Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Telecom

WiMAX agoniza com 4G batendo à porta

:: Ana Paula Lobo*
:: Convergência Digital :: 10/04/2012

Apesar de em 2011 ter registrado um crescimento de 14% na base de assinantes - chegando a 25 milhões, as operadoras relegaram o WiMAX a um segundo plano nos seus negócios e estão restringindo a adição de novos consumidores, selando assim o destino da tecnologia, destaca a analista Cintia Garza, da Maravedis. Muitas teles jogam a toalha, abandonam seus projetos e preveem migração para o LTE. E nesse jogo, a América Latina é a grande força para o 4G em 2012, sustenta ainda a consultoria.

Isso porque, explica Cintia Garza, Colômbia, Chile, México e Brasil mantém o propósito de fazer a venda de espectro e, caso esses editais se concretizem, novas redes serão construídas na região. A previsão da Maravadis é que o LTE somou 12 milhões de assinantes em 2011 e passará a 469 milhões, em 2016, o que significará um impulso significativo de 4500% na base de usuários.

Segundo ainda a consultoria, hoje, 224 operadoras móveis estão comprometidas com redes LTE mundialmente, sendo que destas 193 estão com FDD-LTE e 31 operadoras com TD-LTE. Neste ritmo, inclusive, 75% dos 469 milhões de assinantes previstos para 2016 serão usuários do FDD-LTE ( 350 milhões). Na América Latina, cinco redes comerciais de LTE foram anunciadas - UNE (Colômbia), Antel (Uruguai), Sky (Brasil), One Mobile (Porto Rico) e Claro (Porto Rico e outros países da região).

Enquanto o LTE cresce e aparece, o WiMAX agoniza. Fabricantes como Nokia Siemens e Motorola jogaram a toalha e abandonaram os negócios na área. Segundo a Maravids, o ano de 2011 foi trágico - quase uma sentença de morte - para a tecnologia. O ritmo de crescimento de usuários - de 25% a 30% mantido nos últimos anos, caiu drasticamente, ficando em apenas 14%.

Para Cintia Garza, analista da consultoria, o WiMAX, hoje, é tão somente uma opção para o provimento de serviços fixos por parte das teles, como forma de ampliar a capacidade dos backbones para sustentar a oferta de banda larga, deixando de ser um 'rival' para o LTE no mundo da quarta geração da telefonia móvel celular.

*Com informações da Maravadis

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 10/04/2012 08:00
WiMAX agoniza com 4G batendo à porta




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Nos EUA, teles se unem contra roubo de celulares

PRÓXIMA
TIM alerta para risco e diz que leilão 4G é uma 'iniciativa prematura'



Rio Cidade Inteligente + Rio Wireless 2014
Anatel quer ampliar compartilhamento e ‘uso industrial’ de espectro

“Há um grande desafio de expansão das redes e isso exige índice mais alto de eficiência espectral. Queremos abordagens mais simples”, sustenta o conselheiro Rodrigo Zerbone.

» Novo Hamburgo investe R$ 1,4 milhão em TICs para saúde
» Rio de Janeiro atento ao legado olímpico
» 700 MHz: Leilão não obriga ninguém a implantar rede
» Teles projetam quadruplicar número de ERBs para atender novas demandas
Clique aqui para ver a cobertura completa


Veja a segunda edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC . nº 2


Nesta segunda edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade dos gestore de TI: o BIG DATA

A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina.

Clique aqui para ver outras edições

Telefônica não vê “maiores dificuldades” para aprovação da compra da GVT
:: 02/09/2014 :: Telecom

Para o presidente da Telefônica/Vivo, Antônio Carlos Valente, as duas empresas praticamente não competem entre si – opinião compartilhada pela Anatel, que só vê briga entre ambas em uma única cidade, Votorantim-SP. “A GVT optou por atuar fora de São Paulo”, resume Valente.


Desoneração de redes para banda larga será de R$ 5 bilhões
:: 01/09/2014 :: Telecom

Até aqui, 205 pedidos já foram aprovados mas restam 1,2 mil em tramitação no Ministério das Comunicações. No total, investimentos previstos chegam a R$ 15,9 bilhões. Empresas tentam prorrogar prazo para a entrega das propostas.

CDTV Banda larga: governo desonera, mas indústria diz que pedidos não chegaram

Com GVT, Telefônica escala e acirra briga com Oi e Embratel
:: 29/08/2014 :: Telecom

Operadora dá um salto na parte de telefonia fixa e na oferta da banda larga fixa e se aproxima de forma bem agressiva da Oi. Na TV por Assinatura também há um impulso, mas em menor escala.


Compra da GVT pela Telefônica pode levar até três meses
:: 29/08/2014 :: Telecom

Esse é o prazo informado pela Telefônica Brasil à CVM para o prazo de negociação 'exclusiva' entre as partes. Expectativa é que o acerto proporcionará sinergias de 4,7 bilhões de euros, com um incremento de 50% no resultado operacional da Telefônica até 2016.




TIM usa 900 MHz para reforçar 3G em São Paulo

Tele já ativou mais de 500 antenas até o momento. Projeto será concluído no 1º tri de 2015, quando serão ativadas mais de 1200 antenas.

» Rezende: Leilão dos 700 MHz tem estrangeiro interessado


A TV está morrendo!
:: Por Eduardo Prado

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital







Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!