Cloud ComputingConvergência Digital
Com Brasil em destaque, nuvem deve gerar 14 milhões de novos empregos

Convergência Digital - Hotsite Cloud Computing
Convergência Digital 06/03/2012

A adoção do serviço de computação na nuvem vai gerar, até 2014, cerca de 14 milhões de novos empregos. Boa parte dessas oportunidades estará em mercados emergentes como Brasil, Índia, China e Rússia, onde os projetos estarão menos restritos à infraestrutura de sistema legados.

A constatação é do estudo “Cloud Computing's Role in Job Creation”, realizado pela IDC, a pedido da Microsoft, divulgado nesta terça-feira, 06/03. O levantamento apura ainda que mais de 50% desses empregos serão gerados por pequenas e médias empresas, que responderão por 7,5 milhões de vagas. Já as grandes empresas, vão abrir 6,3 milhões de postos de trabalho para especialistas em cloud computing.

Nas verticais, o levantamento da IDC, contratado pela Microsoft, apura que o setor de mídia e comunicações será o que mais vai contratar profissionais para cloud, respondendo por 2,4 milhões das vagas. Em segundo lugar, ficará o setor financeiro, que deverá demandar 1,4 milhão de profissionais.

Na terceira posição aparece a indústria de manufatura, que buscará 1,3 milhão de profissionais. Além de profissionais de TI com conhecimento em infraestrutura e aplicações, o novo modelo demandará talentos para as áreas de negócios, como vendas e marketing.

De acordo com a IDC, Índia e a China sozinhas vão responder por quase metade do contingente de novos profissionais que serão contratados para funções ligadas ao mundo de cloud computing. Juntos esses dois países vão criar 6,8 milhões de empregos nessa área. Segundo a consultoria, mundialmente, 75% dos gastos com TI são com manutenção de sistemas legados e atualizações de rotina.

Os Estados Unidos e o Canadá deverão criar 1,2 milhões de novos postos de trabalho relacionados com a nuvem. Muitos desses empregos serão profissionais com conhecimento em tecnologia que serão contratados para gerenciar o serviço do dia a dia da infraestrutura de TI. Esses talentos ficarão concentrados em aplicações "missão crítica" das companhias.

De acordo ainda com a IDC, os investimentos em nuvem ainda compõem apenas uma pequena percentagem do total dos gastos em TI. Tanto que a consultoria estima que, em 2011, de 1,7 trilhão de dólares gastos em serviços de TI, apenas 28 bilhões de dólares foram negócios com cloud.<_P>

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

 Matérias relacionadas com o assunto Cloud Computing  

28/08/2015 às 12:00
Governo fica para trás no uso de serviços na nuvem

28/08/2015 às 18:14
Hiperconvergência acelera negócios da VCE no Brasil

18/08/2015 às 13:02
GELT diminui 40% dos custos com solução cloud da Mandic

18/08/2015 às 07:30
ECAD investe em armazenamento inteligente na nuvem

14/08/2015 às 11:33
Usuários abrem brechas para ações de hackers na nuvem

11/08/2015 às 17:45
Descoberta brecha de segurança nos serviços como Dropbox e Google Drive

10/08/2015 às 11:20
Microsoft 'matou' o Windows Server 2003, mas empresas e data centers ignoram

30/07/2015 às 15:33
Digitalização aumenta receita, mas ainda há barreiras

22/07/2015 às 14:30
Padronizar aplicações vira 'mantra' na computação em nuvem

21/07/2015 às 15:55
Inovação lidera nova fase na computação em nuvem

Opinião
Não caia na conversa do monitoramento de rede em nuvem
Por Dirk Paessler*


VídeosMais vídeos




Destaques

CIOs estão num 'buraco negro' e sofrem na era dos dados

A maior parte dos gestores de Tecnologia sabe que é preciso mudar, mas não consegue agir para mudar, sinalizou a CTO da EMC, Patrícia Florissi. A especialista brasileira foi além: 'o software está devorando o mundo".


Receita com serviços na nuvem registra crescimento acima de dois dígitos

Expectativa é que o faturamento global chegue a US$ 33,4 bilhões em 2015. Maior parte das compras é para infraestrutura.


Armazenamento na nuvem: Google Drive perde pontos no Brasil

Produto, de acordo com a PROTESTE, teve pontuação baixa em segurança e facilidade de uso. Outros 12 foram testados pela entidade. Pesquisa mostra que serviço é considerado essencial pelo brasileiro.


Fortaleza se transforma num hub de TI para a América Latina

Cidade será sede de dois projetos relevantes: o SACS, cabo submarino com 6 mil quilômetros e que ligará Luanda, em Angola, a capital cearense e o Monet, que tem Google e Algar Telecom como investidores.


ODF 1.2 é reconhecido pela ISO e vira padrão internacional

Modelo de software livre para aplicações de escritório é usada no governo brasileiro.


Copyright © 2005-2015 Convergência Digital            Todos os direitos reservados.            É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site.