GESTÃO

TIM, Telefônica e Oi estão na lista das 10 mais reclamadas do Procon/SP

Da redação ... 15/03/2012 ... Convergência Digital

A secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania Estado de São Paulo, Eloisa de Sousa Arruda, e o diretor – executivo do Procon-SP, Paulo Arthur Lencioni Góes apresentaram nesta terça-feira, 15 de março - “Dia Internacional dos Direitos do Consumidor" – o Cadastro de Reclamações Fundamentadas em 2011.

O grupo Bradesco liderou o ranking das empresas mais reclamadas ao Procon-SP, seguido pela B2W - empresa responsável pelos sites de e-commerce Americanas.com, Submarino e Shoptime, Itaú Unibanco, LG. As operadoras de telecom figuram nesse ranking de reclamações: TIM aparece na 5ª posição, Telefônica, na 6ª posição, e Oi, na 7ª posição. No caso da Telefônica, houve uma grande melhora na performance, já que a operadora ocupou a primeira posição nos últimos dois anos.

De acordo com o ranking, a Telefônica recebeu um total de 835 queixas no ano passado. "Cercamos a empresa de diversas maneiras e ela se reorganizou internamente. Agora, vemos o resultado desse esforço", diz Selma do Amaral, diretora de atendimento do Procon-SP. Em 2011, a área de produtos (móveis, eletrônicos e vestuário, dentre outros) foi a que registrou maior número de reclamações fundamentadas (37%); seguida por assuntos financeiros (bancos, seguradoras, financeiras) com 28% e serviços essenciais (telecomunicações e energia elétrica, saneamento básico, dentre outros), com 17%.

O destaque foram os atendimentos em relação às compras feitas pela internet, incluindo sites de compras coletivas. Em comparação a 2010, houve aumento de 86% das queixas, principalmente sobre a falta de entrega e defeitos nos produtos adquiridos. O total de atendimentos para consultas, orientações e queixas no ano passado pelo Procon-SP foi de 727.229, aumento de 15% em relação ao registrado em 2010. Deste total, apenas 33.401 (4,59%) transformaram-se em reclamações fundamentadas. Os atendimentos geraram 137.694 encaminhamentos da Carta de Informação Preliminar (CIP) ao fornecedor. Nesta fase preliminar 76% dos casos foram solucionados.

Segundo o Procon-SP, um dos destaques negativos do ranking de 2011 foi o crescimento do número de reclamações sobre empresas e prestadoras de serviço cujos serviços são contratados pela internet. A quantidade de atendimentos cresceu 86,6%, totalizando 43.978 demandas no ano passado, ante 23.571 em 2010. "Isso representa a expansão do setor de e-commerce no Brasil, mas também o despreparo de muitas empresas para lidar com essa explosão", diz Paulo Arthur Góes, diretor-executivo do Procon-SP.

*Com Folha Online


Sociedade será chamada para construir políticas públicas

Com duas novas secretarias (Diálogo e Participação), governo usará a tecnologia para ouvir os movimentos sociais, sobre quais os programas que serão prioritários para o país. 

CGU abrirá banco de dados com perguntas e respostas feitas pela LAI

Objetivo é garantir um ganho de tempo ao cidadão que quer obter alguma informação por meio da Lei de Acesso à Informação, e esta já tenha sido respondida pelo governo a outro interessado.

Desafio é trabalhar a informação armazenada de forma caótica

Quando a iniciativa dá certo, o não tão simples cruzamento de dados reduz para minutos o benefício que levava meses para cidadão receber, diz presidente da Dataprev.

Pressão da sociedade exigirá menos controle estatal da informação

Professor da USP, José Carlos Vaz, entende que ao Estado caberá o papel de tornar disponível a informação à sociedade, que fará uso dela da maneira que bem entender como informação pública.

Governo inclui georreferenciamento no portal de Dados Abertos

Iniciativa alcançou a disponibilização de 1.000 conjuntos de dados com 7.381 recursos, revela o Ministério do Planejamento.



  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G