as instituições governamentais e 81% dos ataques foram direcionados para a vertical. O Brasil desponta na 4ª posição entre os países mais atacados.

» Malware como serviço prolifera na Internet
» Internet das Coisas movimentará U$ 2 bilhões
» Cliente mal atendido custa US$ 100 bilhões

Cobertura Especial BITS 2014

Games: O Brasil precisa repatriar seus melhores profissionais

Responsáveis pelo estudo patrocinado pelo BNDES sobre a indústria de Games no Brasil, os professores David Nakano e Luis Sakuda, falam da janela de oportunidade para quem faz games no país. A gamificação é top das prioridades.

» SEPRORGS: Poder de compra favorece às empresas estrangeiras
» Eficiência energética: De Santa Catarina para o mundo
» SENAI/SESI vão subsidiar ideias vencedoras do Grand Prix Inovação


Network1 é comprada pela multinacional ScanSource
:: 15/08/2014 :: Negócios

Acordo é válido para a América Latina e os valores da transação não foram revelados pelas partes. Distribuidora brasileira tem 400 funcionários na região.


Governo sustenta mercado de software open source no Brasil
:: 13/08/2014 :: Negócios

Governo responde por 68% das compras de software e serviços baseados em open source, que responderam por 4,6% do total produzido na área de software em 2013, US$ 25.94 milhões.


Com tablets e smartphones em alta, TI girou R$ 124 bilhões em 2013
:: 13/08/2014 :: Negócios

CDTV

Crescimento dos aportes em Tecnologia da Informação foi expressivo e chegou a 15,4% em relação a 2012. Média mundial ficou em 4,8%.


TI se torna pilar estratégico para a Embratel no Brasil
:: 31/07/2014 :: Negócios

Computação em nuvem e data centers são o futuro, sustenta o diretor-executivo da operadora, Marcello Miguel. Executivo reforça o vínculo da Embratel com a oferta de serviços para o mercado corporativo.


Cobertura em vídeo do Convergência Digital


Lições da Copa
:: Luiz Gonzaga Bertelli*

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital



Veja a primeira edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC


A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina. Nessa primeira edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade: a governança da Internet. Boa leitura!

Clique aqui para ver todas as edições




Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!