Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Telecom

Fixo/móvel: Anatel indefere pedido de reajuste da Oi

:: Ana Paula Lobo*
:: Convergência Digital :: 31/03/2012

O embate entre a Oi e a Anatel pelo reajuste tarifário nas chamadas fixo/móvel está longe de terminar. Nesta sexta-feira, 30/03, a agência, em cumprimento a liminar obtida pela tele no Tribunal Regional Federal da 2ª Região, julgou e indeferiu o pedido da concessionária de reajuste de 2,4%, alegando que não houve cumprimento das regras estabelecidas no contrato de concessão.

Em teleconferência realizada para a imprensa para a divulgação dos resultados financeiros, o presidente da Oi, Francisco Valim, deixou claro que não tem a intenção de recuar e está disposto a manter o embate judicial. Segundo Valim, não há litígio com a Anatel, mas 'sim a defesa de um direito da concessionária'. A decisão, agora, do embate entre as partes está nas mãos do Superior Tribunal de Justiça.

Leia abaixo a íntegra do comunicado da Anatel, divulgado no final da noite desta sexta-feira, 30/03.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) informa que, mediante deliberação realizada nesta sexta-feira, 30/03, deu cumprimento à decisão judicial proferida pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região, no sentido de apreciar o pedido de reajuste das tarifas das chamadas fixo-móvel formulado pela Telemar Norte Leste S/A, conforme as regras aplicáveis anteriormente à publicação da Resolução nº 576/2011.

Em sua decisão, a Anatel indeferiu o pedido de reajuste tarifário da Telemar, tendo em vista que os cálculos apresentados por essa concessionária não levaram em consideração o fator de amortecimento previsto na cláusula 12.1 do contrato de concessão. Tal cláusula era a regra aplicada por analogia aos reajustes das chamadas fixo-móvel antes da vigência da Resolução nº 576/2011, e seu descumprimento acarreta o indeferimento do pedido de reajuste.

Ainda em cumprimento à referida decisão judicial, a Anatel suspendeu parcialmente o Ato nº 486/2012 do Conselho Diretor e o Ato nº 1.055/2012 do Superintendente de Serviços Privados, de forma a restabelecer as tarifas das chamadas fixo-móvel anteriormente fixadas pela Agência, exclusivamente em relação à Telemar Norte Leste S/A, e restaurando os valores de interconexão (VU-M) anteriormente pactuados por essa concessionária (a Telemar) e homologados pela Anatel. Na prática, os consumidores da Telemar (cuja área de concessão abrange RJ, ES, MG, BA, SE, AL, PE, PB, RN, CE, PI, MA, PA, AP, AM e RR) não mais usufruirão da redução tarifária promovida pela Anatel por meio do Ato nº 486/2012, enquanto perdurarem os efeitos decisão judicial proferida pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região.

A Anatel, por meio da Advocacia-Geral da União (AGU), recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) com o objetivo de manter a redução tarifária empreendida pelo Ato nº 486/2012. A Agência aguarda novo posicionamento do Poder Judiciário.

*Com informações da Assessoria da Anatel

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 15/04/2014 13:12
Neutralidade não mobiliza debates no NetMundial

:: 14/04/2014 17:20
Depois de pagar, velocidade de acesso ao Netflix aumenta 65% na Comcast

:: 14/04/2014 14:55
FNDE adota BYOD com capacidade para até 4,5 mil acessos simultâneos

:: 14/04/2014 11:23
Empresas correm para estancar os prejuízos do Heartbleed

:: 11/04/2014 11:05
“Cade” dos EUA autoriza compra, mas alerta Facebook e WhatsApp sobre privacidade

:: 10/04/2014 19:40
Anatel aprova reajuste da telefonia fixa

:: 10/04/2014 16:55
Operadoras investiram R$ 26,5 bilhões no Brasil

:: 09/04/2014 14:53
Wikileaks, CPI e promessas: ações contra espionagem caíram no vazio

:: 09/04/2014 11:40
Serpro termina migração de PCs para Ubuntu em abril

:: 07/04/2014 11:11
Brasileiro com bitcoins vai declarar à Receita e pagar imposto de renda




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
TV digital: Argentina consolida parque fabril de conversores

PRÓXIMA
Anatel acelera regulamentos de áreas rurais e PGMU




Operadoras investiram R$ 26,5 bilhões no Brasil
:: 10/04/2014 :: Telecom

Segundo a Telebrasil, as despesas para operar e manter uma rede de telecomunicações consome mais de R$ 120 bilhões.


Agência avalia se ‘adequação’ de 40 mil antenas vale à pena
:: 03/04/2014 :: Telecom

Ao tratar do tema cinco anos depois, Anatel discute se regra vale para o legado existente ou deve prevalecer apenas para as novas infraestruturas.


Mudança na regra do leilão de 700 Mhz inquieta a indústria de Telecom
:: 02/04/2014 :: Telecom

Diretor da Área de Telecomunicações da Abinee, Paulo Castelo Branco, se mostra preocupado com o viés arrecadatório do governo.


Copa 2014: Rio de Janeiro acende o sinal amarelo na gestão da Internet brasileira
:: 01/04/2014 :: Telecom

O gerente do PPT.br, EduardoReis, diz que a infraestrutura disponível, hoje, em especial das redes de fibra óptica, não atende à demanda. A partir do dia 13 de maio, não haverá mais distribuição de portas para a troca de tráfego.




Stelo, do BB e do Bradesco, terá carteira digital

Instituições anunciam a criação de empresa de meio de pagamentos. Produtos ficam disponíveis no 2º semestre.

» 700 MHz: Para TVs, custo da transição será ‘surpreendente’


"Carro Conectado": Você ainda vai ter o seu!
:: Por Eduardo Prado *

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital



Veja as edições da revista digital do Convergência Digital
Revista eletrônica do Convergência Digital
Clique aqui para ver todas as edições





Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!