GESTÃO

Itautec ganha causa no TST sobre uso de telefone celular

Da redação ... 14/03/2012 ... Convergência Digital

Em recurso da 1ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho, a Itautec S. A. foi dispensada de pagar adicional de sobreaviso a um empregado que usava aparelho celular da empresa fora do horário de serviço. O órgão entendeu que o adicional é devido apenas no caso de o empregado ser obrigado a permanecer em casa para receber ordens de serviço do empregador, o que não acontece quando se faz uso de aparelhos como o celular, bip ou rádio.

A empresa recorreu ao TST contra decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (Bahia) que a condenou ao pagamento de horas de sobreaviso e a multou por ter tomado medidas que atrasaram o processo. O entendimento foi que o uso do celular pelo empregado, para receber ordens da empresa, apesar de não limitar sua liberdade de locomoção, restringe seu tempo, que não pode ser usado de forma livre.

O relator da 1ª Turma do TST, ministro Vieira de Mello Filho, afirmou que a decisão regional se opõe à jurisprudência do TST, para a qual o pressuposto maior para a caracterização do sobreaviso é, justamente, a limitação de liberdade de locomoção do empregado e a limitação da disposição de seu tempo, conforme estabelece o artigo 224, parágrafo 2º, da CLT.

O relator esclareceu que o uso do telefone celular pelo empregado, por si só, não caracteriza o regime de sobreaviso, uma vez que ele não precisa permanecer em sua residência aguardando, a qualquer momento, ser chamado para o serviço. Ao contrário, dá a ele liberdade de aproveitar o seu tempo como ele quiser, bastando que mantenha o aparelho ligado e perto. O voto de Mello Filho foi seguido por unanimidade.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Tribunal Superior do Trabalho.


Carreira
Retenção de talentos: o que a sua empresa não está fazendo direito?

Pesquisa da Assespro Rio Grande do Sul mostra que salário é crucial, mas profissionais também mudam de emprego se detectam falta de organização e de processos nas empresas de TI.

Processo Judicial Eletrônico supera a marca dos 5,2 milhões

Os processos judiciais tramitam em 2.377 órgãos julgadores, que se valem de certificado digital no padrão da ICP-Brasil.

ITI e UnB vão criar app para conferir assinatura digital em arquivos PDF

Aplicativo será baseado no padrão de assinatura PAdES da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil.

Vouclicar.com oferece pesquisa de satisfação ao cliente grátis para PMEs

Loja virtual de aplicativos fechou uma parceria com a consultoria SurveyMonkey e terá uma solução que permitirá aos microempreendedores terem um retorno da opinião dos seus clientes.

Sociedade será chamada para construir políticas públicas

Com duas novas secretarias (Diálogo e Participação), governo usará a tecnologia para ouvir os movimentos sociais, sobre quais os programas que serão prioritários para o país. 

CGU abrirá banco de dados com perguntas e respostas feitas pela LAI

Objetivo é garantir um ganho de tempo ao cidadão que quer obter alguma informação por meio da Lei de Acesso à Informação, e esta já tenha sido respondida pelo governo a outro interessado.



  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G