Cloud ComputingConvergência Digital
Nuvem exige capacitação profissional

Convergência Digital - Hotsite Cloud Computing
:: Fabio Barros :: 30/03/2012

A proliferação do conceito de computação em nuvem tem levado muitas empresas a reverem suas abordagens de TI e, consequentemente, os modelos adotados em seus data centers. Por conta disso, a Oracle Brasil desenvolveu uma série de workshops, que estão sendo apresentados em diversas capitais brasileiras com o objetivo de ajudar seus clientes a lidar com a transformação de seus data centers.

“Grande parte dessa transformação tem sido alavancada pela nuvem”, afirma Samuel Baccin, diretor de vendas de sistemas da Oracle Brasil. O executivo revela que 70% dos clientes brasileiros estão lidando com o problema atualmente, principalmente em processos de simplificação de infraestruturas e redirecionamento de investimentos para o que traz real valor aos seus negócios.

“O ponto principal é que estas empresas estão preparando seus ambientes para prover o conceito de cloud computing para as áreas de negócios. Muitos acreditam contar com uma nuvem privada e estão oferecendo acesso a funcionários e clientes, de forma simples, rápida e eficaz”, explica.

Para ajudar estas empresas, a iniciativa educacional da Oracle é baseada na discussão de seis tendências: volume de dados, densidade computacional, globalização, eficiência energética, habilidades necessárias para gerenciamento de ambientes cada vez mais complexos e iniciativas verdes. “Estamos falando sobre como capacitar nossos clientes a trabalhar com as novas soluções Oracle, que envolvem todos estes pontos”, diz.

Baccin afirma que a demanda pela mudança é real em clientes de grande e médio porte. De acordo com ele, estas empresas estão lidando com desafios como transformação de ambientes físicos em virtuais, padronização e gerenciamento automatizado, entre outros. “Até pouco tempo atrás, as empresas precisavam lidar com vários fatores além da estrutura adquirida para seus data centers: homologação de equipamentos, teste, tempo de deployment, tempo de migração etc.”, diz.

O executivo acredita que o conceito de appliances, no qual a Oracle vem apostando suas fichas, permite que todo este entorno seja entregue aos clientes testado e homologado. “A aceitação tem sido grande, porque as áreas de TI não têm mais tempo para todos estes processos”, defende.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 

 Matérias relacionadas com o assunto Cloud Computing  

:: 29/01/2015 10:45
E-mail: Amazon entra na guerra contra Microsoft e Google

:: 27/01/2015 16:43
Nuvem foi a cura para solução de e-mail da Rede D´Or

:: 23/01/2015 11:28
Colégio Bandeirantes usa a nuvem para armazenar 16 terabytes

:: 19/01/2015 17:40
Goiás usa big data para tomada de decisão na área de educação

:: 15/01/2015 11:33
Grupo ThyssenKrupp migra infraestrutura para a nuvem

:: 17/12/2014 10:14
Fabricante de ônibus reestrutura TI com nuvem privada

:: 10/12/2014 18:44
Dell cutuca IBM e HP ao dizer que não vai concorrer com data centers

:: 04/12/2014 10:30
Empresas brasileiras não têm plano de recuperação de desastres para dados

:: 01/12/2014 11:15
Ministério da Justiça usa nuvem e criptografia nacionais

:: 27/11/2014 15:22
Missão crítica: a nuvem bate à porta

Opinião
Aumenta pressão na América Latina por uma rede melhor para a nuvem
:: Por Hector Silva*


VídeosMais vídeos




Destaques

Big data puxa projeto de Internet das Coisas no Brasil

Mesmo com a preferência dos CIOs pela nuvem privada, a nuvem pública deverá crescer 50% esse ano. A compra de dispositivos móveis representará cerca de 45% dos investimentos de TI.


Interoperabilidade entre nuvens desafia gestores de TI

Pesquisa revela ainda que a nuvem pública não está nas prioridades de investimentos.


Nuvem híbrida: Empresas brasileiras se revelam ainda confusas

Tendência está na lista de prioridades, mas a maioria não tem uma estratégia para a implementação.


Cientista de dados: se você tem um, cuide dele com cuidado

Especialista será um dos mais demandados em 2015 pelas empresas no Brasil.


Sem big data, não há inovação, frisam empresários no Brasil

Pesquisa da GE mostra que 77% dos empresários consideram essencial fazer análise de dados .


Copyright © 2014 Convergência Digital            Todos os direitos reservados.            É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.