Home - Convergência Digital

Na era dos aplicativos, começa a guerra pelos domínios móveis

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos - 26/03/2012

Proteger a marca no ambiente móvel precisa estar na lista de prioridade dos gestores de uma corporação, mesmo para aquelas que, nesse momento, ainda não vislumbram razão para investir em desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis, adverte Francisco Maldonado, diretor da ExpressApps, que participou de um seminário sobre Aplicativos x Privacidade, realizado na Fecomércio, em São Paulo, realizado no último dia 21 de março.

"Rgistrem suas marcas no ambiente móvel porque a corrida pelo domínio já começou", afirmou Maldonado, observando que, por dia, a loja da Apple recebe 2 mil pedidos de aplicativos.

Ele lembra que a Apple é mais criteriosa - analisa os pedidos com mais cuidado e rejeita os aplicativos considerados 'dúbios', mas o Android, é mais flexível. "Isso significa que cuidar da marca é imperativo antes que outro use e no Brasil não há ainda nenhum controle sobre marca móvel", salienta.

Maldonado conta que o problema é maior em países como Estados Unidos, mas já acontece no Brasil e cita um exemplo: Runner Academia, que teve o seu domínio registrado por outra empresa e teve que criar seu aplicativo com outro domínio.

O seminário "Aplicativos x Privacidade', foi realizado pela Federação de Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio), na sede da entidade, no último dia 21 de março. Assista o alerta dado por Francisco Maldonado, da ExpressApps sobre proteção de marca no ambiente móvel.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

06/07/2015
ANAC libera celulares, tablets e laptops na Gol

06/07/2015
Waze, do Google, entra no mercado de apps de carona

03/07/2015
Facebook e Google travam uma guerra nos apps móveis

01/07/2015
"Proibição do UBER é parar o inevitável, o futuro", diz presidente da camara-e.net

01/07/2015
Uber x táxis: São Paulo e Brasília proíbem uso do aplicativo

26/06/2015
Anatel elege a Internet como principal meio de atendimento ao consumidor

18/06/2015
Taxistas protestam contra Uber em debate na Câmara

18/06/2015
Aplicativos definem quais bancos vão sobreviver na era digital

16/06/2015
Paciência do brasileiro com apps dura até três segundos

09/06/2015
App brasileiro vence Copa do Mundo de Tecnologia

Destaques
Destaques

Sem teles e varejo, chinesa Xiaomi deflagra guerra de preços no 3G e 4G

O brasileiro Hugo Barra, diretor internacional da fabricante chinesa, mandou um recado aos concorrentes: "Chegamos para 'disruptar'". O smartphone da Xiaomi, o Redmi 2, será produzido localmente na Foxconn, em Jundiaí, São Paulo, e terá custo de R$ 499,00.

Claro muda de estratégia e fecha acordo 'zero rating' com OTTs

Tele fechou acordo com WhatsApp, Facebook e Twitter para a não cobrança de dados no pacote Internet Turbinada 4G. Mas os serviços de voz desses aplicativos ficaram fora do acerto.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

LTE: Mais do que uma tecnologia ultrarrápida

Enrique Carrier *

As evoluções da tecnologia são ainda mais importantes do que a rápida adoção para propagar a banda larga móvel.


Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site