Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Internet

Nos EUA, Comissão pede privacidade, mas não apoia o fim do rastreamento

:: Da redação*
:: Convergência Digital :: 26/03/2012

Um relatório apresentado nesta segunda-feira, 26/3, pela Comissão Federal do Comércio dos EUA (FTC, na sigla em inglês), pede aos legisladores que aprovem uma lei para garantir aos consumidores acesso a informações detidas por “corretores de dados” – empresas que se especializam em mapear informações sobre internautas para fins comerciais.

Mas no relatório de 120 páginas, a FTC não chegou a apoiar uma legislação que torne obrigatório o mecanismo conhecido como Do Not Track (Não Rastreie), limitando-se a declarar que “a indústria tem feito progressos significativos” voluntariamente – um projeto nesse sentido foi apresentado no Congresso americano no ano passado.

Para alguns analistas ligados a consultorias pró-livre mercado, a proibição a esses mecanismos rastreadores seria prejudicial à publicidade e, consequentemente, a gratuitade de diversos sites na Internet – e poderia ter impacto mesmo nos conhecidos botões “Like”, do Facebook ou Google+.

Embora o relatório em si não impeça os parlamentares americanos de eventualmente aprovarem o projeto relativo a regras mais severas de privacidade na Internet, é de se esperar que deputados e senadores se mostrem mais relutantes em apoiar a proposta diante das considerações do órgão regulador – o FTC tem competência em questões relacionadas à privacidade.

Naturalmente, militantes que defendem restrições mais diretas se mostraram desapontados com o relatório final da FTC. O Eletronic Privacy Information Center, por exemplo, sustentou que a Comissão “não foi longe o bastante” nas recomendações e “erroneamente sustentou a auto-regulação”

Em essência, a Comissão Federal do Comércio defende que empresas de Internet adotem políticas internas de privacidade mais severas, que garantam a segurança dos dados dos consumidores, bem como limitem a compilação e retenção de tais informações.

* Com informações da Cnet.news

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 23/07/2014 17:20
Provedores Internet começam a levar o IPv.6 aos clientes

:: 22/07/2014 12:45
Cidades inteligentes e a Internet das Coisas

:: 17/07/2014 14:28
Nos acordos entre China e Brasil, Baidu traz versão local de buscador da Internet

:: 14/07/2014 16:05
.REST e .BAR já estão disponíveis para a indústria de alimentos e bebidas

:: 07/07/2014 16:41
Consumidor pagará mais por acesso a conteúdo de TV e filmes pela Internet

:: 17/06/2014 11:00
No Canadá, provedores não podem identificar internautas sem mandado judicial

:: 16/06/2014 15:12
Com OTTs em alta, Level 3 investe US$5,68 bi em provedor Internet

:: 12/06/2014 10:45
Internet das Coisas explode a demanda por tráfego IP

:: 10/06/2014 14:30
Acabou o estoque de IPv.4 no Brasil e na América Latina

:: 09/06/2014 09:40
Bancos estão atrasados na implantação do IPv6




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Banda larga: Governo da Austrália bane Huawei de projeto nacional

PRÓXIMA
Telebras e Angola Cables assinam acordo para conexão entre Brasil e África



Por sobrevivência, provedores precisam fugir dos serviços comuns

Sair da zona de conforto e se reinventar é imperativo para os ISPs que querem se manter no mercado, sustenta o presidente da Abranet, Eduardo Neger. E para ele só há uma alternativa: apostar na Inovação. O Marco Civil também exige novos modelos de negócios.


 ESPECIAL   GOVERNANÇA DA INTERNET
NetMundial preserva transição da ICANN e faz leve menção à neutralidade

Além de manter o prazo previsto para que as funções IANA sejam desvinculadas do governo dos EUA, a declaração final do evento global sobre a governança da Internet, realizado em São Paulo, também reforçou as críticas à vigilância. Mas cedeu à indústria do copyright.

» Comitê Gestor lança escola sobre governança da Internet
» Painel da ICANN sustenta NetMundial e "globalização" até setembro de 2015
» Governança da Internet: EUA se opõem ao modelo multilateral e conflitam com o Brasil
Clique aqui para ver o especial completo


OTTs têm dificuldades para crescer no Brasil
:: 29/07/2014 :: Internet

País aparece em quinto lugar perdendo para Colômbia e México, que apresentam as maiores taxas de evolução na América Latina.


Google atendeu metade dos pedidos de “direito ao esquecimento”
:: 25/07/2014 :: Internet

Desde maio, quando a Corte de Justiça da Europa decidiu que os europeus podem pedir aos bucasdores que removam resultados de buscas "inadequados ou irrelevantes", a empresa já recebeu mais de 90 mil notificações. Um terço foi negado sumariamente. 


Viber negocia entrar no acesso grátis das teles móveis
:: 25/07/2014 :: Internet

Gerente-Geral para o Brasil, Luiz Felipe Barros, diz que aplicativo quer acirrar a disputa com o WhatsApp, seu maior rival.


Provedores Internet começam a levar o IPv.6 aos clientes
:: 23/07/2014 :: Internet

Fasternet, ISP da cidade de Cerquilho, no interior de São Paulo, já entregou roteadores WiFi com o novo protocolo da Internet para cinco mil clientes residenciais.



4G: Verizon corta velocidade dos 'ilimitados'

"É perturbador", reagiu o presidente do FCC, Tom Wheeler.

» 4G cresce 110% em seis meses. Modems 3G não param de cair
» Telefonica Vivo silencia sobre Leilão 4G
» TIM amplia disputa e reduz tarifa do pré-pago


Marco Civil: Como será daqui pra frente?
:: Por João Moura*

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital


TICs em Foco - Internet das coisas
Oportunidades e desafios

Mais popular que nunca, a internet das coisas — ou IoT, na sigla para Internet of Things, ou ainda IoE de Internet of Everything — representa tanto uma janela de oportunidade para as empresas quanto imprime desafios monstruosos devido à imensa quantidade de máquinas conectadas à internet.


Veja a primeira edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC


A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina. Nessa primeira edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade: a governança da Internet. Boa leitura!

Clique aqui para ver todas as edições




Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!