Cloud ComputingConvergência Digital
Para IDC, é hora dos aplicativos complexos irem para a nuvem

Convergência Digital - Hotsite Cloud Computing
:: Fabio Barros :: 10/04/2012

A IDC realizou nesta terça-feira, 10, em São Paulo, o IDC LA Cloud Solutions Road Show. Reunindo fornecedores de produtos e serviços, a consultoria avaliou as tendências para o conceito e, mais que isso, sua evolução até aqui.

Desde o ano passado, a IDC vinha defendendo que a computação em nuvem personifica a terceira era da TI – depois do mainframe e do PC – e que tem como marca a popularização de aplicativos, plataformas, diferentes dispositivos e modelos distintos de entrega de serviços. Para a consultoria, o conceito avançou muito nos últimos doze meses.
 
“Em apenas um ano o mercado avançou tremendamente em termos de maturidade de adoção. As empresas usuárias de nuvem ainda não são maioria, mas o avanço é claro”, afirma Mauro Peres, presidente da IDC Brasil. Para comprovar a tese, Ricardo Villate, vice-presidente de pesquisas e consultoria da IDC para a América Latina, apresentou um estudo que constatou:

• 80% das empresas da região já reconhecem o cloud computing como modelo de migração de aplicações.

• 12% já implementaram soluções na nuvem e, desse número, 5% estudam expansão dessa tecnologia.

• Entre as companhias que contam com soluções em cloud, 10% estão na nuvem privada, 6% na pública e 4% na híbrida.

• Entre as 3,5 mil maiores empresas da região, o modelo privado prevalece com 21%, enquanto 12% estão na pública e 11% na híbrida.

• As principais preocupações das empresas com a nuvem ainda são a segurança (56%), custo (29%) e regulamentação (18%).

“Existem novos paradigmas de adoção de tecnologia que podem transformar os processos. O mercado está mais maduro e partindo para um modelo consistente de contratação”, avalia Villate.

Outro estudo, apresentado por Anderson Figueiredo, gerente de pesquisa e consultoria da IDC Brasil, aponta que a virtualização e automatização são os caminhos mais naturais para adoção de serviços no modelo IaaS e PaaS (infraestrutura e plataforma como serviço). De março a novembro de 2011, a IDC perguntou aos executivos das empresas se elas utilizam internamente algum serviço em cloud e 20% utilizam e-mail na nuvem, seguido de editores de texto e planilhas com 7%.

A previsão da consultoria é que, em 2012 e 2013, o conceito deve evoluir para aplicativos mais complexos, como os ERPs. “Depois do período de avaliação do modelo de nuvem, este ano, as empresas começarão a migrar soluções inteligentes para ambientes de nuvem, como BI, CRM e ERP”, diz. “Dos 41 cases de sucesso de implementação de cloud inscritos para esse evento, 50% tratam de aplicações sensíveis de áreas estratégicas das empresas”, revelou.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 

 Matérias relacionadas com o assunto Cloud Computing  

:: 07/07/2014 13:43
Endereço dos dados será irrelevante

:: 01/07/2014 16:42
Brasil ainda tem muito espaço para novos data centers

:: 01/07/2014 09:35
Guerra de 'titãs' baixa os preços de SaaS. Software brilha em compras de TI

:: 26/06/2014 12:33
Procuram-se arquitetos de dados no Brasil

:: 28/05/2014 10:13
Globalweb investe em centros de treinamento

:: 21/05/2014 10:30
Armazenamento é a aplicação mais procurada na nuvem brasileira

:: 12/05/2014 10:03
Big data dá fôlego ao IaaS

:: 28/04/2014 15:13
Justiça ordena que provedores repassem dados ao governo dos EUA

:: 09/04/2014 16:05
Brasil responderá por 3% do volume de dados mundial em 2014

:: 24/03/2014 12:10
Quando os dados em excesso viram um problema real

Soluções de TI Simples
CSO: pronto para assumir a culpa nas violações da segurança

Empresas e governos buscam um profissional para assumir a gestão dos sistemas de dados. O cargo não é para fracos. Exige habilidade e 'jogo de cintura' diante da rotina de trabalho.

» Fui invadido. Minha marca está arranhada. Como reagir?
» Não deixe a TI causar um estrago incalculável
» Mídias sociais e cloud: quando o dano se alastra em tempo real

Opinião
Big Data e indústria: é hora de entender e aprender a usar
:: Por Camilo Rubim*

VídeosMais vídeos



Destaques

Para EMC Brasil, teles e bancos puxam a adoção do big data

O presidente da empresa, Carlos Cunha, diz que o mercado nacional amadureceu para o uso de serviços de computação na nuvem, mas precisa de apoio para implementar essas soluções. O desafio, agora, é formar os cientistas de dados.


Na guerra da nuvem, Microsoft ativa data center brasileiro

Unidade é a primeira da empresa na América Latina e está localizada em São Paulo. O centro de dados servirá para consolidar os negócios de IaaS da empresa no país e servirá ainda para atender clientes dos países da região.


Banco do Brasil admite que big data desafia a área de TI

Vice-presidente de tecnologia do Banco do Brasil, Geraldo Afonso Dezena da Silva, diz que o banco está usando o big data para entender o comportamento do seu correntista. Já sobre computação em nuvem, o banco é conservador: a nuvem privada é a escolha.


Big data: qual é a linha entre ser ou não ser ético?

Como fazer quando as empresas começam a saber mais de nós do que nós mesmos?


Falta conhecimento para extrair valor do big data

Questão é o desafio número 1 para boa parte dos gestores de TI no país.


Copyright © 2014 Convergência Digital            Todos os direitos reservados.            É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.