Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Negócios

Na Senior, desoneração trouxe economia de R$ 200 mil/mês

:: Ana Paula Lobo
:: Convergência Digital :: 15/03/2012

Desenvolvedora nacional de software de gestão,a Senior sustenta que a desoneração da folha de pagamento - medida que beneficiou o setor de software no Plano Brasil Maior - traz uma economia de R$ 200 mil/mês. Empresa promete ir às compras e planeja investir R$ 24 milhões em P&D.

Nesta quinta-feira, 15/03, a Senior revelou os números da companhia em 2011. A empresa gerou R$ 400 milhões em volume de negócios e um crescimento de 14% em relação a 2010, quando contabilizou R$ 362 milhões. Para 2012, apesar das incertezas econômicas e da situação desconfortável da indústria brasileira - usuária dos produtos de ERP e de gestão de pessoas da Senior - está mantida a expectativa de crescimento em torno de 20%, e um volume de R$ 480 milhões.

"O primeiro trimestre mostrou que estamos certos em apostar em crescimento. Há uma retomada das compras e uma mobilização das empresas para atualizarem e/ou trocarem suas plataformas de gestão empresarial. O mercado está andando", diz Hermínio Gastaldi. Indagado sobre o maior desafio, hoje, para a indústria de software brasileira, o presidente da Senior, Jorge José Cenci, foi taxativo: falta mão-de-obra qualificada.

"Existe uma grande dificuldade para formar jovens e mantê-los na profissão. A Engenharia civil está levando esses jovens e precisamos trabalhar muito. Há projetos do governo em andamento, mas acredito que temos de fazer mais e rápido. É uma batalha que corremos o risco de perder", complementa o diretor de Mercado, Hermínio Gastaldi.

Sobre a desoneração da folha de pagamento - medida do plano Brasil Maior e que beneficia o software com a redução da alíquota de 20% do INSS para 2,5% do faturamento total - Cenci disse que já contabiliza os ganhos. "Economizo R$ 200 mil/mês, e essa quantia estou revertendo para capacitação e inovação, desenvolvimento de novos produtos. Foi a melhor medida porque beneficia quem faz as coisas de forma correta", sustenta.

Em 2012, o maior desafio da Senior será o de entrar na seara da mobilidade e do mundo do software como serviço (SaaS), a partir do conceito de computação na nuvem. Os primeiros aplicativos na área serão conhecidos em junho, e Gastaldi, diretor de mercado da empresa, assume que foi preciso rever todos os processos internos. "Temos o modelo de aluguel de licença com contratos de 24 meses, mas SaaS muda todo o modelo e exige integração tecnológica para termos o pilar do serviço - suporte, manutenção e implementação - atendidos. É uma maneira nova de fazer negócios", destaca.

Ciente da concorrência acirrada na área de ERP, a Senior também se prepara para ir às compras."Vamos ao mercado comprar empresas que nos complementem. Tanto na parte de canal de distribuição como na parte de produtos", diz Cenci. Também há um forte interesse de ampliar presença nas regiões Norte e Nordeste. Empresa de capital fechado, com sede em Blumenau, a empresa, neste momento, não pensa em ir ao Novo Mercado. "Temos recursos próprios e o apoio do BNDES para fazermos nossas aquisições", complementa o presidente da Senior.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 18/08/2014 16:51
Cobrança da CIDE dos datacenters abre espaço para disputa judicial

:: 18/08/2014 10:53
Minicom aprova mais R$ 217 milhões em projetos do REPNBL

:: 15/08/2014 16:00
Internet ultrapassa barreira de 500 mil redes e sofre pequenas panes

:: 15/08/2014 15:26
Leucotron mira interior do Brasil e abre frente no México

:: 15/08/2014 10:55
Network1 é comprada pela multinacional ScanSource

:: 14/08/2014 17:55
Anatel nega pedido para adiar vigência de regras pró-consumidor

:: 14/08/2014 12:12
Marco Civil não invalida o Direito ao Esquecimento

:: 13/08/2014 18:30
Software ganha linha de financiamento de R$ 300 milhões do BNDES

:: 13/08/2014 17:26
Dois terços dos usuários querem usar celular como carteira

:: 13/08/2014 16:45
Governo sustenta mercado de software open source no Brasil




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Assespro Nacional representará o Brasil no WCIT 2012, no Canadá

PRÓXIMA
Dell reforça oferta de serviços com compra da SonicWALL



Soluções de TI Simples
Governo é o grande alvo dos ataques direcionados

Os hackers buscam as instituições governamentais e 81% dos ataques foram direcionados para a vertical. O Brasil desponta na 4ª posição entre os países mais atacados.

» Malware como serviço prolifera na Internet
» Internet das Coisas movimentará U$ 2 bilhões
» Cliente mal atendido custa US$ 100 bilhões

Cobertura Especial BITS 2014

Games: O Brasil precisa repatriar seus melhores profissionais

Responsáveis pelo estudo patrocinado pelo BNDES sobre a indústria de Games no Brasil, os professores David Nakano e Luis Sakuda, falam da janela de oportunidade para quem faz games no país. A gamificação é top das prioridades.

» SEPRORGS: Poder de compra favorece às empresas estrangeiras
» Eficiência energética: De Santa Catarina para o mundo
» SENAI/SESI vão subsidiar ideias vencedoras do Grand Prix Inovação


Network1 é comprada pela multinacional ScanSource
:: 15/08/2014 :: Negócios

Acordo é válido para a América Latina e os valores da transação não foram revelados pelas partes. Distribuidora brasileira tem 400 funcionários na região.


Governo sustenta mercado de software open source no Brasil
:: 13/08/2014 :: Negócios

Governo responde por 68% das compras de software e serviços baseados em open source, que responderam por 4,6% do total produzido na área de software em 2013, US$ 25.94 milhões.


Com tablets e smartphones em alta, TI girou R$ 124 bilhões em 2013
:: 13/08/2014 :: Negócios

CDTV

Crescimento dos aportes em Tecnologia da Informação foi expressivo e chegou a 15,4% em relação a 2012. Média mundial ficou em 4,8%.


TI se torna pilar estratégico para a Embratel no Brasil
:: 31/07/2014 :: Negócios

Computação em nuvem e data centers são o futuro, sustenta o diretor-executivo da operadora, Marcello Miguel. Executivo reforça o vínculo da Embratel com a oferta de serviços para o mercado corporativo.


Cobertura em vídeo do Convergência Digital


Lições da Copa
:: Luiz Gonzaga Bertelli*

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital



Veja a primeira edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC


A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina. Nessa primeira edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade: a governança da Internet. Boa leitura!

Clique aqui para ver todas as edições




Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!