Home - Convergência Digital

Aplicativos: Sem lei no Brasil, termo de uso é a única proteção do usuário

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos - 26/03/2012

Para o advogado e presidente do Conselho de Tecnologia da Informação da Fecomércio/São Paulo, Renato Opice Blum, falta clareza para a garantia dos direitos dos usuários de aplicativos móveis. Segundo Opice Blum, hoje, quem determina as regras do jogo é o desenvolvedor do aplicativo. E o especialista lembra: Não há aplicativo gratuito sem interesse em retorno financeiro.

"Não há jurisprudência que proteja os dados pessoais no caso dos aplicativos móveis", observou Renato Opice Blum, que no último dia 21, participou do debate Aplicativos X Privacidade, na Fecomércio/SP. E, hoje, o Termo de Uso - com suas longas páginas, a maioria tem mais de 40 - é a única proteção para o usuário. "Teria sido melhor se antes da explosão do consumo de aplicativos móveis, se tivesse uma regra transparente, mas infelizmente não temos", afirma Opice Blum.

"Hoje quem determina o norte das ações é o desenvolvedor de conteúdo. E temos que lembrar que apesar do aplicativo ser gratuito, há, sim, uma questão de remuneração para o desenvolvedor e há regras de uso. Só que, hoje, faltam modelos claros para definir as responsabilidades", acrescenta o advogado, especializado em Direito Eletrônico. Opice Blum.

Ele observa ainda que, hoje, as pessoas baixam aplicativos sem saber quais dados são coletados e para que serão usados. "Esse é um problema a ser enfrentado", adverte. Assista a palestra de Renato Opice Blum sobre privacidade de dados em aplicativos móveis.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

31/07/2015
SpumeNews cria app apoiada na inteligência artificial

30/07/2015
OAB diz que veto ao UBER também proíbe apps de táxis no Distrito Federal

24/07/2015
Receita lança nova versão do App para CNPJ

24/07/2015
TAM cria app exclusivo para o Facebook

23/07/2015
Com vídeo em alta, explode o tráfego de dados móveis no mundo

22/07/2015
App da Embratel é usado por 150 profissionais do COB no Pan-Americano de Toronto

21/07/2015
TIM monta sala de aula para ensinar a mexer com smartphone e Internet

16/07/2015
ESET: Falsos aplicativos roubam 500 mil senhas de acesso ao Facebook

16/07/2015
Cidade do México é primeira na América Latina a regular o Uber

15/07/2015
Google dá a largada para concurso em busca de desenvolvedores locais

Destaques
Destaques

Alcatel OneTouch abandona feature phones e entra na briga dos smartphones

Fabricante abre fábrica própria, em Manaus, atenta ao PPB, diz Enrique Ussher, presidente Alcatel OneTouch no Brasil. O Idol 3 é 4G, mas mais aparelhos nessa tecnologia virão em 2016.

4G salva teles e registra 1,359 milhão de novas adições em maio

Se as desconexões no serviço pré-pago chegaram a 1,6 milhão, as adesões ao 4G seguem num ritmo forte. Migração do 2G para o 3G também está acelerada. O M2M, porém, não decola como o esperado.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Condições para uma implementação bem-sucedida do LTE

Por Enrique Carrier

Como qualquer infraestrutura, redes de telefonia móvel exigem uma visão de médio a longo prazo para uma evolução eficaz. O essencial é manter em mente os dois pilares da capacidade e cobertura de uma rede móvel: espectro e antenas.


Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site