Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Governo - Política Industrial

SLTI: Software público ganhou espaço por resultados

:: Luiz Queiroz
:: Convergência Digital :: 11/04/2012

A resposta foi dada pelo diretor do Departamento de Integração de Sistemas de Informação, Corinto Meffe, às críticas feitas nesta quarta-feira, 11/04, em audiência pública no Senado por empresários do setor de software, de que as empresas estatais, o Portal do Software Público e as soluções de código aberto, estariam "tirando espaço" do setor privado nas compras governamentais.

Corinto rebateu dizendo que se surpreendia com os empresários e representantes de entidades do setor, por estarem retornando a uma velha discussão, considerada por ele como "pequena", para se tornar num argumento ou motivo que explique a eventual falta de resultados positivos na indústria nacional.

"O Software público não alcançou consenso no governo por imposição. Ele alcançou consenso por resultados", rebateu.

Segundo Corinto, o Portal do Software Público conta hoje com 56 soluções e nenhum ofertante pediu para sair. E o programa tem gerado bons resultados e oportunidade de negócios, em todas as regiões do país.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 10/04/2015 09:21
STF derruba ação do DEM para impedir contratação de software livres no RS

:: 04/03/2015 13:50
Brasil é foco da SAP para soluções analíticas

:: 23/02/2015 11:44
Softex: apoio a exportadores em canais de distribuição termina hoje

:: 20/02/2015 12:36
Software baseado em web torna-se aliado de síndicos

:: 04/02/2015 10:36
Governo abre consulta pública para discutir licença de software livre

:: 03/12/2014 16:45
Rio de Janeiro perde posição em software e serviços

:: 12/11/2014 14:35
Brasil fica com 1º lugar na Copa Mundial de Testes de Software

:: 15/08/2014 14:32
Empresas começam a testar qualidade de software

:: 13/08/2014 18:30
Software ganha linha de financiamento de R$ 300 milhões do BNDES

:: 13/08/2014 18:30
Software ganha linha de financiamento de R$ 300 milhões do BNDES




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Brasscom: Definição de software nacional pode prejudicar exportações

PRÓXIMA
Pinheiro: software, livre ou proprietário, deve agregar políticas públicas



 ESPECIAL   ESPIONAGEM DIGITAL
Ex-diretor diz que segurança cibernética do governo está nas mãos de "dois vampiros e um 'zumbi'"

Congresso Nacional de Segurança CibernéticaFoi assim que o ex-diretor do Departamento de Segurança da Informação e Comunicações (DSIC), Raphael Mandarino, se referiu ao Serpro e à Dataprev, além da Telebras. Para ele, as ações do Governo Dilma são "patéticas" na área de Segurança.

» Brasil ainda luta para por em prática medidas contra espionagem
» NSA e aliados têm chaves criptográficas para ouvir celulares em todo o mundo
» Espionagem: Comunicações do governo seguem vulneráveis
Clique aqui para ver a cobertura completa


TCU manda Correios anular pregão de rede IP que passou de R$ 783 milhões

Na disputa entre Claro e BT Brasil, está última acabou sendo vencedora com valor bem abaixo do estimado, mas na sequência reajustou proposta em 444%. Para o TCU, falhas começaram já no edital.


Terceirização: Para TST, até sanção pela presidência, súmula 331 é a Lei

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Antonio José de Barros Levenhagen, sustentou que sem a sanção do projeto, a terceirização para as atividades-fim das empresas seguirá proibida no Brasil. Senado diz que tema não será 'atropelado' na Casa.


Governo designa canais 7 a 13 para TV Digital

Portaria do Ministério das Comunicações publicada nesta segunda-feira, 13/4, oficializa a promessa de uso do VHF alto e dá preferencia aos canais públicos do Executivo, Educação, Cultura, além do Canal da Cidadania.


Telecom: nova lei dá segurança à terceirização prevista na LGT

Lei Geral de Telecomunicações já previa a contratação de terceiros para “atividades inerentes, acessórias ou complementares ao serviço”, mas ainda assim mais de 10 mil processos trabalhistas questionam essa legalidade apenas no terreno dos call centers.

» Terceirização: Para advogado, "pejotização é uma fraude trabalhista e fiscal"


Veja as coberturas especiais do Convergência Digital


Cobertura em vídeo do Convergência Digital





Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!