Cloud ComputingConvergência Digital
Globalweb e Serena Software se unem por orquestração em TI

Convergência Digital - Hotsite Cloud Computing
:: Ana Paula Lobo :: 21/03/2012

Um dos maiores desafios, hoje, dos gestores de Tecnologia é o de integrar suas diferentes soluções como Gestão Empresarial, CRM, Billing, e outras, e organizar uma gestão efetiva de processos. Atenta a essa demanda, a Globalweb, empresa nacional de TI e computação na nuvem, renovou sua parceria com a Serena Software para a oferta dos produtos da desenvolvedora norte-americana, especializada em processos.

De acordo com Jorge Moskovitz, diretor da Serena Software no Brasil, o desenvolvimento de uma aplicação não é mais apenas um interesse da área de TI, mas está integrada ao processo de negócios de uma companhia.

"Mais do que desenvolver é preciso garantir que essa aplicação chegue no mercado no tempo previsto e, hoje, essa integração desenvolvimento e negócios ainda não acontece na maioria das vezes. Nós entramos para reduzir esse gap", explica o executivo.

O produto base para o trabalho no Brasil é o Serena Service Manager, lançado em 2010, e que recém-ganhou o Pink Elephant’s 2011 Innovation of the Year Award, numa premiação voltada para o produto mais inovador na área de software e de processos em ITIL.

"A nossa proposta é facilitar a orquestração em TI, ou seja, unificar e facilitar a gestão dos ciclos de vida das aplicações de forma simples e efetiva, lembrando que os processos ITIL demandam bastante", diz Moskovitz.

Para José Geraldo Coscelli, COO da Globalweb, além de vender o software da Serena, a empresa está especializada na sua implementação e manutenção. "Para outsourcing, esse é um modelo que vem rendendo bons frutos em grandes empresas e na área de governo", diz.

Mas o próximo desafio é o de levar módulos da solução - atenta à gestão de processos para empresas de menor porte - para o modelo de computação na nuvem. "Estamos negociando para sermos os distribuidores exclusivos da Serena Software em computação na nuvem. Gestão de processos é prioridade em qualquer área de TI", destaca o diretor da GlobalWeb.

Em visita ao Brasil, o vice-presidente de Marketing da Serena Software, David Hurwitz, enfatizou que a companhia, que abriu um escritório próprio no país para gerenciar as operações na América Latina e para ficar mais próxima dos seus parceiros, sabe que o Brasil é, hoje, um mercado em forte expansão e um potencial de negócios em TI.

"O momento brasileiro é mágico e impulsiona outros países da região", diz. A Serena tem forte interesse em ampliar sua participação no mercado de varejo - compras online, hoje, geram sistemas de TI, e no Governo, onde há a necessidade de gerir aplicações de forma mais eficiente.

"Nossos produtos são voltados para profissionais de TI. E sabemos quais são as suas demandas no Brasil, na Alemanha, no Japão. Os gestores de TI querem uma ferramenta que integre o desenvolvimento da aplicação ao negócio", completa Hurwitz.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 

 Matérias relacionadas com o assunto Cloud Computing  

:: 30/03/2015 09:27
Serasa Experian vai investir R$ 25 milhões em big data

:: 20/03/2015 09:55
Nordeste vai certificar profissionais para computação em nuvem

:: 18/03/2015 14:37
Ford e Microsoft unem nuvem e carro conectado

:: 13/03/2015 11:14
Santander Brasil se diz pronto para a nuvem pública

:: 09/03/2015 15:33
Unicamp terá MiniCloud pública com a IBM

:: 09/03/2015 13:24
Nuvem privada reina na cloud brasileira

:: 25/02/2015 16:59
Cloud é foco da Interactive Intelligence na América Latina

:: 23/02/2015 09:33
Nokia usa potencial do rádio em solução de cloud

:: 10/02/2015 16:14
Big data: para não doer no bolso e na alma

:: 06/02/2015 16:36
Santander entra na briga pelo serviço na nuvem

Opinião
Dados pessoais proporcionais ao poder
:: Alberto Esteves Ferreira Filho e Andreia de Andrade Gomes *


VídeosMais vídeos




Destaques

Big data desenvolvido no Brasil pela EMC simplifica criação de aplicações

Plataforma criada no país reduz o prazo de implementação do big data de nove meses para uma semana.


Duas em cada três empresas brasileiras estão indo para a nuvem

Certificações passam a ser diferencial na escolha do provedor.


CIOs: pensem além do dia de hoje

Cloud computing entrou no radar dos gestores de TI, mas muitos pensam nela para resolver problemas imediatos.


Falta maturidade e apenas 10% das empresas brasileiras adotam o big data

Mas 29% dizem que vão investir ainda em 2015.


Big data puxa projeto de Internet das Coisas no Brasil

Mesmo com a preferência dos CIOs pela nuvem privada, a nuvem pública deverá crescer 50% esse ano. A compra de dispositivos móveis representará cerca de 45% dos investimentos de TI.


Copyright © 2005-2015 Convergência Digital            Todos os direitos reservados.            É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.