Cloud ComputingConvergência Digital
Advogados migram mensageria para a nuvem

Convergência Digital - Hotsite Cloud Computing
:: Da redação :: 28/03/2012

O escritório Dantas, Lee, Brock & Camargo Advogados (DLBCA), com uma carteira de clientes que abrange grandes corporações, multinacionais e instituições bancárias, acaba de concluir a migração de seus serviços de mensageria para o Google Apps. Desenvolvido pela Dedalus, o projeto foi idealizado para garantir o monitoramento do uso das ferramentas e o maior controle do atendimento ao cliente interno, usuário dos serviços na rede corporativa.

O projeto envolveu desde a implantação da solução Google Apps, plano de comunicação com os colaboradores, treinamento com a equipe técnica e usuários, até a migração de aproximadamente 450 contas de e-mail. “Nossa maior preocupação era a transferência de dados, mas a Dedalus se mostrou bastante experiente e, após reuniões de trabalho com nossa equipe, conseguiu diagnosticar as necessidades e apresentar um plano de projeto eficiente e seguro, envolvendo a migração de um grande volume de dados para o ambiente em nuvem”, observa Carlos Eduardo Minghini, diretor da área de Tecnologia do escritório.

Com a mudança para o novo ambiente em nuvem, o escritório sanou a dificuldade quanto ao espaço de armazenamento de e-mails, ampliando a capacidade de hospedagem de mensagens de 2GB para 25GB por usuário e eliminando a necessidade de realizar a liberação de espaço constantemente.

“Para este projeto buscamos no mercado o que existia de mais moderno no quesito ‘Colaboração’ e o Google Apps nos surpreendeu pela qualidade e custo benefício, e com um pacote de ferramentas com as mais variadas aplicações de comunicação, que tínhamos dificuldade em suporte”, analisa Minghini, ao observar que o novo projeto possibilitou maior flexibilidade em relação ao monitoramento dos usuários, reduzindo as horas de suporte para instalação e configuração de ferramenta de terceiros.

A implantação do projeto também propiciou outros benefícios ao DLBCA, como a redução de custos em torno de 40%, a partir do compartilhamento de documentos com clientes e parceiros através do Google Docs e a centralização de todas as ferramentas através de um único painel gerencial.  De acordo com o diretor de TI, a ideia é incorporar gradativamente todas as soluções do Google Apps a todas as áreas do escritório, iniciado com o Gmail e em seguida às ferramentas Calendário, Google Docs, Gtalk e o Google Sites.

Para Maurício Fernandes, presidente da Dedalus, o que mais chamou atenção no projeto foi a melhora na eficiência dos serviços de mensageria do DLBCA, com o aumento da capacidade de armazenamento e compartilhamento das informações críticas de negócios. “Outro destaque importante foi a migração para o novo ambiente Google Apps, incluindo treinamento com os colaboradores, e o tempo de mudança para o novo servidor, que levou apenas duas horas”.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 

 Matérias relacionadas com o assunto Cloud Computing  

:: 29/01/2015 10:45
E-mail: Amazon entra na guerra contra Microsoft e Google

:: 27/01/2015 16:43
Nuvem foi a cura para solução de e-mail da Rede D´Or

:: 23/01/2015 11:28
Colégio Bandeirantes usa a nuvem para armazenar 16 terabytes

:: 19/01/2015 17:40
Goiás usa big data para tomada de decisão na área de educação

:: 15/01/2015 11:33
Grupo ThyssenKrupp migra infraestrutura para a nuvem

:: 17/12/2014 10:14
Fabricante de ônibus reestrutura TI com nuvem privada

:: 10/12/2014 18:44
Dell cutuca IBM e HP ao dizer que não vai concorrer com data centers

:: 04/12/2014 10:30
Empresas brasileiras não têm plano de recuperação de desastres para dados

:: 01/12/2014 11:15
Ministério da Justiça usa nuvem e criptografia nacionais

:: 27/11/2014 15:22
Missão crítica: a nuvem bate à porta

Opinião
Aumenta pressão na América Latina por uma rede melhor para a nuvem
:: Por Hector Silva*


VídeosMais vídeos




Destaques

Big data puxa projeto de Internet das Coisas no Brasil

Mesmo com a preferência dos CIOs pela nuvem privada, a nuvem pública deverá crescer 50% esse ano. A compra de dispositivos móveis representará cerca de 45% dos investimentos de TI.


Interoperabilidade entre nuvens desafia gestores de TI

Pesquisa revela ainda que a nuvem pública não está nas prioridades de investimentos.


Nuvem híbrida: Empresas brasileiras se revelam ainda confusas

Tendência está na lista de prioridades, mas a maioria não tem uma estratégia para a implementação.


Cientista de dados: se você tem um, cuide dele com cuidado

Especialista será um dos mais demandados em 2015 pelas empresas no Brasil.


Sem big data, não há inovação, frisam empresários no Brasil

Pesquisa da GE mostra que 77% dos empresários consideram essencial fazer análise de dados .


Copyright © 2014 Convergência Digital            Todos os direitos reservados.            É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.