Home - Convergência Digital
RSS Assine gratuitamente as nossas newsletters Quem faz o Convergência Digital Fale conosco Anuncie aqui
Cloud Computing CD TV Carreira Blog Capital Digital



Home - Negócios

Abinee: PIB mostra que a desindustrialização é real

:: Da redação
:: Convergência Digital :: 06/03/2012

Para o presidente da Associação Brasileira da Indústria Elétrica Eletrônica (Abinee), Humberto Barbato, o baixo crescimento da economia brasileira em 2011 não é uma surpresa. "Após um começo de ano com previsões exultantes, que assinalavam crescimento do PIB acima de 5%, o ânimo e as estimativas foram se derretendo", diz.

Nesta terça-feira, 06/03, o IBGE divulgou que o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 2,7% em 2011, percentual que coloca o país abaixo de países como China, com alta de 9,2%, e Índia, com 6,9%.

Segundo Barbato, os dados do PIB mostram que o afrouxamento da política monetária não alcançou os efeitos esperados e tampouco foi suficiente para compensar os efeitos da hipervalorização da taxa de câmbio.

"Resta-nos concluir que parte do crescimento esperado, ao deixar de ser gerado internamente, fez sorrir os produtores e trabalhadores de outros países emergentes, principalmente os asiáticos", afirma.

Barbato salienta ainda que o balanço das contas torna evidente o fato de que o setor mais prejudicado nesse contexto foi a indústria. “Enquanto o agronegócio e os serviços cresceram, respectivamente, 3,9% e 2,7% em 2011, a indústria avançou apenas 1,6%. Pior, a indústria de transformação ficou estagnada”, enfatiza.

O presidente da Abinee ressalta, ainda, que o modesto crescimento do setor industrial foi liderado pelos segmentos da indústria extrativa mineral (3,2%) e da construção civil (3,6%). Ele afirma que, mesmo considerando o efeito da comparação estatística com 2010, é impossível conformar-se com esse resultado, uma vez que outros setores também cresceram em 2010 e mantiveram desempenho positivo em 2011. “Será que sobrou alguém que possa defender que não vivemos um processo de desindustrialização?”, questiona Humberto Barbato.

Enviar por e-mail   ...   Imprimir texto
 


:: Leia também:

:: 15/09/2014 17:35
Nextel Brasil diz não fazer parte da reestruturação judicial da NII Holdings

:: 12/09/2014 14:22
SLTI prepara normas específicas para contratos de redes e auditorias

:: 12/09/2014 14:00
IN 4: Cada órgão definirá serviços estratégicos, dispensados de licitação

:: 10/09/2014 15:25
TI e Telecom se unem e pedem revisão imediata da Lei de Informática

:: 09/09/2014 23:33
BTG Pactual bateu à porta da América Móvil para negociar compra da TIM

:: 09/09/2014 17:20
Cidades digitais: prefeituras poderão terceirizar concessão de rede

:: 08/09/2014 19:00
Mais de 100 mil brasileiros usam plataforma de educação online

:: 08/09/2014 17:24
Acionistas da PT decidem manter fusão com a Oi

:: 05/09/2014 09:55
Mais de 15 milhões de smartphones contaminados por malware

:: 04/09/2014 15:50
OTTs crescem e brasileiros reduzem tempo à frente das TVs tradicionais




Outras matérias desta seção:

ANTERIOR
Sonda vai às compras para fortalecer serviços de TI no Brasil

PRÓXIMA
Febraban cria prêmio para aplicativos móveis



EMC Fórum 2014

TI mostra sua força e impulsiona negócios no Brasil

Integração é a palavra-chave para a EMC fortalecer seus negócios no Brasil, revela o presidente da companhia, Carlos Cunha. Se em termos econômicos, o ano no Brasil é classificado como 'desafiador', a TI recupera seu status e abre novas oportunidades.

» "Segurança da Informação mudou. As empresas ainda não", diz Marcos Nehme, da RSA
» Rio 2016 aprende lições da Copa e 'estressa' infraestrutura de TI
» TI como serviço: ferramentas 'in house' conquistam empresas
Clique aqui para ver a cobertura completa

Soluções de TI Simples
Seu celular foi roubado. Sua empresa já foi comunicada?

Pesquisa mostra que mais de um terço dos funcionários levam até dois dias para notficar seus chefes sobre o roubo dos dispositivos móveis.

» Malware como Serviço expôs mais de 1,1 milhão de endereços IP
» CIO: Sua empresa está preparada para nova era da TI?
» Sua rede sem fio é segura?

Veja a segunda edição da revista digital Alianza Latinoamericana de Medios TIC Alianza Latinoamericana
de Medios TIC . nº 2


Nesta segunda edição, tratamos de um tema que está na lista de prioridade dos gestores de TI: o BIG DATA

A Revista Alianza é fruto de uma aliança editorial entre os veículos InversorLatam, portal Convergência Digital e Evaluamos, da Colômbia. Nosso compromisso é retratar os pontos mais importantes de Telecom e TI na América Latina.

Clique aqui para ver outras edições


BNDES aportou R$ 3,7 bilhões em TICs no 1º semestre
:: 27/08/2014 :: Negócios

A maior parte dos recursos - 82,29% foi para o setor de Telecomunicações. As empresas de TI ficaram com R$ 470 milhões. O Prosoft, programa criado em 2007, ainda tem disponível R$ 4,27bilhões para atender reivindicações do setor.


M2M impulsiona negócios da Celistics com SIMCards no Brasil
:: 19/08/2014 :: Negócios

Empresa de logística inteligente estima que distribuirá cerca de 60 milhões de SIMCards no país em 2014. Em visita ao Brasil, o presidente e CEO da Celistics, José Antonio Rios, confirma a entrada da empresa no mercado de recarga em 2015.


Network1 é comprada pela multinacional ScanSource
:: 15/08/2014 :: Negócios

Acordo é válido para a América Latina e os valores da transação não foram revelados pelas partes. Distribuidora brasileira tem 400 funcionários na região.


Governo sustenta mercado de software open source no Brasil
:: 13/08/2014 :: Negócios

Governo responde por 68% das compras de software e serviços baseados em open source, que responderam por 4,6% do total produzido na área de software em 2013, US$ 25.94 milhões.


Cobertura em vídeo do Convergência Digital


A TV está morrendo!
:: Por Eduardo Prado

Veja as coberturas especiais do Convergência Digital






Convergência Digital no Facebook Convergência Digital no Twitter RSS do Convergência Digital Newsletters do Convergência Digital
Copyright © 2014 Convergência Digital
Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.
Este Sítio Web é acessível via IPv6!