Convergência Digital - Home

Serviços estimulam contratações no Brasil

Convergência Digital - Cobertura Especial BITS 2012
:: Da redação - 15/03/2012

O ManpowerGroup acaba de divulgar os resultados para o segundo trimestre de 2012 da Pesquisa de Expectativa de Emprego da Manpower, que revelam os planos de contratação de empregadores de 41 países e territórios. No Brasil, 45% dos empregadores esperam contratar funcionários no próximo trimestre e 6% antecipam diminuição no ritmo de contratações. A Expectativa Líquida de Emprego do Brasil é de +39%.

O otimismo registrado para o segundo trimestre é mais forte entre os empregadores brasileiros em comparação com o primeiro trimestre do ano, com uma Expectativa aumentando seis pontos percentuais. O resultado é um pouco mais fraco que o registrado no mesmo período do ano, diminuindo um ponto percentual. Empregadores de todos os oito setores e todas as cinco regiões pesquisadas reportarem expectativas de contratação positivas para os próximos três meses.

“Muitos empregadores estão recrutando profissionais para atender a demanda da Copa do Mundo de 2014 – um evento que tem a projeção de criar 700 mil empregos. Empregadores dos setores de Turismo, Logística e Engenharia já estão contratando para preencher posições estratégicas. As empresas que não querem perder oportunidades de negócios para sustentar seu crescimento estão em busca de profissionais talentosos”, diz Riccardo Barberis, CEO da Manpower Brasil.

“Como os empregadores esperam manter uma grande atividade de contratações no próximo trimestre, eles também estão preocupados com a crescente escassez de talentos. Encontrar as pessoas certas com as habilidades certas é um dos maiores desafios no mercado de trabalho brasileiro e este desequilíbrio entre oferta e demanda pode contribuir para inflacionar salários no futuro.”

Pelo segundo trimestre consecutivo, as projeções de contratações mais otimistas foram reportadas no setor de Serviços, com uma Expectativa Líquida de Emprego de +55%. A expectativa de contratação é similarmente dinâmica no setor de Administração Pública e Educação e no setor de construção, como expectativas de +46% e +40%, respectivamente.

“No Brasil, foram criados quase 2 milhões de empregos formais em 2011 e os setores de Serviços e Construção foram os que tiverem maior atividade. Esse ritmo dinâmico e contínuo de contratações mostra que o Brasil segue para um crescimento sustentável”, afirma Barberis.

Entre as regiões pesquisadas, empregadores do estado do Paraná reportaram a expectativa mais forte, +42%. O resultado é doze pontos percentuais maior trimestre a trimestre e dois pontos percentuais menor ano a ano. Empregadores no estado de Minas Gerais estão similarmente otimistas, reportando uma expectativa de +41%, e a cidade de São Paulo de +40%.


A edição 2012 da BITS teve o patrocínio do Sebrae, Banrisul e PROCEMPA.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 

LEIA TAMBÉM:

16/12/2014
Stefanini volta às compras em 2015 e descarta 'megaempresa de TI nacional'

14/11/2014
A TI tradicional de 'acender as luzes' está morta nas empresas

17/10/2014
Empresas de Santa Catarina formam joint venture em TI

26/09/2014
Segurança e rede lideram investimentos em TICs no Brasil

24/09/2014
Qualidade em TI é a aposta da Radix para crescer em serviços

05/05/2014
Grupo alemão compra 60% do negócio Microsoft da integradora 2S

27/02/2014
Medical Services ganha novas funcionalidades e versões para mobilidade

22/01/2014
Serviços de TICs crescem 6,9% entre janeiro e novembro de 2013

10/01/2014
Oi lança plano com ligações ilimitadas entre fixo e celular

17/12/2013
Falta de mão-de-obra especializada impacta orçamento de TI

Veja mais vídeos
Copyright © 2012 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site