Cloud ComputingConvergência Digital
Nuvem exige capacitação profissional

Convergência Digital - Hotsite Cloud Computing
:: Fabio Barros :: 30/03/2012

A proliferação do conceito de computação em nuvem tem levado muitas empresas a reverem suas abordagens de TI e, consequentemente, os modelos adotados em seus data centers. Por conta disso, a Oracle Brasil desenvolveu uma série de workshops, que estão sendo apresentados em diversas capitais brasileiras com o objetivo de ajudar seus clientes a lidar com a transformação de seus data centers.

“Grande parte dessa transformação tem sido alavancada pela nuvem”, afirma Samuel Baccin, diretor de vendas de sistemas da Oracle Brasil. O executivo revela que 70% dos clientes brasileiros estão lidando com o problema atualmente, principalmente em processos de simplificação de infraestruturas e redirecionamento de investimentos para o que traz real valor aos seus negócios.

“O ponto principal é que estas empresas estão preparando seus ambientes para prover o conceito de cloud computing para as áreas de negócios. Muitos acreditam contar com uma nuvem privada e estão oferecendo acesso a funcionários e clientes, de forma simples, rápida e eficaz”, explica.

Para ajudar estas empresas, a iniciativa educacional da Oracle é baseada na discussão de seis tendências: volume de dados, densidade computacional, globalização, eficiência energética, habilidades necessárias para gerenciamento de ambientes cada vez mais complexos e iniciativas verdes. “Estamos falando sobre como capacitar nossos clientes a trabalhar com as novas soluções Oracle, que envolvem todos estes pontos”, diz.

Baccin afirma que a demanda pela mudança é real em clientes de grande e médio porte. De acordo com ele, estas empresas estão lidando com desafios como transformação de ambientes físicos em virtuais, padronização e gerenciamento automatizado, entre outros. “Até pouco tempo atrás, as empresas precisavam lidar com vários fatores além da estrutura adquirida para seus data centers: homologação de equipamentos, teste, tempo de deployment, tempo de migração etc.”, diz.

O executivo acredita que o conceito de appliances, no qual a Oracle vem apostando suas fichas, permite que todo este entorno seja entregue aos clientes testado e homologado. “A aceitação tem sido grande, porque as áreas de TI não têm mais tempo para todos estes processos”, defende.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 

 Matérias relacionadas com o assunto Cloud Computing  

:: 24/10/2014 11:05
Apache CloudStack libera versão 4.4.1

:: 23/10/2014 15:25
Big data: IBM projeta processador 100% nacional

:: 22/10/2014 16:43
Empresa russa quer lugar no mercado de TI no Brasil

:: 02/10/2014 18:35
Vale a pena ser pioneiro no uso da TI?

:: 29/09/2014 11:55
Fora da TI, SaaS ganha vida no mercado financeiro

:: 20/09/2014 12:33
Pesquisadores lançam guia para certificação Cloud da CompTIA

:: 17/09/2014 17:10
Datacenter: Ato declaratório da Receita é abusivo, diz especialista

:: 10/09/2014 17:22
Brasil representa apenas 1,4% do tráfego mundial de dados

:: 27/08/2014 19:00
Dias contados para a nuvem pública no Brasil?

:: 13/08/2014 17:13
Aplicativo usa nuvem para gestão de histórico médico

Opinião
Sobrecarga de dados – um problema, muitas soluções
:: Por Nelson Wang*


VídeosMais vídeos




Destaques

Nuvem ainda está fora dos planos de muitas empresas no Brasil

Pesquisa, feita com 400 companhias, mostra que boa parte delas não quer usar cloud.


Big data: Uso dos 'dados vivos' vira obra de arte

Artista inglesa diz que interesse pelos dados veio pós-denúncias de Edward Snowden.


Para gestores de TI, nuvem corporativa é muito cara no Brasil

Executivos dizem ainda que já sofreram violação de dados por culpa parcial do provedor de nuvem.


OpenStack será a protagonista da nova era da TI

"Estamos um pouco defasados no conceito, especialmente por conta da adoção da nuvem, mas o tsunami da TI está chegando e não podemos ser pegos de surpresa", advertiu o presidente da Red Hat Brasil, Gilson Magalhães.


Big data vai crescer seis vezes mais que TI até 2018

Expectativa é que o mercado movimente US$ 41,5 bilhões nos próximos quatro anos.


Copyright © 2014 Convergência Digital            Todos os direitos reservados.            É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.