INTERNET

Anatel promete acelerar regulamento do Serviço de Comunicação Multimídia

Luís Osvaldo Grossmann ... 04/04/2012 ... Convergência Digital

Provocado pela conselheira Emília Ribeiro, o Conselho Diretor da Anatel, reunido nesta quarta-feira, 04/04, decidiu acelerar a tramitação do regulamento do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), estacionado desde que a agência aprovou, em outubro do ano passado, as novas regras sobre qualidade.

“Infelizmente, o regulamento de serviço ficou parado, e ele tem o objetivo justamente de incentivar os pequenos provedores de Internet. Ele já estava previsto no Plano Nacional de Banda Larga e tinha urgência juntamente com o regulamento de qualidade”, afirmou a conselheira.

Como a proposta já passou pela Procuradoria Especializada da agência, cabe agora ser sorteado para ganhar um relator no Conselho Diretor. O presidente João Rezende pediu, então, que a Superintendência Executiva “acelere” a preparação do texto para o sorteio.

Esse regulamento tem pontos relevantes para as ofertas de acesso à Internet, em casamento com o regulamento de qualidade – que determinou percentuais mínimos de velocidade. Um deles é o limite para a redução das velocidades nos casos dos contratos com franquia de dados – jamais pode cair mais da metade do que foi contratado.

As regras também buscam facilitar a regularização de provedores de acesso, reduzindo as exigências para aqueles com menos de 50 mil assinantes – a vasta maioria, vez que apenas meia dúzia contam mais do que isso. A própria autorização custará R$ 400 – contra os R$ 9 mil atuais.

Por outro lado, o regulamento toca em pontos polêmicos, como a guarda dos registros de conexão, pelos provedores, por três anos, e estabelece um conceito de neutralidade de rede. Parte significativa das contribuições durante a consulta pública foi no sentido de que a Anatel deixe esses temas para o Marco Civil da Internet.


Senador defende aprovação da regulamentação do Uber no Brasil

Para o senador e autor do projeto, Ricardo Ferraço, do PMDB/ES, apesar das angústias dos taxistas, será impossível o Senado impedir a oferta do serviço no Brasil, já que é um fenômeno que ocorre no mundo.

WhatsApp é o serviço que mais cresce na preferência do internauta

O Snapchat também tem forte adesão, revela estudo da Pew Research. Já o consumo das demais redes sociais  - Facebook, Instagram, LinkedIn, Pinterest e Twitter - estagnou.

Avança no Senado PEC que inclui direito à Internet na Constituição

Proposta de emenda à Constituição foi aprovada na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. O texto ainda terá de ser votado em dois turnos pelo Plenário do Senado antes de seguir para a Câmara dos Deputados.

Governança da Internet: EUA adiam o fim do contrato com a ICANN

Extensão do prazo já era esperada uma vez que ainda não foi aprovado o plano de transição para a ‘globalização’ das funções de atribuição de nomes e números da internet. Mas NTIA ressalta que a data pode ser esticada por mais três anos.

Revista Abranet 13 . Junho 2015
Veja edição 13 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet Pesquisa inédita encomendada pela Abranet ao IBPT mostrou a relevância do segmento de Internet, cujas empresas faturaram R$ 144,7 bilhões em 2014. No período de 2012 a 2014, foram gerados 51.180 novos postos de trabalho, um incremento de 17,5%.
Clique aqui para ver outras edições