Cloud ComputingConvergência Digital
Globalweb e Serena Software se unem por orquestração em TI

Convergência Digital - Hotsite Cloud Computing
:: Ana Paula Lobo :: 21/03/2012

Um dos maiores desafios, hoje, dos gestores de Tecnologia é o de integrar suas diferentes soluções como Gestão Empresarial, CRM, Billing, e outras, e organizar uma gestão efetiva de processos. Atenta a essa demanda, a Globalweb, empresa nacional de TI e computação na nuvem, renovou sua parceria com a Serena Software para a oferta dos produtos da desenvolvedora norte-americana, especializada em processos.

De acordo com Jorge Moskovitz, diretor da Serena Software no Brasil, o desenvolvimento de uma aplicação não é mais apenas um interesse da área de TI, mas está integrada ao processo de negócios de uma companhia.

"Mais do que desenvolver é preciso garantir que essa aplicação chegue no mercado no tempo previsto e, hoje, essa integração desenvolvimento e negócios ainda não acontece na maioria das vezes. Nós entramos para reduzir esse gap", explica o executivo.

O produto base para o trabalho no Brasil é o Serena Service Manager, lançado em 2010, e que recém-ganhou o Pink Elephant’s 2011 Innovation of the Year Award, numa premiação voltada para o produto mais inovador na área de software e de processos em ITIL.

"A nossa proposta é facilitar a orquestração em TI, ou seja, unificar e facilitar a gestão dos ciclos de vida das aplicações de forma simples e efetiva, lembrando que os processos ITIL demandam bastante", diz Moskovitz.

Para José Geraldo Coscelli, COO da Globalweb, além de vender o software da Serena, a empresa está especializada na sua implementação e manutenção. "Para outsourcing, esse é um modelo que vem rendendo bons frutos em grandes empresas e na área de governo", diz.

Mas o próximo desafio é o de levar módulos da solução - atenta à gestão de processos para empresas de menor porte - para o modelo de computação na nuvem. "Estamos negociando para sermos os distribuidores exclusivos da Serena Software em computação na nuvem. Gestão de processos é prioridade em qualquer área de TI", destaca o diretor da GlobalWeb.

Em visita ao Brasil, o vice-presidente de Marketing da Serena Software, David Hurwitz, enfatizou que a companhia, que abriu um escritório próprio no país para gerenciar as operações na América Latina e para ficar mais próxima dos seus parceiros, sabe que o Brasil é, hoje, um mercado em forte expansão e um potencial de negócios em TI.

"O momento brasileiro é mágico e impulsiona outros países da região", diz. A Serena tem forte interesse em ampliar sua participação no mercado de varejo - compras online, hoje, geram sistemas de TI, e no Governo, onde há a necessidade de gerir aplicações de forma mais eficiente.

"Nossos produtos são voltados para profissionais de TI. E sabemos quais são as suas demandas no Brasil, na Alemanha, no Japão. Os gestores de TI querem uma ferramenta que integre o desenvolvimento da aplicação ao negócio", completa Hurwitz.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 

 Matérias relacionadas com o assunto Cloud Computing  

:: 07/07/2014 13:43
Endereço dos dados será irrelevante

:: 01/07/2014 16:42
Brasil ainda tem muito espaço para novos data centers

:: 01/07/2014 09:35
Guerra de 'titãs' baixa os preços de SaaS. Software brilha em compras de TI

:: 26/06/2014 12:33
Procuram-se arquitetos de dados no Brasil

:: 28/05/2014 10:13
Globalweb investe em centros de treinamento

:: 21/05/2014 10:30
Armazenamento é a aplicação mais procurada na nuvem brasileira

:: 12/05/2014 10:03
Big data dá fôlego ao IaaS

:: 28/04/2014 15:13
Justiça ordena que provedores repassem dados ao governo dos EUA

:: 09/04/2014 16:05
Brasil responderá por 3% do volume de dados mundial em 2014

:: 24/03/2014 12:10
Quando os dados em excesso viram um problema real

Soluções de TI Simples
Mídias sociais e cloud: quando o dano se alastra em tempo real

Mensurar o impacto de uma ação equivocada é, hoje, um desafio para as corporações. Mitigar o impacto exige táticas mais eficientes.

» Fui invadido. Minha marca está arranhada. Como reagir?
» Não deixe a TI causar um estrago incalculável
» Seis passos para não deixar seu negócio fracassar

Opinião
Big Data e indústria: é hora de entender e aprender a usar
:: Por Camilo Rubim*

VídeosMais vídeos



Destaques

Para EMC Brasil, teles e bancos puxam a adoção do big data

O presidente da empresa, Carlos Cunha, diz que o mercado nacional amadureceu para o uso de serviços de computação na nuvem, mas precisa de apoio para implementar essas soluções. O desafio, agora, é formar os cientistas de dados.


Na guerra da nuvem, Microsoft ativa data center brasileiro

Unidade é a primeira da empresa na América Latina e está localizada em São Paulo. O centro de dados servirá para consolidar os negócios de IaaS da empresa no país e servirá ainda para atender clientes dos países da região.


Banco do Brasil admite que big data desafia a área de TI

Vice-presidente de tecnologia do Banco do Brasil, Geraldo Afonso Dezena da Silva, diz que o banco está usando o big data para entender o comportamento do seu correntista. Já sobre computação em nuvem, o banco é conservador: a nuvem privada é a escolha.


Big data: qual é a linha entre ser ou não ser ético?

Como fazer quando as empresas começam a saber mais de nós do que nós mesmos?


Falta conhecimento para extrair valor do big data

Questão é o desafio número 1 para boa parte dos gestores de TI no país.


Copyright © 2014 Convergência Digital            Todos os direitos reservados.            É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.