Cloud ComputingConvergência Digital
Advogados migram mensageria para a nuvem

Convergência Digital - Hotsite Cloud Computing
:: Da redação :: 28/03/2012

O escritório Dantas, Lee, Brock & Camargo Advogados (DLBCA), com uma carteira de clientes que abrange grandes corporações, multinacionais e instituições bancárias, acaba de concluir a migração de seus serviços de mensageria para o Google Apps. Desenvolvido pela Dedalus, o projeto foi idealizado para garantir o monitoramento do uso das ferramentas e o maior controle do atendimento ao cliente interno, usuário dos serviços na rede corporativa.

O projeto envolveu desde a implantação da solução Google Apps, plano de comunicação com os colaboradores, treinamento com a equipe técnica e usuários, até a migração de aproximadamente 450 contas de e-mail. “Nossa maior preocupação era a transferência de dados, mas a Dedalus se mostrou bastante experiente e, após reuniões de trabalho com nossa equipe, conseguiu diagnosticar as necessidades e apresentar um plano de projeto eficiente e seguro, envolvendo a migração de um grande volume de dados para o ambiente em nuvem”, observa Carlos Eduardo Minghini, diretor da área de Tecnologia do escritório.

Com a mudança para o novo ambiente em nuvem, o escritório sanou a dificuldade quanto ao espaço de armazenamento de e-mails, ampliando a capacidade de hospedagem de mensagens de 2GB para 25GB por usuário e eliminando a necessidade de realizar a liberação de espaço constantemente.

“Para este projeto buscamos no mercado o que existia de mais moderno no quesito ‘Colaboração’ e o Google Apps nos surpreendeu pela qualidade e custo benefício, e com um pacote de ferramentas com as mais variadas aplicações de comunicação, que tínhamos dificuldade em suporte”, analisa Minghini, ao observar que o novo projeto possibilitou maior flexibilidade em relação ao monitoramento dos usuários, reduzindo as horas de suporte para instalação e configuração de ferramenta de terceiros.

A implantação do projeto também propiciou outros benefícios ao DLBCA, como a redução de custos em torno de 40%, a partir do compartilhamento de documentos com clientes e parceiros através do Google Docs e a centralização de todas as ferramentas através de um único painel gerencial.  De acordo com o diretor de TI, a ideia é incorporar gradativamente todas as soluções do Google Apps a todas as áreas do escritório, iniciado com o Gmail e em seguida às ferramentas Calendário, Google Docs, Gtalk e o Google Sites.

Para Maurício Fernandes, presidente da Dedalus, o que mais chamou atenção no projeto foi a melhora na eficiência dos serviços de mensageria do DLBCA, com o aumento da capacidade de armazenamento e compartilhamento das informações críticas de negócios. “Outro destaque importante foi a migração para o novo ambiente Google Apps, incluindo treinamento com os colaboradores, e o tempo de mudança para o novo servidor, que levou apenas duas horas”.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 

 Matérias relacionadas com o assunto Cloud Computing  

:: 15/08/2014 13:54
Apple contrata China Telecom para guardar dados

:: 13/08/2014 17:13
Aplicativo usa nuvem para gestão de histórico médico

:: 11/08/2014 10:22
Nuvem substitui tradicionais tokens

:: 04/08/2014 10:44
Guarda de dados: Maioria dos paulistanos não confia nos provedores

:: 31/07/2014 09:45
Uso da nuvem agiliza obra do BRT em Brasília

:: 28/05/2014 10:13
Globalweb investe em centros de treinamento

:: 21/05/2014 10:30
Armazenamento é a aplicação mais procurada na nuvem brasileira

:: 12/05/2014 10:03
Big data dá fôlego ao IaaS

:: 28/10/2013 11:43
Para EMC, computação em nuvem revigora o papel da TI

:: 21/10/2013 20:22
Para deter os EUA, Brasil e Europa negociam regras comuns para computação em nuvem

Soluções de TI Simples
Cibersegurança está fora da rota das empresas no Brasil

Levantamento mostra que 58% das empresas entrevistadas não têm e não planejam ter qualquer tipo de educação para seus funcionários na área de segurança cibernética.

» Brasileiro gasta, em média, meia hora com redes sociais
» CSO: pronto para assumir a culpa nas violações da segurança
» Não deixe a TI causar um estrago incalculável

Opinião
Como será a rede SDN na América Latina?
:: Por Hector Silva*

VídeosMais vídeos



Destaques

Big Data terá investimento de R$ 853 milhões no Brasil

Os datacenters responderão por 20% das compras de servidores em 2014.


Privacidade: Bancos revisam termos de uso para evitar conflitos

"Precisamos deixar claro até que ponto os dados dos correntistas serão usados e para quê serão usados", diz Monica Oliveira, Gerente Executiva na Gerência de Riscos e Segurança de TI.


Marco Civil: Saúde decide que o dado pertence ao cidadão

"O dado não é do médico. O dado não é do hospital. O dado é do cidadão. Isso pode parecer trivial, mas não era assim", frisou o diretor de Tecnologia do Datasus, Augusto Gadelha. Segundo ele, o Registro Único de Saúde só avançará se a privacidade do cidadão for respeitada.


Com big data, Governo deve cruzar dados com redes sociais

A afirmação é do diretor de Operações do Serpro, Wilton Motta. Segundo ele, a riqueza de informações das redes sociais permite, por exemplo, aperfeiçoar uma política nacional de segurança.


'Donos' dos dados travam estratégia do governo para big data

"O dado não é do ministério. É do Estado", diz o diretor de operações do Serpro, Wilton Motta.


Copyright © 2014 Convergência Digital            Todos os direitos reservados.            É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.