Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Gestão

TIM, Telefônica e Oi estão na lista das 10 mais reclamadas do Procon/SP

:: Da redação
:: Convergência Digital :: 15/03/2012

A secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania Estado de São Paulo, Eloisa de Sousa Arruda, e o diretor – executivo do Procon-SP, Paulo Arthur Lencioni Góes apresentaram nesta terça-feira, 15 de março - “Dia Internacional dos Direitos do Consumidor" – o Cadastro de Reclamações Fundamentadas em 2011.

O grupo Bradesco liderou o ranking das empresas mais reclamadas ao Procon-SP, seguido pela B2W - empresa responsável pelos sites de e-commerce Americanas.com, Submarino e Shoptime, Itaú Unibanco, LG. As operadoras de telecom figuram nesse ranking de reclamações: TIM aparece na 5ª posição, Telefônica, na 6ª posição, e Oi, na 7ª posição. No caso da Telefônica, houve uma grande melhora na performance, já que a operadora ocupou a primeira posição nos últimos dois anos.

De acordo com o ranking, a Telefônica recebeu um total de 835 queixas no ano passado. "Cercamos a empresa de diversas maneiras e ela se reorganizou internamente. Agora, vemos o resultado desse esforço", diz Selma do Amaral, diretora de atendimento do Procon-SP. Em 2011, a área de produtos (móveis, eletrônicos e vestuário, dentre outros) foi a que registrou maior número de reclamações fundamentadas (37%); seguida por assuntos financeiros (bancos, seguradoras, financeiras) com 28% e serviços essenciais (telecomunicações e energia elétrica, saneamento básico, dentre outros), com 17%.

O destaque foram os atendimentos em relação às compras feitas pela internet, incluindo sites de compras coletivas. Em comparação a 2010, houve aumento de 86% das queixas, principalmente sobre a falta de entrega e defeitos nos produtos adquiridos. O total de atendimentos para consultas, orientações e queixas no ano passado pelo Procon-SP foi de 727.229, aumento de 15% em relação ao registrado em 2010. Deste total, apenas 33.401 (4,59%) transformaram-se em reclamações fundamentadas. Os atendimentos geraram 137.694 encaminhamentos da Carta de Informação Preliminar (CIP) ao fornecedor. Nesta fase preliminar 76% dos casos foram solucionados.

Segundo o Procon-SP, um dos destaques negativos do ranking de 2011 foi o crescimento do número de reclamações sobre empresas e prestadoras de serviço cujos serviços são contratados pela internet. A quantidade de atendimentos cresceu 86,6%, totalizando 43.978 demandas no ano passado, ante 23.571 em 2010. "Isso representa a expansão do setor de e-commerce no Brasil, mas também o despreparo de muitas empresas para lidar com essa explosão", diz Paulo Arthur Góes, diretor-executivo do Procon-SP.

*Com Folha Online

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 26/02/2015 11:53
Consumidor paga menos por serviços de comunicação

:: 23/02/2015 17:31
Corte de Internet leva Ministério da Justiça notificar Vivo, Claro, Tim e Oi

:: 11/11/2014 17:45
João Rezende: "Já estamos apanhando do Governo e do consumidor porque as teles erraram na banda larga"

:: 11/11/2014 17:27
Ministério da Justiça processa Oi, Tim e Vivo por cobrança indevida

:: 08/10/2014 13:00
Cancelamento automático de serviços por telefone reduz reclamações

:: 16/09/2014 18:30
Varejo engatinha na TI e despreza hábitos do consumidor

:: 11/09/2014 17:13
Cliente x Consumidor: ruído na comunicação trava relacionamento

:: 09/09/2014 18:36
Defesa do consumidor é caminho sem volta, diz superintendente da Anatel

:: 09/09/2014 16:33
Consumidor: Anatel quer mudar o modelo de avaliação das teles

:: 13/08/2014 11:57
Projeto prevê multa de R$ 30 mil por telemarketing indesejado




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
CNJ mantém certificação digital como item obrigatório

PRÓXIMA
Indústria eletroeletrônica perde 1.520 empregos em três meses




Linha do BNDES para TICs financiou mais de R$ 79 milhões na região Sul

A iniciativa - BNDES MPME Inovadora, em parceria com a ABES, foi criada em agosto do ano passado e já tem mais de 53 contratos fechados. Por meio de parceiros como o BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), a linha concede financiamento de até R$ 20 milhões para empresas de tecnologia que apresentarem características inovadoras e faturamento inferior a R$ 90 milhões por ano.


Fábrica de software da Globalweb Corp é certificada no MPS-SW da Softex

São atendidas por meio da fábrica de software, clientes como Caixa Econômica Federal e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Grau alcançado foi o C, exigido para atender aos editais de governo e similar ao modelo norte-americano CMMI (Capability Maturity Model Integration).


eSocial: PMEs 'relaxam' com os adiamentos seguidos do Governo

Expectativa do mercado, agora, é que entre o final de janeiro e fevereiro, o governo libere, enfim, a versão final do manual com as instruções e os layouts para que as empresas se adaptem. Início das operações oficiais do eSocial ficaria para 2016.


Migração para Linux nos servidores está entre as prioridades para 2015

Estudo com 115 empresas em todo mundo apontou que a maioria planeja usar o sistema operacional aberto para novos aplicativos ou serviços, ou implantações Greenfield.


Cobertura em vídeo do Convergência Digital


Quer aumento de salário? evite erros bobos

Negociar um reajuste salarial não é tarefa simples, em especial, em tempos de crise. Mas é possível.

» Big data: uma carreira próspera em tempos de crise
» Foi demitido? Tente não se desesperar

VII Fórum Executivo de TI 2014 - Cobertura especial do Convergência Digital
Petrobras avança no uso do big data

O gerente-executivo de TI e Telecom, Álvaro Martins, diz que há três projetos em andamento na companhia para a análise de dados em tempo real. Também adverte: "Não dá mais para tratar TIC como antes. Não dá para entregar aplicação rápida, se não garantir o mínimo de gestão".

» Distribuidora Ducsa usa o big data para conhecer melhor o cliente
» Simplificar é segredo do sucesso na área de Inovação em TI
» Cloud computing superou a fase dos projetos pilotos
» Grupo Ação cria unidade para treinar profissionais
» Orçamento de TI deve crescer 5% em 2015 no Brasil

Clique aqui e veja a cobertura completa


Veja edição 11 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 11

Na discussão sobre o que vai prevalecer — fibra óptica ou rádio — na construção das infraestruturas, vence quem souber explorar o que cada tecnologia tem de melhor a oferecer.

Veja também: Cidades Digitais: Governo convoca provedores; A transição da IANA foi destaque no ICANN#51; Billing das coisas: quando cobrar certo será o diferencial; e muito mais.

Clique aqui para ver outras edições





Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!