Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Telecom

Copa 2014: Telebras terá redes metropolitanas para atender cidades-sede

:: Convergência Digital
:: Convergência Digital :: 07/03/2012

Em comunicado oficial ao mercado, a Telebras reporta que já efetuou todos os contratos necessários para a implantação do trecho de 21 mil quilômetros da rede nacional de telecomunicação (backbone) que deve ser concluído até o final de 2012. Isso incluiu a infraestrutura para os Pontos de Presença (POPs), os equipamentos DWDM (Dense Wavelengh Division Multiplexing) para iluminação das fibras ópticas, equipamentos da rede IP e de rádio e torres, entre outros. Com essa expansão da rede, a previsão é que cerca de 40% dos municípios brasileiros possam ser atendidos pelo PNBL até o final do ano.

A estatal também informa que também serão instaladas redes metropolitanas, baseadas em fibras ópticas, nas principais cidades atendidas pela rede de telecomunicação, em especial naquelas definidas como sedes da Copa do Mundo, como é o caso de Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife, entre outras. Para o projeto de construção de infraestrutura em redes de fibra óptica para a Copa do Mundo, a Telebras deverá contar com R$ 200 milhões.

Os dados constam do Relatório de Administração relativo ao exercício de 2011 publicado pela empresa no último dia 2 de março. O documento informa ainda que no ano passado foram concluídos 45 Pontos de Presença (POPs) no Anel Nordeste e 18 no Anel Sudeste e iniciadas as obras em quatro POPs do Anel Sul. Esses locais abrigam os equipamentos da Telebras que permitem a integração das fibras ópticas do backbone (núcleo central da rede). A previsão é concluir 250 estações até o final de 2012.

Para ampliar a capilaridade da rede, a Telebras firmou no ano passado 20 Acordos de Cooperação, destacando-se entre eles as parcerias firmadas com a Rede Nacional de Pesquisas (RNP), com a Empresa de Processamento de Dados da Previdência Social (Dataprev), com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e com a Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice). Outros cinco contratos de cessão de infraestrutura foram assinados com o Grupo Eletrobras e Petrobras para uso das fibras ópticas que compõe a rede nacional de telecomunicações.

A expansão da rede no ano passado viabilizou a realização de 25 contratos comerciais e uma oferta de 1,8 Gbps de banda contratada por prestadores de serviços de telecomunicação. Isso significa um crescimento de 210% entre o terceiro e o quarto trimestre do ano passado. Atualmente há mais de 700 provedores de Internet interessados em participar do Programa Nacional de Banda Larga (PNBL).

Foram desenvolvidas atividades comerciais junto a 221 clientes e as vendas não foram concretizadas em maior volume devido às dificuldades enfrentadas nas viabilidades técnicas de atendimento ainda decorrentes da expansão da rede. Ainda assim, a Telebras fechou o ano de 2011 com R$ 287,8 milhões em licitações, em 164 processos licitatórios. Deste valor, R$ 215,7 milhões foram contratados por meio de pregão eletrônico.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 18/07/2014 12:21
Matriz de vídeo e 'bolha de controle' são legados da Oi

:: 17/07/2014 18:24
Sala de Controle da Oi foi o coração da rede de Telecom da Copa 2014

:: 15/07/2014 17:42
Na Copa das 'Selfies', O Maracanã vira a estrela maior

:: 14/07/2014 18:36
Copa no Brasil triplicou o volume de dados da Copa da África do Sul

:: 14/07/2014 18:05
Minicom: Redes de Telecom funcionaram na Copa 2014

:: 14/07/2014 17:31
Final da Copa 2014 gerou 1,448 GB e encostou no tráfego do Super Bowl

:: 14/07/2014 16:25
Big data revela a alma do torcedor

:: 14/07/2014 13:00
Com a força dos tablets e celulares, Facebook 'explode' na Copa

:: 11/07/2014 13:05
Derrota do Brasil derruba tráfego de dados no Mineirão

:: 11/07/2014 11:15
Telebras negocia legado da Copa com estádios




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
OAB cobra Anatel sobre controle de qualidade na telefonia móvel

PRÓXIMA
Embratel paga R$ 6,439 milhões pelo controle da NET



Rio Cidade Inteligente + Rio Wireless 2014
Anatel quer ampliar compartilhamento e ‘uso industrial’ de espectro

“Há um grande desafio de expansão das redes e isso exige índice mais alto de eficiência espectral. Queremos abordagens mais simples”, sustenta o conselheiro Rodrigo Zerbone.

» Novo Hamburgo investe R$ 1,4 milhão em TICs para saúde
» Rio de Janeiro atento ao legado olímpico
» 700 MHz: Leilão não obriga ninguém a implantar rede
» Teles projetam quadruplicar número de ERBs para atender novas demandas
Clique aqui para ver a cobertura completa


Veja a segunda edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC . nº 2


Nesta segunda edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade dos gestore de TI: o BIG DATA

A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina.

Clique aqui para ver outras edições

Com GVT, Telefônica escala e acirra briga com Oi e Embratel
:: 29/08/2014 :: Telecom

Operadora dá um salto na parte de telefonia fixa e na oferta da banda larga fixa e se aproxima de forma bem agressiva da Oi. Na TV por Assinatura também há um impulso, mas em menor escala.


Compra da GVT pela Telefônica pode levar até três meses
:: 29/08/2014 :: Telecom

Esse é o prazo informado pela Telefônica Brasil à CVM para o prazo de negociação 'exclusiva' entre as partes. Expectativa é que o acerto proporcionará sinergias de 4,7 bilhões de euros, com um incremento de 50% no resultado operacional da Telefônica até 2016.


Compra da GVT deve ter análise restrita à competição
:: 28/08/2014 :: Telecom

Como lembra o presidente da Anatel, João Rezende, cabe à agência avaliar os aspectos regulatórios do negócio, mas “a GVT não tem espectro”. Na prática, provável compra da empresa só esbarra no poder de mercado que a o Telefônica detém em São Paulo.


Leilão pela GVT chega aos R$ 22,35 bilhões
:: 28/08/2014 :: Telecom

Depois de a Telecom Italia oficializar uma proposta de R$ 21 bilhões pelo controle da GVT, ou 7 bilhões de euros, a Telefonica fez um novo lance e apresentou uma oferta de 7,45 bilhões de euros, o que significa um aporte de mais 750 milhões de euros.




Empresa nacional abre frente na China Mobile

Quiz game brasileiro quer conquistar 5% da carteira de clientes da tele chinesa.

» Com outorgas e ressarcimento, 700 MHz tem preço mínimo de R$ 11,3 bilhões


A TV está morrendo!
:: Por Eduardo Prado

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital







Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!