NEGÓCIOS

Guerra do ICMS: Estados não cedem e governo adia votação

Convergência Digital ... 04/04/2012 ... Convergência Digital

O projeto que unifica o ICMS interestadual foi retirado da pauta da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Ele seria votado nesta quinta-feira, 04/04, mas não houve acordo na reunião realizada entre governo e Estados. A Fazenda propõe uma alíquota de 4% nacional para encerrar a guerra fiscal, mas os Estados resistem, como é o caso do Rio de Janeiro, que se mostrou 100% favorável ao embate, conforme matéria publicada no Convergência Digital (http://convergenciadigital.uol.com.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=29891&sid=5).

A decisão de retirar o projeto da pauta da Comissão do Senado foi tomada pela ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, e pelo presidente da CCJ, senador Eduardo Braga (PMDB-AM). Eles disseram que não foi possível chegar a um consenso em torno do assunto, depois de mais de duas horas de reunião, realizada na noite desta terça-feira, 03/04.

Atualmente, nas transações interestaduais o ICMS recolhido é dividido entre o estado de origem da mercadoria e o de destino. A regra também atinge os produtos importados. Nesse caso, o estado de origem é aquele por onde o bem entrou.Em função disso, alguns estados passaram a diminuir a alíquota do ICMS para produtos importados com o objetivo de atrair empresas que se beneficiam dessa medida. Os estados de Goiás, do Espírito Santo e de Santa Catarina estão entre os que reduziram a alíquota para produtos importados. A unificação do ICMS interestadual eliminaria esse dispositivo, mas provocaria perdas para os estados de origem.
 

 


Prysmian e CPqD investem R$ 3,5 milhões para ter microcabo 100% nacional

Desenvolvimento deverá levar 18 meses, e segundo as empresas, não se trata de uma 'tropicalização ou copy paste' de produto.

ERP Brasil: TOTVs lidera, mas enfrenta disputa dura com SAP e Oracle

Pesquisa da FGV mostra que as empresas de menor porte têm larga preferência por pacotes de gestão empresarial nacionais, com a TOTVs à frente. Mas nas grandes companhias, a TOTVs perde vez para as multinacionais e disputa com a Oracle a segunda posição. Nesse segmento, a SAP lidera com folga.

Apenas 4% dos correntistas brasileiros fazem operações financeiras no banco móvel

Pesquisa CIAB Febraban revela  que apenas 24% do total das 108 milhões de contas correntes existentes no país têm o mobile banking. A curiosidade existe. Tanto que as movimentações bancárias - sem concretizar pagamentos - cresceram 127% entre 2013 e 2014.

Com preços mais baixos, venda de PCs cresce e impulsiona mercado de Informática

Segundo pesquisa divulgada pelo IBGE, o cenário é de queda de 3,1% nas vendas do comércio em geral em fevereiro, sobre fevereiro de 2014, pior desempenho desde 2003. Mas para equipamentos de informática e comunicação, as vendas foram 8,4% maiores no mesmo período.

STF derruba ação do DEM para impedir contratação de software livres no RS

Decisão de considerar improcedente a ADI 3.059, ajuizada há 13 anos contra a Lei gaúcha nº 11.871/2002, foi por unanimidade dos ministros do Supremo Tribunal Federal. A ação foi movida pelo Democratas a pedido das empresas proprietárias de software.



  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G