Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Gestão

Software livre: ITI troca Mandriva por Ubuntu

:: Da redação
:: Convergência Digital :: 30/03/2012

O ITI - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação - responsável pelo Sistema Nacional de Certificação Digital, no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas (ICP-Brasil - decidiu trocar de sistema operacional, baseado no software livre. Sai o Mandriva e entra o Ubuntu. De acordo com o coordenador-geral de Planejamento, Orçamento e administração, Júlio César Pereira, a atualização foi necessária.

“Migramos do Mandriva para o Ubuntu, plataforma mais robusta e atualizada e que atende a política do Governo Federal de utilizar softwares livres. Já houve testes realizados pelos setores de informática e auditoria, cujos resultados atestam a segurança e a capacidade operacional do Ubuntu”.

A chefe de Gabinete do ITI, Adriana Fetter, confirma a avaliação do coordenador-geral. Fetter já utiliza o Ubuntu em sua estação de trabalho e diz se tratar de um sistema bastante prático e corporativo. “O Ubuntu é uma versão de sistema operacional mais intuitivo e mais interativo. Acredito que as melhoras serão sentidas à medida em que os colegas trabalho estiverem familiarizados com essa versão do sistema”, destaca.

Para o analista de Tecnologia da Informação do ITI, Halisson Gomides, haverá maior produtividade na manipulação da informação por parte dos usuários, reduzindo assim as solicitações de suporte. “Essa mudança traz em seu cerne o remodelamento da disposição das informações institucionais a partir de uma padronização, promovendo desta forma maior organização do ambiente digital corporativo”, destaca.

De acordo com Gomides, as otimizações também alcançarão os profissionais que prestam serviços de suporte de rede e helpdesk no ITI. “Os profissionais terão melhores condições de gestão e operação. Prevemos um impacto positivo no tempo de resolução de problemas, além de preparar nosso ambiente com vistas à plena adesão à nossa Política de Segurança da Informação e Comunicações (POSIC) recém-publicada”, diz.

A migração do sistema operacional é uma das premissas do plano de ações para renovar a estrutura tecnológica do ITI. Também estão em curso alterações nas políticas de identificação virtual e maior autonomia na administração de conteúdos compartilhados pelos diversos setores do Instituto.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 28/01/2015 15:33
Linux: vulnerabilidade 'Ghost' é uma ameaça cibernética grave

:: 26/01/2015 09:31
Por big data, Microsoft vai às compras em open source

:: 13/01/2015 10:33
Interoperabilidade entre nuvens desafia gestores de TI

:: 13/01/2015 10:21
Migração para Linux nos servidores está entre as prioridades para 2015

:: 25/09/2014 18:30
Ser 100% cloud foi estratégico para o plano global da Easy Taxi

:: 25/09/2014 17:23
BM&F Bovespa aposta em multiplataformas em TI

:: 25/09/2014 17:10
OpenStack será a protagonista da nova era da TI

:: 23/09/2014 12:22
Comunidade Open Source se reúne em São Paulo

:: 23/09/2014 11:34
Marina é dúbia sobre patentes de software e defende livre escolha por usuários

:: 22/09/2014 13:11
Desenvolvedores discutem terceira onda do open source




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Ponto eletrônico: Empresários contestam, mas regras começam a valer

PRÓXIMA
Senado contingencia R$ 37,9 milhões na sua área de informática




Linha do BNDES para TICs financiou mais de R$ 79 milhões na região Sul

A iniciativa - BNDES MPME Inovadora, em parceria com a ABES, foi criada em agosto do ano passado e já tem mais de 53 contratos fechados. Por meio de parceiros como o BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), a linha concede financiamento de até R$ 20 milhões para empresas de tecnologia que apresentarem características inovadoras e faturamento inferior a R$ 90 milhões por ano.


Fábrica de software da Globalweb Corp é certificada no MPS-SW da Softex

São atendidas por meio da fábrica de software, clientes como Caixa Econômica Federal e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Grau alcançado foi o C, exigido para atender aos editais de governo e similar ao modelo norte-americano CMMI (Capability Maturity Model Integration).


eSocial: PMEs 'relaxam' com os adiamentos seguidos do Governo

Expectativa do mercado, agora, é que entre o final de janeiro e fevereiro, o governo libere, enfim, a versão final do manual com as instruções e os layouts para que as empresas se adaptem. Início das operações oficiais do eSocial ficaria para 2016.


Migração para Linux nos servidores está entre as prioridades para 2015

Estudo com 115 empresas em todo mundo apontou que a maioria planeja usar o sistema operacional aberto para novos aplicativos ou serviços, ou implantações Greenfield.


Cobertura em vídeo do Convergência Digital


Quer aumento de salário? evite erros bobos

Negociar um reajuste salarial não é tarefa simples, em especial, em tempos de crise. Mas é possível.

» Big data: uma carreira próspera em tempos de crise
» Foi demitido? Tente não se desesperar

VII Fórum Executivo de TI 2014 - Cobertura especial do Convergência Digital
Petrobras avança no uso do big data

O gerente-executivo de TI e Telecom, Álvaro Martins, diz que há três projetos em andamento na companhia para a análise de dados em tempo real. Também adverte: "Não dá mais para tratar TIC como antes. Não dá para entregar aplicação rápida, se não garantir o mínimo de gestão".

» Distribuidora Ducsa usa o big data para conhecer melhor o cliente
» Simplificar é segredo do sucesso na área de Inovação em TI
» Cloud computing superou a fase dos projetos pilotos
» Grupo Ação cria unidade para treinar profissionais
» Orçamento de TI deve crescer 5% em 2015 no Brasil

Clique aqui e veja a cobertura completa


Veja edição 11 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 11

Na discussão sobre o que vai prevalecer — fibra óptica ou rádio — na construção das infraestruturas, vence quem souber explorar o que cada tecnologia tem de melhor a oferecer.

Veja também: Cidades Digitais: Governo convoca provedores; A transição da IANA foi destaque no ICANN#51; Billing das coisas: quando cobrar certo será o diferencial; e muito mais.

Clique aqui para ver outras edições





Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!