GESTÃO

Software livre: ITI troca Mandriva por Ubuntu

Da redação ... 30/03/2012 ... Convergência Digital

O ITI - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação - responsável pelo Sistema Nacional de Certificação Digital, no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas (ICP-Brasil - decidiu trocar de sistema operacional, baseado no software livre. Sai o Mandriva e entra o Ubuntu. De acordo com o coordenador-geral de Planejamento, Orçamento e administração, Júlio César Pereira, a atualização foi necessária.

“Migramos do Mandriva para o Ubuntu, plataforma mais robusta e atualizada e que atende a política do Governo Federal de utilizar softwares livres. Já houve testes realizados pelos setores de informática e auditoria, cujos resultados atestam a segurança e a capacidade operacional do Ubuntu”.

A chefe de Gabinete do ITI, Adriana Fetter, confirma a avaliação do coordenador-geral. Fetter já utiliza o Ubuntu em sua estação de trabalho e diz se tratar de um sistema bastante prático e corporativo. “O Ubuntu é uma versão de sistema operacional mais intuitivo e mais interativo. Acredito que as melhoras serão sentidas à medida em que os colegas trabalho estiverem familiarizados com essa versão do sistema”, destaca.

Para o analista de Tecnologia da Informação do ITI, Halisson Gomides, haverá maior produtividade na manipulação da informação por parte dos usuários, reduzindo assim as solicitações de suporte. “Essa mudança traz em seu cerne o remodelamento da disposição das informações institucionais a partir de uma padronização, promovendo desta forma maior organização do ambiente digital corporativo”, destaca.

De acordo com Gomides, as otimizações também alcançarão os profissionais que prestam serviços de suporte de rede e helpdesk no ITI. “Os profissionais terão melhores condições de gestão e operação. Prevemos um impacto positivo no tempo de resolução de problemas, além de preparar nosso ambiente com vistas à plena adesão à nossa Política de Segurança da Informação e Comunicações (POSIC) recém-publicada”, diz.

A migração do sistema operacional é uma das premissas do plano de ações para renovar a estrutura tecnológica do ITI. Também estão em curso alterações nas políticas de identificação virtual e maior autonomia na administração de conteúdos compartilhados pelos diversos setores do Instituto.


Matérias relacionadas
Cloud Computing ... 26/06/2015 ... 11:33
Amadeus escolhe open source para app na nuvem
Cloud Computing ... 26/01/2015 ... 09:31
Por big data, Microsoft vai às compras em open source
Cloud Computing ... 13/01/2015 ... 10:33
Interoperabilidade entre nuvens desafia gestores de TI
Cloud Computing ... 25/09/2014 ... 17:23
BM&F Bovespa aposta em multiplataformas em TI
Cloud Computing ... 25/09/2014 ... 17:10
OpenStack será a protagonista da nova era da TI
Negócios ... 23/09/2014 ... 12:22
Comunidade Open Source se reúne em São Paulo
Carreira
Vale-Refeição será obrigatório nas empresas de TI em São Paulo

A partir de 1º de janeiro de 2016, toda empresa de TI terá de dar um auxílio alimentação, independente do número de funcionários. Hoje a regra já está válida para empresas com mais de 10 de trabalhadores no Estado.

Vouclicar.com oferece pesquisa de satisfação ao cliente grátis para PMEs

Loja virtual de aplicativos fechou uma parceria com a consultoria SurveyMonkey e terá uma solução que permitirá aos microempreendedores terem um retorno da opinião dos seus clientes.

Sociedade será chamada para construir políticas públicas

Com duas novas secretarias (Diálogo e Participação), governo usará a tecnologia para ouvir os movimentos sociais, sobre quais os programas que serão prioritários para o país. 

CGU abrirá banco de dados com perguntas e respostas feitas pela LAI

Objetivo é garantir um ganho de tempo ao cidadão que quer obter alguma informação por meio da Lei de Acesso à Informação, e esta já tenha sido respondida pelo governo a outro interessado.

Desafio é trabalhar a informação armazenada de forma caótica

Quando a iniciativa dá certo, o não tão simples cruzamento de dados reduz para minutos o benefício que levava meses para cidadão receber, diz presidente da Dataprev.

Pressão da sociedade exigirá menos controle estatal da informação

Professor da USP, José Carlos Vaz, entende que ao Estado caberá o papel de tornar disponível a informação à sociedade, que fará uso dela da maneira que bem entender como informação pública.



  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G