Cloud ComputingConvergência Digital
LibreOffice: O Google Docs do open source

Convergência Digital - Hotsite Cloud Computing
Da redação 30/03/2012

Lançada pela The Document Foundation (TDF) em fevereiro, a versão 3.5 do LibreOffice, para Windows, Linux e Mac OS X, traz novidades aos usuários de editores de texto, planilhas eletrônicas, ferramentas de apresentação e bancos de dados.

A principal delas é a possibilidade de execução via web. Ainda que numa fase inicial e exigindo uma série de etapas complexas de compilação, o LibreOffice Online poderá ser utilizado como uma aplicação em nuvem, tal como o Google Docs, mas com a vantagem de ser livre e customizável.

Quem destaca essa inovação é Gustavo Pacheco, analista de sistemas e membro da The Document Foundation, a organização internacional que suporta o desenvolvimento do LibreOffice. Ele também pontua outros avanços, como: no editor de textos, a nova exibição de cabeçalhos e rodapés e o contador de palavras flutuante (com atualização em tempo real); no editor de planilhas, a possibilidade de inclusão de mil planilhas em um único arquivo e o número ilimitado de regras de formatação condicional; e, no editor de fórmulas, novos símbolos relativos à teoria dos jogos.

O LibreOffice oferece ainda ao usuário um serviço completo de exportação para PDFs, a grande oferta de extensões, além do dicionário e do corretor ortográfico próprios. A solução, diz Pacheco, só conseguiu chegar ao seu atual nível de desenvolvimento porque está baseado no modelo open source.

"Hoje, o LibreOffice constitui-se como a principal solução de edição de documentos no formato OpenDocument. Não apenas se consideramos o uso tradicional da aplicação, instalada sobre um sistema operacional local, mas, também, se avaliarmos o enorme potencial da API do LibreOffice, que permite adicionar, a qualquer desenvolvimento, o poder das funções das aplicações e a flexibilidade de um padrão aberto de armazenamento de dados", completa Pacheco. No Brasil, o Serpro é um dos usuários da ferramenta, em função da politica de adoção do software livre do governo.

Fonte: Agência de notícias do Serpro

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

 Matérias relacionadas com o assunto Cloud Computing  

28/08/2015 às 12:00
Governo fica para trás no uso de serviços na nuvem

28/08/2015 às 18:14
Hiperconvergência acelera negócios da VCE no Brasil

18/08/2015 às 13:02
GELT diminui 40% dos custos com solução cloud da Mandic

18/08/2015 às 07:30
ECAD investe em armazenamento inteligente na nuvem

14/08/2015 às 11:33
Usuários abrem brechas para ações de hackers na nuvem

11/08/2015 às 17:45
Descoberta brecha de segurança nos serviços como Dropbox e Google Drive

10/08/2015 às 11:20
Microsoft 'matou' o Windows Server 2003, mas empresas e data centers ignoram

30/07/2015 às 15:33
Digitalização aumenta receita, mas ainda há barreiras

22/07/2015 às 14:30
Padronizar aplicações vira 'mantra' na computação em nuvem

21/07/2015 às 15:55
Inovação lidera nova fase na computação em nuvem

Opinião
Não caia na conversa do monitoramento de rede em nuvem
Por Dirk Paessler*


VídeosMais vídeos




Destaques

CIOs estão num 'buraco negro' e sofrem na era dos dados

A maior parte dos gestores de Tecnologia sabe que é preciso mudar, mas não consegue agir para mudar, sinalizou a CTO da EMC, Patrícia Florissi. A especialista brasileira foi além: 'o software está devorando o mundo".


Receita com serviços na nuvem registra crescimento acima de dois dígitos

Expectativa é que o faturamento global chegue a US$ 33,4 bilhões em 2015. Maior parte das compras é para infraestrutura.


Armazenamento na nuvem: Google Drive perde pontos no Brasil

Produto, de acordo com a PROTESTE, teve pontuação baixa em segurança e facilidade de uso. Outros 12 foram testados pela entidade. Pesquisa mostra que serviço é considerado essencial pelo brasileiro.


Fortaleza se transforma num hub de TI para a América Latina

Cidade será sede de dois projetos relevantes: o SACS, cabo submarino com 6 mil quilômetros e que ligará Luanda, em Angola, a capital cearense e o Monet, que tem Google e Algar Telecom como investidores.


ODF 1.2 é reconhecido pela ISO e vira padrão internacional

Modelo de software livre para aplicações de escritório é usada no governo brasileiro.


Copyright © 2005-2015 Convergência Digital            Todos os direitos reservados.            É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.