Cloud ComputingConvergência Digital
UIT adverte para atraso na padronização de cloud computing

Convergência Digital - Hotsite Cloud Computing
:: Da redação :: 18/03/2012

A UIT (União Internacional de Telecomunicações) produziu uma série de relatórios sobre o atual estado das iniciativas de padronização de cloud computing. A entidade identificou haver ainda uma série de falhas no processo de padronização, e ressaltou que estas precisam ser corrigidas.

Ao todo, o Focus Group em Cloud Computing da entidade produziu sete relatórios, cada um avaliando diferentes aspectos do ecossistema de computação em nuvem. Os estudos estão sendo apresentados em conjunto, sob o título de FG Cloud Report e, de acordo com a UIT, os padrões internacionais serão a chave para a formação de um mercado competitivo em cloud, um mundo onde os desenvolvimentos em nuvem oferecidos por diferentes fornecedores poderão interoperar.

Os relatórios, independentes mas complementares, produzidos pelo Focus Group foram:

1. Introdução ao ecossistema de cloud: definições, taxinomias, casos de uso e requisitos de alto nível.
2. Requisitos funcionais e arquitetura de referência.
3. Requisitos e framework de arquitetura para infraestrutura em nuvem.
4. Análise de falhas em gerenciamento de recursos em nuvem.
5. Segurança na nuvem.
6. Panorama dos SDOs (Service Data Objects) envolvidos em cloud computing.
7. Benefícios da nuvem para as telecomunicações e as perspectivas de TIC.

O quarto relatório - Análise de falhas em gerenciamento de recursos em nuvem – olha especificamente para as falhas no cenário da definição de padrões. O relatório diz que as áreas de TI deveriam estar procurando unir esforços que pudessem “traduzir ideias de serviço em ofertas de mercado, reduzir custos por meio de uma nova proposição de aplicativos e conteúdo existentes e adaptar-se suavemente às mudanças do mercado”.

Além disso, o relatório indica que os esforços deveriam ser concentrados na questão do gerenciamento da entrega de serviços, criando “um modelo de referência e uma arquitetura de referência para a construção dos blocos essenciais necessários para gerenciar a entrega da próxima geração de serviços”.

A UIT também identificou CaaS (Communication-as-a-Service) e NaaS (Network-as-a-Service) como duas novas categorias de serviços no universo cloud, que em breve devem se unir as já conhecidas IaaS, PaaS e SaaS.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 

 Matérias relacionadas com o assunto Cloud Computing  

:: 19/11/2014 17:03
Startups Open Source na mira da Microsoft

:: 17/11/2014 16:22
Brasil: PMEs querem a nuvem

:: 13/11/2014 15:45
Futebol + nuvem: Microsoft e Real Madrid se unem no Brasil

:: 12/11/2014 17:10
Nuvens múltiplas: realidade em 2015?

:: 06/11/2014 11:03
Nuvem pública resiste à pressão com o suporte do consumidor final

:: 05/11/2014 17:26
Explosão de dados: tráfego de data center chegará a 553 exabytes na AL

:: 05/11/2014 16:15
Integração: maior desafio para o uso da nuvem

:: 04/11/2014 10:02
Desenvolvedores serão o carro-chefe da nuvem pública

:: 30/10/2014 16:21
CFO abre o bolso para as compras digitais

:: 28/10/2014 17:40
Microsoft e Open Stack são novas frentes da EMC

Soluções de TI Simples
Profissional descuidado põe em risco o BYOD

2015 é classificado como um ano 'perigoso' para os gestores da Segurança da Informação.

» Brasil tem escola para o cibercrime
» Wi-Fi público: Você está consciente dos riscos?
» Brasil segue sem política de segurança para BYOD

Opinião
Sobrecarga de dados – um problema, muitas soluções
:: Por Nelson Wang*


VídeosMais vídeos




Destaques

Cientista de dados não é um analista de negócio

Especialista ganha corpo e destaque na estratégia das corporações.


Nuvem ainda está fora dos planos de muitas empresas no Brasil

Pesquisa, feita com 400 companhias, mostra que boa parte delas não quer usar cloud.


Big data: Uso dos 'dados vivos' vira obra de arte

Artista inglesa diz que interesse pelos dados veio pós-denúncias de Edward Snowden.


Para gestores de TI, nuvem corporativa é muito cara no Brasil

Executivos dizem ainda que já sofreram violação de dados por culpa parcial do provedor de nuvem.


Big data vai crescer seis vezes mais que TI até 2018

Expectativa é que o mercado movimente US$ 41,5 bilhões nos próximos quatro anos.


Copyright © 2014 Convergência Digital            Todos os direitos reservados.            É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.