TELECOM

TV paga: Aprovação de novas regras gera R$ 4,8 bilhões em receitas

Fernanda Ângelo ... 12/03/2012 ... Convergência Digital

Se as regras da TV paga fossem alteradas hoje, no prazo de um ano, 5 milhões de novos domicílios seriam usuários de banda larga por cabo. E isso geraria R$ 4,8 bilhões de excedente econômico para esse mercado. Os números foram revelados nesta segunda-feira, 12/03, durante encontro, promovido pela Telcomp, no qual a Anatel revelou a sua agenda para 2012. "Isso é o que o consumidor estaria disposto a pargar hoje se ele tivesse o serviço disponível", afirma João Rezende, presidente da Anatel.

Segundo Rezende, existem 600 pedidos de emrpesas interessadas em operar no mercado brasileiro de TV a cabo. Se 20% delas iniciarem de fato as operações nesse mercado, seriam 120 novos players, aproxiamdamente, conforme contabiliza o executivo. De acordo com ele, atualmente, a penetração da TV por assinatura é de 30% no Brasil. Com a abertura do espectro, em cinco anos, esse índice deve chegar a 50%.

Com a regulamentação da Lei 12.485, que estabelece novas regras para o mercado de TV por assinatura, prevista para o primeiro semestre de 2012, a Anatel espera intensificar o movimento de convergência tecnológica do setor. Além disso, prevê Rezende, o setor deve ganhar muito mais competição. "Acho que a abertura do mercado foi uma decisão muito promissora", avalia.


Revista do 59º Painel Telebrasil 2015
Veja a revista do 59º Painel Telebrasil 2015 As principais empresas prestadoras de serviços e da indústria de telecomunicações e autoridades governamentais e do Legislativo se dedicaram a discutir o tema escolhido para este ano: A evolução dos modelos de negócio das telecomunicações: Desafios políticos e regulatórios.
Clique aqui para ver outras edições

Telebras convoca Assembleia Geral para agrupar mais de 118 milhões de ações

AGE foi marcada para o  dia 2 de março. Ao todo serão agrupadas 97.439.719 de ações ordinárias e 21.002.999 de ações preferenciais, na proporção de dez para uma. Ações da estatal estão variando entre R$ 1,30 a R$ 2,40.

TIM descarta guerra de preços na disputa pelo usuário do chip único

Para o presidente da tele, Rodrigo Abreu, a disputa pelo assinante de dados se dará na oferta do melhor serviço. Ele também falou sobre Oi e Nextel. Em 2015, a TIM investiu R$ 4,7 bilhões no Brasil.

Anatel ganha mais tempo para decidir TAC da Oi

Primeiro acordo para evitar o pagamento de multas só teve até aqui um voto apresentado - e ele propõe que a operadora invista o que não pagou em redes de fibras óptica ou de rádio de alta velocidade. 

Mais pessoas terão telefone celular do que eletricidade e água encanada em 2020

O vídeo móvel será o grande motor para o impulso do tráfego de dados e vai superar qualquer aplicativo existente.


Acompanhe a Cobertura Especial ABTA 2015 na seção Telecom

TV paga: Netflix é só um 'cabrito na sala'. Há outros 'bodes' que incomodam mais

"Se a TV paga morrer, os OTTs morrem abraçados". Essa foi a posição defendida por especialistas durante a ABTA. Executivos da TV paga admitem que a Netflix obrigou mudanças no relacionamento com o cliente. Cobrança do sinal da TV aberta incomoda e é pouco comentada.

Veja mais da cobertura especial da ABTA 2015

  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G