GOVERNO » Política Industrial

SLTI: Software público ganhou espaço por resultados

Luiz Queiroz ... 11/04/2012 ... Convergência Digital

A resposta foi dada pelo diretor do Departamento de Integração de Sistemas de Informação, Corinto Meffe, às críticas feitas nesta quarta-feira, 11/04, em audiência pública no Senado por empresários do setor de software, de que as empresas estatais, o Portal do Software Público e as soluções de código aberto, estariam "tirando espaço" do setor privado nas compras governamentais.

Corinto rebateu dizendo que se surpreendia com os empresários e representantes de entidades do setor, por estarem retornando a uma velha discussão, considerada por ele como "pequena", para se tornar num argumento ou motivo que explique a eventual falta de resultados positivos na indústria nacional.

"O Software público não alcançou consenso no governo por imposição. Ele alcançou consenso por resultados", rebateu.

Segundo Corinto, o Portal do Software Público conta hoje com 56 soluções e nenhum ofertante pediu para sair. E o programa tem gerado bons resultados e oportunidade de negócios, em todas as regiões do país.


Minicom quer Banco Postal atuando no pagamento móvel

O secretário de Telecomunicações, Maximiliano Martinhão, quer usar a capilaridade da instituição para popularizar o uso do celular como meio de pagamento junto à população.

TV digital: Sob protesto dos fabricantes de TVs, Fórum SBTVD aprova Ginga C

O clima azedou entre os integrantes da entidade. Versão mais robusta do Ginga - que permite recursos de interatividade na televisão - será adotada em conversores a serem distribuídos a 14 milhões de beneficiários do Bolsa Família.

DF sustenta calote a empresas com base em decreto de Getúlio Vargas

Embora ‘restos a pagar’ prevejam pagamento no exercício seguinte, governo da capital alega que tem cinco anos para acertar com credores.

Na Hora: governo do DF podia ter evitado transtornos à população

Subsecretário Saulo Diniz omite informação de que a B2Br igualou o preço oferecido pela ATP Tecnologia para manter o contrato emergencial até a realização de nova licitação.

Cortes do governo adiam projetos de acesso à Internet e inclusão digital

Governo manteve como prioridade o projeto do satélite. PNBL, de Lula, foi empurrado para o segundo semestre. Mas o dinheiro prometido não está claro se atenderá a este programa ou ao "Banda Larga para Todos", de Dilma Rousseff.



  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G