INTERNET

Contrato da Price com teles, para medição da Internet, é de R$ 99 milhões

Luís Osvaldo Grossmann ... 23/03/2012 ... Convergência Digital

A consultoria PriceWaterhouseCoopers, escolhida para ser a Entidade Aferidora da Qualidade da banda larga no país, vai receber R$ 99 milhões por um contrato – ou melhor, por um termo de compromisso – com as prestadoras para medir os indicadores de rede durante cinco anos.

O custeio dessa fiscalização pelas próprias fiscalizadas foi a principal crítica contra a Anatel durante audiência na comissão de Ciência e Tecnologia do Senado. “Não haveria questionamento se a Anatel contratasse o serviço”, insistiu o senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP).

Para o senador, os pagamentos à entidade aferidora deveriam ser feitos pela agência, que, segundo ele, teria de onde garantir os recursos. “A Anatel recolhe, pelo menos, R$ 2,5 bilhões por ano com o Fistel, apenas da telefonia móvel. E o próprio TCU indicou ‘leniência’ na cobrança de multas”, insistiu.

“Estamos acrescentando um custo a mais, que poderia ser financiado pela Anatel”, emendou o diretor-executivo do Sinditelebrasil, Eduardo Levy, animado com a sugestão do senador. “Gostaríamos de colaboração para que o Fistel, que na verdade recolhe R$ 4 bilhões por ano, pague a conta.”

No campo da legitimidade, porém, a Price sustentou ser natural que as empresas paguem, em uma analogia com os contratos de auditoria. “Muitas vezes somos pagos pelas empresas par dar más notícias. Fazemos isso há 100 anos”, afirmou Luiz Eduardo Viotti, sócio da consultoria.

A consultoria também defendeu a experiência acumulada no país e sustentou ter competência para atuar como aferidora. “Temos conhecimento do mercado brasileiro de telecomunicações, conhecemos projetos de grande porte e a regulamentação. E a SamKnows tem tecnologia testada em vários países”.

A SamKnows, também inglesa, é a parceira técnica da Price – ganhou notoriedade depois de ser escolhida para testes de banda larga pelo regulador da Inglaterra (Ofcom) e dos EUA (FCC). Segundo a Price, essa experiência de medições está sendo estendida a outros países europeus e o Canadá.

Software

A Price também reagiu às críticas de que o software escolhido para fazer a medição “informal” – o controle efetivo se dará com equipamentos nas redes – não atendia os requisitos do regulamento. Ainda na quinta-feira, 22/3, um novo programa já estava disponível, embora em versão beta.

O novo site para testes de velocidade é o www.brasilbandalarga.com.br, com links dispostos nas páginas das operadoras. Apesar de estar sendo aperfeiçoado, já é possível fazer o teste para resultados de velocidade, latência, jitter e perda de pacotes. Mas o histórico de testes ainda não está funcionando.


ESPECIAL » GOVERNANÇA DA INTERNET
EUA e aliados rejeitam proposta brasileira de proteção à privacidade

Em entrevista ao portal da Abranet, que o Convergência Digital republica, Thiago Tavares, um dos conselheiros do CGI e que esteve presente à PP-14 de 29/10 a 7/11, realizada em Busan, na Coréia do Sul, diz que há discussões graves para serem tocadas em 2015. Entre elas, uma proposta- rejeitada - da Índia, mas que pode colocar em risco à Internet.


Clique aqui para ver a cobertura completa

STM exige a quebra de sigilo do WhatsApp para apurar morte no RS

O Plenário do Superior Tribunal Militar, no Rio Grande do Sul, determinou que o Facebook, dono do OTT, forneça o registro de uso de conta vinculada a um soldado. Medida é polêmica e envolve a questão da privacidade de dados.

Indústria de copyright quer bloqueio a sites como exceção à neutralidade de rede

Hollywood e distribuidores de jogos eletrônicos querem impedir acesso a conteúdos de sites que supostamente violam direitos autorais mesmo fora do país.

Para Abranet e Proteste, Anatel tenta misturar telecom com Internet

Entidades sustentam que a agência reguladora promove equivocada ideia de irrelevância do Serviço de Conexão à Internet ou de incorporação deste serviço ao serviço de telecomunicações

Marcas de luxo processam Alibaba por venda de ‘piratas’

Pela segunda vez, dona de grifes como Gucci e Yves Saint Laurent aciona o maior grupo de comércio eletrônico da China sob alegação de facilitação da venda de produtos falsificados.

Direito ao esquecimento: Um ano depois, Google apagou 322 mil resultados de buscas

Maior motor de busca da Internet diz que atendeu a 41% dos pedidos realizados. Decisão foi imposta pela Corte de Justiça da União Europeia.


Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G