Convergência Digital - Home

Segurança: 15% dos PCs no Brasil estão sem proteção

Convergência Digital - Cobertura Especial BITS 2012
:: Convergência Digital - 10/04/2012

Pesquisa, conduzida pela McAfee, empresa de segurança da informação, examinando em média 1,1 milhão de computadores por mês durante um período de dez (10) meses, para determinar a porcentagem de brasileiros que têm software de segurança básico instalado em seus computadores.

A análise, divulgada nesta terça-feira, 10/04, constatou que 85% dos consumidores brasileiros examinados tinham uma proteção de segurança básica em operação¹, e 15% dos computadores verificados - ou seja mais de 100 mil PCs - ou não tinham um antivírus instalado ou o software estava instalado, mas desativado. Esta análise inédita é considerada a mais atual até hoje sobre a proteção dos computadores no Brasil.

Os dados comprovam ainda que o brasileiro está abrindo frentes para a ação de cibercriminosos e que a falta de proteção poderá afetar, sim, o uso da Internet. A pesquisa “Mitos e Verdades sobre Segurança Digital e seus impactos no uso da Internet no Brasil” - realizada pela McAfee do Brasil e a empresa TNS Research Internacional, em novembro de 2011 - indica que os consumidores com conhecimento avançado em tecnologia realizam maior número de atividades na Internet, porém o percentual dos participantes que dizem ter sofrido ataque é muito similar.

"Isso indica que somente um maior conhecimento não representa estar mais seguro quanto às ameaças virtuais. É importante que o consumidor, independentemente de seu grau de conhecimento de tecnologias, adote práticas e ferramentas de segurança”, ressalta Sergio Oliveira, da McAfee Brasil. O estudo também mostra que a sensação de insegurança é a causa das maiores preocupações dos consumidores brasileiros.

Para 30% dos entrevistados, o roubo de dados financeiros é a principal preocupação. Já 19% se preocupam com o roubo de dados pessoais; e em terceiro lugar, 13% dos entrevistados afirmaram se preocupar com a invasão de hackers.

Sem uma proteção de segurança básica, os consumidores podem estar vulneráveis a infecções por malware, cuja eliminação pode ter um alto custo ou ser impossível e, portanto, podem prejudicar o equipamento. Além dessas consequências para as pessoas físicas, as taxas cada vez maiores de cibercriminalidade podem afetar a Internet e a maneira como a utilizamos, por exemplo, ataques cibernéticos contra bancos, empresas de tecnologia, lojas virtuais e órgãos públicos custaram milhões de dólares, se não bilhões, às organizações afetadas.

A coleta de provas também pode ser um problema. Provas digitais são frágeis e os cibercriminosos experientes podem até mesmo preparar seus computadores para que, quando certos dados forem acessados por pessoas de fora, os mesmos sejam destruídos. No mundo físico, os criminosos enfrentam muitos obstáculos – desde portas trancadas e sistemas de alarme em residências, empresas e edifícios de escritórios até grande estrutura policial e legal, mas a Internet não tem essas defesas. O software de segurança é primeira defesa dos consumidores contra os cibercrimes.

A segurança da Informação estará em debate durante a BITS 2012, evento que acontece de 15 a 17 de maio, na capital gaúcha. Ela permeia debates no Congresso, que está organizado em três trilhas temáticas. Na primeira, chamada “As TICs Revolucionando seu Estilo de Vida e Relacionamentos”, o foco é o usuário final e a empresas que desenvolvem soluções para atendimento a esse mercado.

A segunda trilha é voltada para as empresas b2b, e tem como tema “As TIC alavancado negócios”. O contexto atual e futuro da tecnologia é o tema da terceira trilha, chamada “Novas Tecnologias e tendências”. Informações e inscrições:www.bitsglobalconferences.com.br


A edição 2012 da BITS teve o patrocínio do Sebrae, Banrisul e PROCEMPA.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 

LEIA TAMBÉM:

10/04/2012
Segurança: 15% dos PCs no Brasil estão sem proteção

Veja mais vídeos
Copyright © 2012 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site