NEGÓCIOS

Brasileiro amplia migração para cartões de crédito e débito

Da redação ... 21/03/2012 ... Convergência Digital

A indústria brasileira de cartões deve desacelerar em 2012, previu nesta quarta-feira, 21/03, a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Credito e Serviços (Abecs)."No varejo, a coisa não está bem", disse à Reuters o presidente da entidade, Claudio Yamaguti, explicando que as recentes medidas do governo para estimular a economia ainda não se refletiram integralmente no consumo.

Em 2011, o faturamento do setor de cartões no Brasil somou R$ 670 bilhões, uma expansão de 24% sobre o ano anterior. Para este ano, a previsão é de aumento de 20%. Apesar da atividade econômica moderada, em meio aos efeitos da crise internacional e de medidas do governo brasileiro para conter a inflação, o setor de cartões continuou no ano passado se beneficiando da gradual migração dos meios de pagamento, de cheque e dinheiro, para plásticos de débito e de credito.

Só no ano passado, a participação desses meios eletrônicos nos pagamentos do consumo privado subiu de 24,3 por cento para 26,8 por cento do total. A expectativa da entidade é que esse percentual chegue a 36 por cento em 2015. O número total de plásticos em circulação chegou a 687 milhões de unidades, um avanço anual de 9 por cento.

Segundo a Abecs, o aumento dos gastos de brasileiros no exterior pagos com cartões (19 por cento em 2011, para 21,2 bilhões de reais), em meio a valorização do real contra o dólar, também contribuiu com a expansão do setor. Com o recente ciclo de cortes na taxa básica de juro Selic e medidas de incentivo ao consumo a Abecs avalia que alguma melhora possa acontecer ao longo do ano, o que poderia levar a uma revisão das projeções.

Fonte: Agência Reuters


Revista Alianza Latinoamericana de Medios TIC . Novembro 2015
Veja a revista Alianza Latinoamericana de Medios TIC Economia Digital: Está na hora da América Latina estimular o desenvolvimento do ecossistema para aproveitar as possibilidades de um planeta hiperconectado.
Clique aqui para ver outras edições
Resiliência e Segurança
Se a TI parar quanto essa falha vai custar para o seu negócio?

Estudo adverte aos gestores de TI: se a resiliência não for integrada na adoção inicial de cloud, as organizações estarão aceitando riscos, quer realizem isso ou não.

Alcatel Lucent Enterprise quer levar modelo da nuvem para as redes locais

O modelo de pagar por utilização pela porta do switche está sendo trabalhado para ser adotado no Brasil, revela Nuno Ribas, vice-presidente de vendas para a América Latina e Caribe da ALE. Marca Alcatel Lucent permanecerá em uso pela companhia pelo menos até o fim de 2018.

Informática e Comunicação derrubam indústria de eletrônicos em 2015

Como demonstra a Abinee, desempenho do setor foi pior do que da indústria em geral. Apenas entre eletrônicos, o tombo acumulado foi de 30%.


Acompanhe a Cobertura Especial do RioInfo 2015

TIC é a ferramenta para o Brasil superar o momento econômico

Rio Info 2015 projeta gerar R$ 16,5 milhões em novos negócios nos próximos 12 meses, muitos a partir de alianças e parcerias nacionais e internacionais, revelam os diretores do TI Rio, Benito Paret, e da RioSoft, Alberto Blois.


Acompanhe a Cobertura Especial do RioInfo 2015

Acompanhe a Cobertura Especial do EMC Forum 2015

EMC Brasil: 2016 será um ano desafiador para o mercado de TI

Presidente da empresa, Carlos Cunha, salienta que o big data obrigou aos fornecedores pensarem diferente. "Treinei minha equipe para negócios. Não quero mais só vendedores". Já os clientes, o momento é de colocar a mão na massa. "Não basta planejar, é preciso iniciar", acrescentou.


Acompanhe a Cobertura Especial do EMC Forum 2015

  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G