Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Internet

Bradesco cria aplicativo para o Facebook

:: Da redação
:: Convergência Digital :: 06/03/2012

Os correntistas Bradesco agora têm uma nova forma de acessar o saldo da conta bancária. Com o novo aplicativo F.Banking Bradesco, os clientes podem visualizar informações sobre a conta por meio do Facebook. Enquanto estiverem navegando pelas páginas do Facebook é possível acompanhar o saldo de suas contas, investimentos e limites de crédito. O Bradesco é a primeira instituição financeira do Brasil e uma das primeiras do mundo a lançar um aplicativo como este voltado para o Facebook.

“Todas as nossas ações estão voltadas para facilitar a vida dos nossos clientes. Seja com os aplicativos para o celular ou com o atendimento realizado nas redes sociais, onde interagimos com atendimento 24X7”, explica Luca Cavalcanti, Diretor dos Canais Digitais Dia & Noite.

Agora, atentos à tendência mundial de utilização do Facebook, o Banco inova ao levar o acesso à conta para mais esse ambiente. “Com essa nova iniciativa que batizamos de F.Banking Bradesco, estamos presentes em mais uma plataforma com o objetivo de fazer com que nosso público consiga otimizar o tempo que tem disponível, utilizando as redes sociais, que estão cada vez mais presentes em suas vidas”, completa Cavalcanti.

Os internautas podem ficar tranquilos com relação à segurança do aplicativo. “Todas as consultas no aplicativo acontecem no ambiente seguro do próprio Bradesco. Nenhuma informação fica armazenada no Facebook”, afirma o diretor. Os dados não correm o risco de serem acessados por terceiros, pois o sistema utilizado para o acesso à conta é o mesmo do Internet Banking, hospedado no ambiente seguro do Bradesco.

“O Brasil mais uma vez mostra que está preparado para a adoção de ferramentas que proporcionam a realização de serviços por meio das redes sociais”, diz Alexandre Hohagen, vice-presidente do Facebook para a América Latina.

Como acessar

1. No primeiro acesso, o Cliente deve acessar a fan page do Banco (facebook.com/Bradesco), aprovar o aplicativo e colocar as informações de agência e conta.

2. Na página seguinte, será necessário inserir a titularidade, a senha de 4 dígitos e o código de acesso gerado pela Chave de Segurança (que pode ser o Token integrado ao celular, o Token Eletrônico, ou o TanCode).

3. No primeiro acesso ao aplicativo, o cliente deve aceitar o termo de uso. Na sequência ele já tem acesso ao saldo da conta.

4. Para encerrar a sessão, basta clicar em “Cancelar Acesso”, localizado no canto superior direito da página.

5. Para os próximos acessos, o aplicativo poderá ser acessado diretamente do menu esquerdo da página inicial do perfil do Cliente no Facebook.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 15/04/2014 13:12
Neutralidade não mobiliza debates no NetMundial

:: 14/04/2014 17:20
Depois de pagar, velocidade de acesso ao Netflix aumenta 65% na Comcast

:: 14/04/2014 14:55
FNDE adota BYOD com capacidade para até 4,5 mil acessos simultâneos

:: 14/04/2014 11:29
Depois de quebra do sigilo da urna, TSE evita novos testes

:: 14/04/2014 11:23
Empresas correm para estancar os prejuízos do Heartbleed

:: 11/04/2014 11:05
“Cade” dos EUA autoriza compra, mas alerta Facebook e WhatsApp sobre privacidade

:: 10/04/2014 16:55
Operadoras investiram R$ 26,5 bilhões no Brasil

:: 09/04/2014 14:53
Wikileaks, CPI e promessas: ações contra espionagem caíram no vazio

:: 09/04/2014 11:40
Serpro termina migração de PCs para Ubuntu em abril

:: 07/04/2014 11:11
Brasileiro com bitcoins vai declarar à Receita e pagar imposto de renda




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Banda larga: NIC.br pede revisão da vitória da Price à Anatel

PRÓXIMA
CGI: Anatel erra no modelo de medição da Internet



 ESPECIAL   GOVERNANÇA DA INTERNET
Neutralidade não mobiliza debates no NetMundial

Apenas 26 contribuições trataram do tema. Ganharam destaque a segurança cibernética (86) a privacidade e a liberdade de expressão (74 4 73, respectivamente). Organização do evento tenta evitar que a conferência se torne uma ação governamental Num balanço inicial, os Estados Unidos foram o país que mais enviaram contribuições. O Brasil ficou em segundo lugar.

» Espionagem na Internet virou um único parágrafo no texto da NetMundial
» Neutralidade não mobiliza debates no NetMundial
» 'Globalização' da ICANN vira tema de guerra partidária nos EUA
Clique aqui para ver o especial completo

TICs em Foco - Internet das coisas
Oportunidades e desafios

Mais popular que nunca, a internet das coisas — ou IoT, na sigla para Internet of Things, ou ainda IoE de Internet of Everything — representa tanto uma janela de oportunidade para as empresas quanto imprime desafios monstruosos devido à imensa quantidade de máquinas conectadas à internet.



Neutralidade não mobiliza debates no NetMundial
:: 15/04/2014 :: Internet

Apenas 26 contribuições trataram do tema. Ganharam destaque a segurança cibernética (86) a privacidade e a liberdade de expressão (74 4 73, respectivamente). Organização do evento tenta evitar que a conferência se torne uma ação governamental Num balanço inicial, os Estados Unidos foram o país que mais enviaram contribuições. O Brasil ficou em segundo lugar.


Depois de pagar, velocidade de acesso ao Netflix aumenta 65% na Comcast
:: 14/04/2014 :: Internet

Maior operadora dos Estados Unidos – com cerca de 35% do mercado de cabo e 40% de banda larga – a Comcast foi quem mais subiu no ranking mensal da provedora de conteúdo em streaming.


Europa também põe neutralidade de rede em lei
:: 03/04/2014 :: Internet

Legislação sobre o ‘mercado único de comunicações’ é forte na proteção dos internautas. Mesmo as exceções que ameaçavam descaracterizar esse princípio foram severamente limitadas.


Anatel não medirá forças com o Comitê Gestor na neutralidade, sustenta Marcelo Bechara
:: 27/03/2014 :: Internet

Em entrevista à CDTV, onde fez questão de frisar que não falava como conselheiro da Anatel ou como integrante do CGI.br, Marcelo Bechara diz que, na visão dele, os acordos comerciais entre as OTTs e os provedores de rede não estão no escopo do Marco Civil.



Stelo, do BB e do Bradesco, terá carteira digital

Instituições anunciam a criação de empresa de meio de pagamentos. Produtos ficam disponíveis no 2º semestre.

» 700 MHz: Para TVs, custo da transição será ‘surpreendente’
» Leilão do 700MHz: Acionistas aprovam participação 'forte' da TIM
» Pagamento móvel entra na mira do Facebook


Marco Civil, pela neutralidade da rede e a privacidade do cidadão
:: Por Claudia Melo e Felicity Ruby*

Cobertura em vídeo do Convergência Digital

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital


Veja as edições da revista digital do Convergência Digital
Revista eletrônica do Convergência Digital
Clique aqui para ver todas as edições




Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!