TELECOM

Banda larga: Ainda faltam investimentos no Brasil

Fábio Barros ... 20/03/2012 ... Convergência Digital

Durante a divulgação do “Balanço Huawei de Banda Larga 2012”, nesta terça-feira, 20/03, o presidente da Teleco – parceira da empresa na realização do estudo – destacou o contexto em que banda larga (fixa e móvel) vem crescendo no Brasil. De acordo com o executivo, os serviços fixo e móvel tendem a se integrar no futuro, e as operadoras precisam estar prontas para isso.

“Na prática, precisamos de uma rede fixa, baseada em fibra, que chegue às residências e torres de transmissão celular. E a partir daí se distribuem as redes móveis. Os últimos metros serão wi-fi”, defende. Para Tude, o primeiro sinal desta integração são as ofertas de serviços oferecidas atualmente pelas operadoras, com velocidades de acesso cada vez maiores.

O estudo mostrou que o tráfego global de dados praticamente dobra a cada ano – na AT&T, por exemplo, ele cresceu 80% em 2011 – e isso vai exigir investimentos em infraestrutura. “Principalmente porque o Brasil vai bem em acessos, é o oitavo do mundo em banda larga fixa, mas em densidade está muito longe dos países mais desenvolvidos”, afirma Tude.

Ilustrando: a densidade da banda larga fixa no Brasil é de 8,5 acessos em cada 100 habitantes. A média dos países membros da OECD (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico) é de 25,5 acessos em cada 100 habitantes. A previsão é de que o Brasil atinja 20 acessos em cada 100 habitantes, apenas em 2016.

“Para isso, há a necessidade de investir em infraestrutura, o que significa chegar com a fibra mais perto da casa dos assinantes”, explica Tude. Na prática, uma estimativa feita pela Teleco e pela Huawei mostra que levar fibra a todos os domicílios brasileiros representaria um investimento de R$ 100 bilhões.


GVT x Oi: CADE convoca operadoras para encerrar litígio anticoncorrencial

Òrgão antitruste deu um prazo de cinco dias para que a Oi apresente a sua defesa final para uma decisão da Superintendência Geral. Embate acontece desde 2008.

AT&T retorna ao mercado brasileiro como dona da Sky/DirectTV

Transação, estimada em US$ 48,5 bilhões, recebeu o aval oficial da FCC, com restrições. Negócio terá impacto no Brasil, onde a Sky é a segunda no ranking de TV por assinatura por satélite e está na briga por uma fatia na banda larga fixa.

Governo poupa setor de telecom em reajuste de taxas

Medida provisória publicada nesta quarta, 22/7, autoriza a “atualização monetária” de 11 taxas, como energia elétrica, transportes e valores mobiliários, mas não menciona um reajuste do Fistel.

Mercado de aparelhos mira em smartphones de baixo custo

Estudo da Ovum indica que até 2020, os aparelhos com preços abaixo de US$ 100 vão responder por 40% das vendas, triplicando sua participação em relação a 2014.

TV digital: Coletivo Intervozes defende conversores com Wi-Fi obrigatório

Segundo Veridiana Alimonti, do Coletivo Intervozes, somente com a conectividade incluída se terá a real convergência dos meios.


Veja edição 13 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 13

Em ritmo acelerado


Pesquisa inédita encomendada pela Abranet ao Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação mostrou a relevância do segmento de Internet, cujas empresas faturaram R$ 144,7 bilhões em 2014. No período de 2012 a 2014, foram gerados 51.180 novos postos de trabalho, um incremento de 17,5%.

Clique aqui para ver outras edições

  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G