GESTÃO

Itautec ganha causa no TST sobre uso de telefone celular

Da redação ... 14/03/2012 ... Convergência Digital

Em recurso da 1ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho, a Itautec S. A. foi dispensada de pagar adicional de sobreaviso a um empregado que usava aparelho celular da empresa fora do horário de serviço. O órgão entendeu que o adicional é devido apenas no caso de o empregado ser obrigado a permanecer em casa para receber ordens de serviço do empregador, o que não acontece quando se faz uso de aparelhos como o celular, bip ou rádio.

A empresa recorreu ao TST contra decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (Bahia) que a condenou ao pagamento de horas de sobreaviso e a multou por ter tomado medidas que atrasaram o processo. O entendimento foi que o uso do celular pelo empregado, para receber ordens da empresa, apesar de não limitar sua liberdade de locomoção, restringe seu tempo, que não pode ser usado de forma livre.

O relator da 1ª Turma do TST, ministro Vieira de Mello Filho, afirmou que a decisão regional se opõe à jurisprudência do TST, para a qual o pressuposto maior para a caracterização do sobreaviso é, justamente, a limitação de liberdade de locomoção do empregado e a limitação da disposição de seu tempo, conforme estabelece o artigo 224, parágrafo 2º, da CLT.

O relator esclareceu que o uso do telefone celular pelo empregado, por si só, não caracteriza o regime de sobreaviso, uma vez que ele não precisa permanecer em sua residência aguardando, a qualquer momento, ser chamado para o serviço. Ao contrário, dá a ele liberdade de aproveitar o seu tempo como ele quiser, bastando que mantenha o aparelho ligado e perto. O voto de Mello Filho foi seguido por unanimidade.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Tribunal Superior do Trabalho.


Só um terço dos municípios regulamentou a Lei de Acesso à Informação

Levantamento da Controladoria-Geral da União mostra que 81% dos estados e 74% das capitais já adequaram a legislação à Lei 12.527/2011. Mas o percentual é de apenas 36% nas 254 cidades do país com mais de 100 mil habitantes – já incluindo as capitais.

Inventário de ativos de TI vira serviço na Compusoftware

O gerenciamento de ativos de hardware e software é uma ação que vai além de minimizar o uso de ferramentas ilegais. Ele permite a elaboração de uma política de controle e reduz gastos em tempos de crise, afirma Adriano Vieira, COO da companhia.

Kimberly Clark adota BI para unir áreas de marketing e comercial no Brasil

Empresa, uma das maiores do mundo no setor de higiene e bem-estar, concluiu um projeto de integração da base de dados de inteligência de vendas com a plataforma SQL Server 2014, da Microsoft. Solução inclui a geolocalização para identificar onde o item da empresa foi comprado.

Fábrica de software da Globalweb Corp é certificada no MPS-SW da Softex

São atendidas por meio da fábrica de software, clientes como Caixa Econômica Federal e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Grau alcançado foi o C, exigido para atender aos editais de governo e similar ao modelo norte-americano CMMI (Capability Maturity Model Integration).

Executivos de negócios desbancam CIOs na tomada de decisão de TIC

Pesquisa realizada em 24 países constatou que 57% dos gestores de Tecnologia acreditam que os executivos de negócios ganharam mais poder nos últimos 12 meses. Mas boa parte dos CIOs não está vendo o poder diminuir sem lutar. A hora é de uma virada de planos.



  • Copyright © 2005-2015 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G