INTERNET

Banda larga: NIC.br pede revisão da vitória da Price à Anatel

Luís Osvaldo Grossmann e Luiz Queiroz ... 07/03/2012 ... Convergência Digital

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) pediu à Anatel a revisão do resultado da seleção da Entidade Aferidora da Qualidade da Internet. Para a entidade – derrotada pela PriceWaterhouseCoopers na disputa – a Anatel não esclareceu a escolha pela consultoria e ainda deixa dúvidas sobre como vai funcionar o sistema de medição.

A principal crítica está na interpretação dada pelo Grupo de Implantação de Processos de Aferição de Qualidade (Gipaq), formado por representantes das principais operadoras e da Anatel, sobre até onde será feita a medição. Da forma como foi colocada no processo de seleção da aferidora, a medição se dará dentro do sistema autônomo das prestadoras, o que permitiria às fiscalizadas interferir no resultado.

Outro ponto é o software escolhido para realizar a medição dos parâmetros de qualidade – no caso, o Speedtest (www.speedtest.net). Sozinho, ele não atende o que está previsto na regulamentação da agência. Embora informe as velocidades de download e upload, além da latência bidirecional, é preciso rodar outro programa para que sejam medidos elementos como jitter e a taxa de perda de pacotes.

Para apresentar o pedido de revisão, porém, foi necessária a intervenção da presidência da Anatel. É que nas regras definidas pelo Gipaq, não caberiam recursos ou contestações das decisões da comissão de seleção.

“Eu mesmo falei com o Bruno [Ramos, Superintendente de Serviços Privados da agência] que pode ter recurso e avisamos o NIC.br. Qualquer decisão da Anatel pode recorrer”, afirmou o presidente da Anatel, João Rezende.

“Questionem, que é bom, que aí o pessoal vai dar uma explicação de por que escolheu A ou B. O Conselho [Diretor] vai se debruçar. Faz-se um relatório e debate-se. Só digo o seguinte, não temos orçamento para fazer medição nenhuma”, concluiu Rezende.


Resiliência e Segurança
Se a TI parar quanto essa falha vai custar para o seu negócio?

Estudo adverte aos gestores de TI: se a resiliência não for integrada na adoção inicial de cloud, as organizações estarão aceitando riscos, quer realizem isso ou não.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet
Revista Abranet 14 . Setembro 2015
Veja edição 13 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet A guarda de logs ainda gera muito debate e dúvidas entre os provedores de Internet, principalmente porque parâmetros essenciais para o cumprimento da lei ainda não foram definidos.
Clique aqui para ver outras edições

Fundo russo que fechou acordo com a Oi investe US$ 200 milhões no Uber

LetterOne, que tem um contrato de exclusividade com a operadora brasileira até maio de 2016, do bilionário russo Mikhail Fridman, é especializado em investimentos em TICs.

EUA proíbem cobrança de imposto no acesso à Internet

O objetivo é impedir, de forma permanente, que os Estados cobrem tributos para viabilizar o acesso aos serviços de banda larga. Mas lá, como aqui no Brasil, se discute ainda a repartição dos impostos nas vendas online.

Europa diz ter chegado a acordo com EUA sobre proteção de dados

Segundo a Comissão Europeia, pela primeira vez, os Estados Unidos deram garantias escritas de que o acesso a dados pessoais de europeus pelas autoridades americanas terá limitações.

Táxis x Uber: Justiça mineira ignora proibição e concede liminar para motorista

Juiz da 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública de Belo Horizonte observou que o serviço prestado pelo Uber “está atendendo interesse público e melhoria na mobilidade urbana, tendo em vista a imensa demanda de transporte individual na cidade”. O serviço está proibido em Minas Gerais.



  • Copyright © 2005-2016 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G